Últimas

Terça-Feira, 01 de Setembro de 2009, 16h:51 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

COCALINHO

Construção de ponte entre GO e MT está parada há 2 anos



Ponte que ligaria Goiás e Mato Grosso não é concluída após desavenças entre os dois Estados; população já reclama e políticos tentam acalmar ânimos, prometendo intervir junto às autoridades competentes

   A ponte que deveria ligar Mato Grosso a Goiás, entre Cocalinho e Registro do Araguaia, está há dois anos paralisada. O que deveria ser a primeira parceria público privada entre os dois Estados e com a participação de Grupo Bertin, ficou só nas pilastras. Conforme informações, Mato Grosso não teria cumprido sua parte no acordo. Assim, Goiás não enviou mais recursos para o empreendimento e a obra permanece parada. O prefeito de Cocalinho, Luis Henrique (PT), aproveitou o Festival de Pesca da cidade onde recebeu a senadora Serys Marly (PT) e o deputado Adalto de Freitas, o Daltinho (PMDB), para pedir a federalização da rodovia que seria uma solução para retomada da construção da ponte.

   O povo de Cocalinho está na bronca com os políticos goianos, principalmente o senador Marconi Perfilo (PSDB), um dos responsáveis por articular a obra. Faixas amarradas às pilastras mostram a revolta da população. O prefeito Luis Henrique disse que o governo goiano promete terminar a ponte, mas diz que não vai liberar recursos. “Eu acredito que a saída seria federalizar as rodovias daqui e o governo federal assumir essa ponte” explicou.

   Daltinho disse que vai pedir o apoio do governador Blairo Maggi (PR) e levar essa reclamação ao conhecimento de Marconi Perillo. “Os dois Estados podem retomar a parceria corrigindo o que não deu certo e terminar essa ponte, como era previsto no início” explicou Daltinho. Serys também considera importante o comprometimento dos dois Estados na conclusão da obra. A petista se comprometeu em estudar a possibilidade de federalizar a obra junto ao Ministério dos Transportes. A ponte de quase 700 metros marcaria também o início da BR-152, unindo a MT-100 a MT-102, que cortam o município de Cocalinho. (Ronaldo Couto, de Barra do Garças)

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Luiz Paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Só falta os botinudos de plantão opinar que Wilson Santos é o culpado...

  • Matheus | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É uma cena triste de ser vista, pois os dinheiro dos contribuintes foram gastos e provavelmente desviados. O mais interessante é que um parlamentar representante Araguaia nunca percebeu nada.

  • DONIZETE SENA RODRIGUES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O MINISTERIO PUBLICO FEDERAL NAO SABIA DISSO CADE A CGU PARA INVESTIGAR ESSAS INPREITEIRAS, CADE O TRIBUNAL FAZ DE CONTA NUNCA OLHOU PARA ESSAS OBRAS, DEIXOU PASSA EMBRANCO, TERRA DE BOSAIPO HAHAHAHAH

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

3 candidatos competitivos em Sinop

roberto dorner 400   Apesar da "inflação" de candidatos a prefeito de Sinop, com cinco no páreo, a disputa tende a se acirrar mesmo entre o empresário Roberto Dorner (foto), do Republicanos e apoiado pela prefeita Rosana Martinelli (PL), o ex-prefeito e deputado Juarez Costa, que atraiu 10 partidos para o palanque, e o...

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.