Últimas

Terça-Feira, 04 de Março de 2008, 11h:16 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

VARIEDADES

Coordenador do MCCE é agredido e vai ao MP

  Antonio Cavalcanti, o Ceará, um dos coordenadores do Movimento Cívico de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), levou uma surra nesta terça em Várzea Grande. Neste momento, ele presta depoimento direto ao procurador-geral de Justiça, Paulo Prado, no prédio do Ministério Público.

   Ceará teria recebido ameaças de morte. Deve revelar a Prado quem seriam os agressores e/ou possíveis mandantes. Ele é um dos mais intransigentes defensores da ética, transparência e da moralidade na gestão pública. É responsável por uma série de denúncias de corrupção, que acabaram complicando a situação de vários políticos.

(Às 12h55) - Fui ameaçado por um bate-pau, diz Ceará

   Ceará disse que não chegou a ser agredido, mas revela que uma pessoa identificada pelo prenome de Joaldo o ameaçou de morte e até partiu em sua direção, com ofensas e com os dedos em punho, pronto para agredí-lo. Segundo o coordenador do MCCE o fato se deu às 6h30 desta terça. Com uma filha, ele estava num ponto de ônibus na rua que divide os bairros Asa Bela e Eldorado, em Várzea Grande, quando apareceu Joaldo fazendo ameaças. Ceará disse que o agressor se identificou como primo do senador Jaime Campos e avisou que, se continuasse fazendo denúncias contra os Campos poderia considerar uma pessoa morta. Ele disse que constará essas declarações num Boletim de Ocorrências e também numa denúncia a ser feita no MPE. Ainda nesta quarta divulgará uma nota.

   Ceará formulou uma denúncia no último dia 23 contra o pré-candidato a prefeito de VG, Júlio Campos, por propaganda extemporânea. Júlio foi flagrado na Churrascaria Gaúcha com cabos eleitorais, o que contraria a legislação eleitoral. "Vamos continuar fazendo o nosso trabalho de fiscalização, independente de ameaças", diz. Ele classificou o suposto agressor de "pau-pau" dos Campos.

Postar um novo comentário

Comentários (34)

  • Paulo Mattos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Paulo Mattos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Paulo Mattos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Por favor, invalidem meu comentário anterior, pois não o terminei, teclei errado. Na verdade esse Ceará, enquanto produtor de notícias verdadeiras contra corruptos de todos os matizes, merece nossa consideração e respeito. Mas daí a levar um caso pessoal às raias da ameaça contra a sua integridade física em nome de seu "bom" desempenho como denunciador contumaz, vai uma diferença muito grande. Não sou fã nem partidário de Júlio, Jayme e outros políticos que infestam Várzea Grande. Mas não acredito que o imbróglio de Ceará com Joaldo tenha sido por causas políticas, porque ambos são praticamente vizinhos e não se bicam há muito tempo, por várias razões que desconheço mas que nada tem a ver com os Campos. É necessário, nesse momento, que não se politize as coisas e nem as faça assumir proporções maiores que as naturais. Por outro lado, gostaria de fazer uma pergunta: se um político encontra-se num restaurante ou num hot-dog qualquer com algumas pessoas, que não seus familiares, quer dizer que essas pessoas que o acompanham são seus cabos eleitorais ? Quer dizer que neste ano o político (não sou muito simpatico a essa raça, mas existem as exceções) não pode mais conversar, em qualquer lugar, com mais de duas pessoas, que já são consideradas cabos eleitorais ? Então Ceará, você a partir de agora não vi mais poder dormir, para poder denunciar com muita tranquilidade todos os políticos que estiverem conversando com quem quer que seja, almoçando, jantando, tomando uma geladinha e outros mais. Pôxa, Ceará, agora sim, você vai ter que trabalhar duro, né ? Mas trabalhar duro não faz mal a ninguém, não é mesmo ?

  • Ademar Adams | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Me desculpe Romilson, mas seguidamente tenho comentário vetados por ditas "acusações sem provas". Como você pode aceitar alguém que acusa o Ceará de ladrão?
    Você tem as provas?
    Além do mais, aceitar agressões ao Ceará, de anônimos, é também condenável.
    Queremos respostas!

  • Valdir | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns membros do MCCE.
    É revoltante e lastimável que os velhos caciques da políticas ajam com os mesmos métodos que sempre usaram para perpetuar no poder.
    O mundo mudou senhores Campos. Mato Grosso não é um pedaço de suas fazendas. Agora existe lei.

  • Valdo Penha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Violência não, mais esse tal do ceara não vale nada, porque ele não entra com representação contra Serys, Abicalil, Lula e outros membros do PT. Esse cara é PT até morto. Em 1989 ele era lotado no gabinete, na época deputado federal Antero, ele era contra o deputado, e no dia da eleição ele trabalhou para o Carcio também candidato naquela época, durante o tempo que o Antero foi deputado do PT, sempre ele foi contra o Antero, mais o deputado nunca ligou para isso, Antero dizia que aquilo era democlacia, livre direito de escolha, mas mantia mesmo assim ele lotado em seu gabinete.

  • marcelo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Maneporrete | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Povo de V.GRANDE,não deêm chance ao passado de terror e escuridão. As vítimas que cairam,e não foram poucas,suplicam clarividência ante ao pavor do retrocesso. Este tipo de ação era corriqueiro entre os idos de 1900 até meados se 1990. Foi quase um século de horror,com grupos de extermínio,pistoleiros,jagunços ,bate-pau e coisas ainda piores.Esse grupo ainda lateja na corrupção e na podridão,e busca a sobrevivencia no campo em que dominam tão bem;a politicagem rasteira e cruel.

  • carlos aguia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    amigão não te conheço mas posso dizer que to com vc, e não abro mao para corupção amigo, siga em frente.......

  • Leiane Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Em toda essa polêmica um cidadão que mandou comentário me chama atenção: NICÁSSIO BAROBOSA. Alguém lembra dele e do por quê dele ter sumido da política? Leiam acima as considerações deste rapaz sobre a agressão do Ceará. Será que ele mudou? Aí é bom mesmo o Ceará ficar preocupado...

Mauro, desgastes e projeto à reeleição

mauro mendes curtinha   Não há como negar que o governo Mauro Mendes (foto) enfrenta forte desgaste por causa das medidas restritivas de combate à Covid e, principalmente, devido à exigência da sociedade de maior investimento e planejamento na Saúde. Por mais que o Executivo divulgue feitos e liste...

Thiago, respaldo da igreja e reeleição

thiago silva _curtinha_400   O deputado estadual Thiago Silva (foto) começa a labuta pela reeleição e não terá uma tarefa fácil pela frente. Thiago faz parte do grupo da Assembleia de Deus, que sempre prioriza o colega de Parlamento Sebastião Rezende, que vai tentar o sexto mandato. Curiosamente,...

2 suplentes já estreiam em Cuiabá

alex rodrigues 400   Com menos de quatro meses de mandato, dois dos 25 vereadores cuiabanos reeleitos no ano passado já pediram licença para abrir espaço a suplentes. Diego Guimarães (Cidadania) se afastou por 30 dias. Em sua cadeira está Maysa Leão, do mesmo partido. Marcrean Santos (PP) pediu afastamento...

Governista 2 e o desafio da reeleição

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto), que conseguiu retornar à Assembleia "sangrando" nas urnas de 2018, impactado pelo desgaste pela defesa intransigente do Governo Pedro Taques, se prepara para atravessar outro purgatório no próximo ano, em busca de mais um mandato. O deputado tucano carrega desgaste...

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...