Últimas

Quinta-Feira, 06 de Dezembro de 2007, 18h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

CUIABÁ

Contrariado, prefeito refaz as licitações do PAC

O procurador-geral de Cuiabá, José Rosa, e o prefeito Wilson Santos    A Prefeitura de Cuiabá não resistiu a pressão e, mesmo contrariada, terá de refazer as licitações das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O prefeito Wilson Santos (PSDB) não contava que o TCU determinaria o cancelamento do primeiro edital, tanto que estava decidido a manter o embate jurídico com o Ministério Público. Por 6 a 1, porém, os ministros do TCU determinaram que o prefeito suspenda duas licitações. 

    Em entrevista coletiva nesta quinta, ao lado do procurador-geral do município, José Antonio Rosa, Wilson Santos disse que cumprirá a determinação e já lançará um novo edital na segunda (10). Agora, as licitações serão divididas em cinco lotes: Cuiabairros (R$ 35 milhões), PAT-Prosanear (R$ 34,6 milhões), água (R$ 45 milhões) e dois para obras de esgoto (R$ 124 milhões). Antes, o MP pedia a divisão em nove lotes, enquanto o prefeito argumentava que isso era desnecessário.

      "Desde o início, o Ministério Público estava alertando a administração municipal de que não deveria perder tempo na discussão de um edital de licitação efetivamente cheio de vícios", observa a promotora de Justiça Ana Cristina Bardusco.

     O novo edital ficará disponível durante 30 dias. A prefeitura não vai exigir que as empresas interessadas em participar das licitações apresentem patrimônio líquido e capital social cumulado com a garantia e que exista vínculo empregatício entre o responsável técnico e a licitante, como pedira antes. Também abriu mão da apresentação de Certificado do Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade de Habitat (PBQPH) e da disponibilidade de usina de asfalto e de concreto com localização prévia. A prefeitura vai se reunir ainda nesta quinta com o Ministério Público e o TCU para fechar o novo edital. (Simone Alves)

(Atualização às 18h53) -  Estado pode assumir licitações, diz Maggi

    O governador Blairo Maggi (PR) declarou nesta quinta (6), que o Estado pode assumir os processos licitatórios das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), em Cuiabá. "Podemos fazer isso  sem problemas", garantiu Maggi. Tirar esse processo das mãos da administração municipal é uma sugestão do Ministério Público. Isso seria uma maneira de evitar que novas irregularidades apareçam nos  editais formulados pela prefeitura. Nesse caso, o governo se responsabilizaria pelo montante da União, que somam cerca de R$ 200 milhões.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Paula | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Romilsom,
    Esses políticos ainda não entenderam que eles não podem mais direcionar as licitações. Isso é uma vergonha que deve ficar no passado. O país está mudando e precisa mudar mesmo. As oportunidades precisam ser iguais para todos.

  • Jeovaldo Rosa de Magalhães | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa "Paca" tem que sair do papel, pois o nosso Bairro foi contemplado, com 02 km de asfalto e 100% da rede de esgoto sanitario, estamos esperando, Os Moradores do Bairro Novo Colorado Agrade, se Romilson não vetar essa. Fui...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...

Promotor recebe medalha do Exército

Mauro Zaque curtinha   O promotor de Justiça Mauro Zaque (foto) foi condecorado com a medalha do Exército Brasileiro na manhã desta segunda (19), no dia da instituição. A solenidade é considerada a segunda maior do Exército Brasileiro, foi reservada por conta da pandemia e contou com a...

Sema reabre os parques em Cuiabá

mauren lazzaretti sema 400   Fechados desde 1º de abril, em obediência às regras de decreto municipal, que suspendiam as atividades coletivas, os parques estaduais urbanos de Cuiabá reabrem nesta segunda (19) para utilização pelo público. Será possível acessar as tradicionais trilhas...

Pilha em Jayme pra disputar o Governo

jayme campos 400   Mesmo sabendo que Jayme Campos (foto) não entra em disputa onde percebe dificuldades para vencê-la e militando no mesmo partido de Mauro Mendes, o DEM, algumas lideranças políticas têm instigado o senador a se lançar ao governo estadual. Para tentar convencer Jayme, lançam...