Últimas

Quinta-Feira, 29 de Novembro de 2007, 20h:26 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

MEIO AMBIENTE

CPI consulta Maggi antes de aprovar o relatório

     A CPI que há 5 meses investiga os motivos da morosidade na liberação de licenças e também falhas na gestão ambiental do governo estadual apresenta, entre terça e quarta, o relatório final dos trabalhos. Antes, porém, os membros da Comissão vão se reunir com o governador Blairo Maggi (PR). Eles pretendem antecipar os dados, o que deve comprometer a autonomia e independência da CPI. São cerca de 480 páginas.

   Com essa medida, seus integrantes seguem à risca a  tese da realização de um trabalho propositivo. Desde já, sabe-se que não haverá denúncias que venham complicar a administração Maggi. A estratégia visa livrar o governo de eventuais surpresas. Tudo caminha para críticas "leves" à pasta do Meio Ambiente, sob Luís Daldegan. "Entre terça e quarta nos encontraremos com o governador para apresentar os resultados", disse o deputado Dilceu Dal Bosco, relator da CPI.

    No documento devem constar sugestões para melhorias na Sema como, por exemplo, a descentralização da pasta, dando autonomia para os escritórios regionais. Atualmente, a Sema tem unidades em Sinop, Colíder, Alta Floresta, Juara e Guarantã do Norte, mas grande parte dos processos é resolvida somente em Cuiabá. Também vão ser cobrados do governo mais investimentos para o setor.

    O governador vem sendo informado sobre o andamento do relatório, antes mesmo da radiografia passar pela votação em plenário. A  comissão se reúne neste fim de semana para fazer os últimos ajustes e, provavelmente na terça ou na quarta, o relatório deve estar nas mãos de Maggi. Segundo Dal Bosco, o resultado da investigação não "trará análises diferentes daquelas já apresentadas no decorrer das oitivas e divulgadas pela imprensa". (Simone Alves)

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • moises de aquino correa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sou engenheiro, vou sempre a sema para acompanhar projetos florestais e eu nunca vi uma pessoa mais arrogante e petulante do que a chefe de gabinete do secretário. Parece que ela manda mais que o chefe, que assina em baixo todos os desmandos que essa moça vêm fazendo, inclusive tolera os seus berros e acintes aos empreendedores que buscam apenas uma audiência com o secretário. O pior que ela sequer possue formação superior, e não sabe nem definir o que é meio ambiente. È dessa forma que o governador quer "priorizar" a gestão ambiental do Estado? e a CPI, está dormindo, ou será que foi um acordão para não chamar essa moça para prestar esclarecimentos sobre o porquê ela prioriza o andamento de alguns projetos em detrimento de muitos outros. Se quebrarem o sigilo bancário e telefônico da dita cuja muita coisa, mas, muita coisa mesmo, virá a tona.

  • joao batista | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Credibilidade dessa "comissão"? será que alguem acreditou nela. duvido. só se for para incriminar os servidores daquela instituiçao que em 90% dos servidores da casa, com certeza so cumpriram ordem. agora quanto a alguns parlamentares..., só deus sabe.

  • DEDO DURO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Isso que é independecia de poder heinnnnnnnnnn !!!!!!!!!!!!!

  • leonidas pereira arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que mal pergunte, mas, o que deu o processo aberto pela policia federal para apurar a responsabilidade pelas emissões das autorizações de queimadas naquele período que quase não conseguimos respirar aqui em cuiabá. Cada dia fica mais obscuro a decisão dessa cpi, que ao que tudo indica em vez de propor a revisão da gestão ambiental do Estado, que os próprios deputados "dizem" que criticam, ao contrário, parece que existe uma estratégia de fortalecer os atuais gestores da sema, considerados os verdadeiros trapalhões da politica ambiental deste Estado.

2 da AL em chapas distintas à AMM

nininho 400   Dois deputados estaduais estão divididos em chapas de honra da eleição da AMM, que acontece no próximo dia 15. O curioso é que Ondanir Bortolini, o Nininho (foto), filiado ao PSD e hoje presidente de honra da entidade comandada pelo segundo mandato consecutivo por Neurilan Fraga (PL), caiu fora da...

Trentini perde de novo para Pitucha

roland trentini 400 curtinha   Na queda-de-braço nos bastidores, o ex-prefeito por três mandatos de Alto Garças, Roland Trentini (foto), perdeu de novo para o rival político histórico, o também ex-prefeito Júnior Pitucha. Ambos, que já protagonizaram disputas acirradas, tensas e...

2 maiores líderes sob crise partidária

mauro mendes 400 curtinha   Os dois maiores chefes de Executivos em MT hoje enfrentam problemas partidários internamente. O governador Mauro Mendes (foto), mesmo sendo a principal estrela do DEM no Estado, não está confortável dentro do partido por causa de conflitos com os irmãos Júlio e Jayme Campos....

MM e deputados derrotados do MDB

carlos bezerra 400 curtinha   Por coincidência, deputados do MDB que tiveram seus candidatos derrotados nas urnas estão de afagos com o governador Mauro. E até convidaram-no para deixar o DEM e migrar para o MDB, numa articulação do cacicão do partido, o federal Carlos Bezerra (foto), que puxou a corda da...

Os Maia fincam força no Legislativo

silvio maia 400   O ex-prefeito por quatro vezes de Alto Araguaia, Maia Neto, perdeu nas urnas na majoritária, mas ganhou na proporcional. De um lado, a irmã Martha Maia, seu braço-direito durante todos os mandatos, foi derrotada à prefeita por Gustavo Melo, que se reelegeu. Por outro, Maia Neto viu dois dos seus...

Reeleito, Gustavo derruba o clã Maia

gustavo melo 400   O jovem prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), de 36 anos, manteve mesmo o "apertado" favoritismo, conforme mostrou na reta final a pesquisa do instituto Analisando, e derrotou o clã Maia. Venceu por 962 votos de diferença. Filiado ao PSB, Gustavo chegou a 4.805, enquanto Martha Maia (PP) registrou 3.840...