Últimas

Quinta-Feira, 02 de Agosto de 2007, 10h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

INVESTIGAÇÃO

CPI da Sema recebe denúncia contra deputados

Quem compõe a Comissão

Presidente José Riva (PP)
Vice-presidente Walter Rabello (PMDB)
Relator Dilceu Dal Bosco (DEM)
Membros titulares Mauro Savi (PR)
Carlos Avalone (PSDB)
Suplentes Maksuês Leite (PP)
Zé Domingos (DEM)
Juarez Costa (PMDB)
Wagner Ramos (PR)
Otaviano Piveta (PDT)

    A CPI da Sema na Assembléia começa a receber denúncias anônimas contra parlamentares que fazem parte da própria Comissão. Em sessão nesta quinta, o presidente da CPI, deputado José Riva (PP), subiu a tribuna para afirmar que as acusações serão recebidas e analisadas. Ponderou, porém, que aquelas em que não constam identificação dos denunciantes não podem ser consideradas. Riva afirma que somente em um dia recebeu três denúncias envolvendo colegas parlamentares, que supostamente teriam se beneficiado ou exercido influência em projetos de plano de manejo junto à secretaria estadual do Meio Ambiente.

    "Algumas denúncias são totalmente descabidas. Uma delas afirma que houve liberação de um plano de manejo em apenas cinco dias. De repente (o projeto) é de um parente do governador e fomos checar e percebemos que o manejo não foi liberado. Aliás, não se libera manejo com menos de 90 dias. Então, a denúncia não tem fundamento", comentou o presidente da CPI.

     Riva garante que denúncia formalizada e com identificação contra qualquer parlamentar deve ser apurada, mesmo por meio de alguma investigação paralela (fora da CPI). "Toda e qualquer denúncia será averiguada. Agora, no caso de anônima, a gente fica com um pé atrás". Para o primeiro-secretário da Assembléia, muitos denúncias anônimas estão chegando à Comissão mais com intuito de criar artifícios de intimidação e tentar prejudicar os trabalhos.

   A CPI da Sema foi criada há menos de um mês. Até agora realizou duas sessões, uma delas para ouvir o secretário Luís Daldegan. Foi instaurada após prisões de servidores da Sema, de madeireiros e de engenheiros florestais, todos sob acusação de fraudes nos processos de licenças ambientais. A CPI sustenta a tese de que será propositiva, ou seja, quer levantar as razões da morosidade na análise dos processos e propor ações para tirar o setor da crise. 

Postar um novo comentário

Comentários (15)

  • Anônimo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Antonio Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu tenho certeza que vai acabar em pizza, pois vejamos quem esta investigando, quem fez a indicação dos DASs que estiveram e estão lá. Riva tem moral pra investigar alguma coisa? Quero ver ele é o Bosaipo criarem a CPI das calcinhas? sera que eles tem coragem?
    Essa CPI so vai servir pra eles negociarem mais cargos.

  • Com medo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • fiedor slevenko | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa noticia não é segredo para ninguém, todos sabemos que aqueles que fazem discurso para investigar a sema são os mesmos que possuem cargos estratégicos no órgão. Estão fazendo jogo de cena, e vivem se reunindo para criar fatos novos. Estão brincando com a autoridade máxima do Estado, que já está sabendo desse joguinho para obter mais poder.

  • ademir | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • mauro da silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    como semple no brasillll.termina em pizaa....

  • Nivaldo Costa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0



    Vejo uma grande manobra política para queimar e expor o secretário Luiz Henrique Daldegan. Por quê só agora decidiram criar uma CPI que, na minha visão não dará em nada. Se fosse para investigar de verdade a Sema, teria que começar pela gestão do ex-Moacir Pires, que conseguiu levar a questão ambiental de Mato Grosso a nível nacional. O Daldegan pegou a Sema das mãos do Marcos Machado e acho que o mesmo vem tentando manter o mesmo ritmo de seu antecessor.
    Expões demais o atual secretário e ignoram Moacir Pires. será por quê?. Algo de errado tem nessa estorinha de CPI:

  • fiedor slevenko | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Nivaldo não subestime a inteligência das pessoas, como pode o atual secretário daldegan querer manter o mesmo ritmo do antecessor marcos machado se a primeira coisa que ele fez foi desmanchar a equipe toda do ex-secretário, por sinal, gente de primeira linha da sema, e que hoje estão fora dos cargos e até fora da sema. Outra coisa Nivaldo, o atual secretário é que está se queimando por si só ao preterir técnicos de carreira e entendidos da área por outras pessoas que sequer entendem sobre meio ambiente. o Resultado da opção do secretário é o vexame que aconteceu na assembléia nesta semana.

  • miron ferreira da silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    eu quero ver se eles tem coragem de mostrar em publico o prjeto do parente do governo e envestiga as areas do magi cad as ong para aconpanhar estas denucias anonimas acorda ambiantalistas
    acompanha todos esses prossesos cruzaro os braços para a cpi pra nois tem fiscalizaçao pra eles nao

  • Ricardo dos Santos Dalagnol | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa CPI, é só para dizer que a assembléia esta interessada nos problemas ambientais, todos sabemos que dessa corja de parlamentares ninguem tem idoneidade moral ético para desabonar ninguem, olha ai o Riva que negociou cheques da Assembéia com o comendador Arcanjo, Dilceu Dál Bosco, que teve seu nome veinculado a um de seuus assessores que por incrivél era funcionario de carreira da SEMA e cuidava dos processos do nobre deputado la dentro, tudo uma corja, essa diretoria da SEMA também, tudo indicação do Domingos Savio e seu irmaozinho Cesar Arruda, COITADINHO, correto e denunciado pelos proprios colegas, fecha tudo e poe mais um pouco de orégano e aliche.

Mauro, desgastes e projeto à reeleição

mauro mendes curtinha   Não há como negar que o governo Mauro Mendes (foto) enfrenta forte desgaste por causa das medidas restritivas de combate à Covid e, principalmente, devido à exigência da sociedade de maior investimento e planejamento na Saúde. Por mais que o Executivo divulgue feitos e liste...

Thiago, respaldo da igreja e reeleição

thiago silva _curtinha_400   O deputado estadual Thiago Silva (foto) começa a labuta pela reeleição e não terá uma tarefa fácil pela frente. Thiago faz parte do grupo da Assembleia de Deus, que sempre prioriza o colega de Parlamento Sebastião Rezende, que vai tentar o sexto mandato. Curiosamente,...

2 suplentes já estreiam em Cuiabá

alex rodrigues 400   Com menos de quatro meses de mandato, dois dos 25 vereadores cuiabanos reeleitos no ano passado já pediram licença para abrir espaço a suplentes. Diego Guimarães (Cidadania) se afastou por 30 dias. Em sua cadeira está Maysa Leão, do mesmo partido. Marcrean Santos (PP) pediu afastamento...

Governista 2 e o desafio da reeleição

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto), que conseguiu retornar à Assembleia "sangrando" nas urnas de 2018, impactado pelo desgaste pela defesa intransigente do Governo Pedro Taques, se prepara para atravessar outro purgatório no próximo ano, em busca de mais um mandato. O deputado tucano carrega desgaste...

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...