Últimas

Domingo, 07 de Janeiro de 2007, 09h:16 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

CPI investiga prefeito comunista

     Primeiro prefeito eleito pelo PC do B em Mato Grosso, Zózimo Chaparral, de Barra do Garças, corre risco de ter o mandato cassado. A Câmara Municipal tentou instaurar três CPIs contra o comunista e, com a subscrição de 4 dos 9 vereadores, conseguiu abrir um processo investigatório. Apura as razões que levaram o prefeito a ignorar os requerimentos dos vereadores, através dos quais solicitaram dezenas de informações. Segundo a oposição, nestes dois anos de gestão, Chaparral não respondeu a um requerimento. Só enviou relatórios à Câmara.

    A Comissão Processante (espécie de CPI) é presidida pelo vereador Welinton Marcos (PMDB), com Sônia Nunes (PSDB) de relatora e, Celso Sphor (PPS), de membro. Tem 90 dias para investigar o prefeito. Se constatar que Chaparral está infringindo a Lei Orgânica, deve pedir a cassação do seu mantado. Dos 9 vereadores, 5 (maioria simples) fazem parte da bancada governista.

     O prefeito enfrenta desgaste político. Sua administração é classificada como pífia. Um dos primeiros embates com os vereadores foi o fato de Chaparral ter contratado, sem o processo licitatório, a empresa goiana Evolu Servic para os executar a coleta de lixo. Os vereadores asseguram que, para esse procedimento, o prefeito deveria ter encaminhado um projeto autorizativo à apreciação da Câmara. Já Chaparral alega que não precisava disso, pois trata-se de prestação de serviços. Os opositores, entre eles o vereador Ronaldo Couto (PC do B), ex-aliado do prefeito, tentaram criar uma CPI para investigar o caso, mas o pedido foi rejeitado em plenário por 5 a 4. Alguns vereadores articularam para instaurar outra comissão com vistas a apurar caos na saúde pública em Barra do Garças, inclusive com respaldo do Ministério Público. De novo, não tiveram votos suficientes para viabilizar a CPI.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Francis sem os vereadores do partido

cesare 400 curtinha vereador caceres   A administração Francis Maris em Cáceres se tornou tão emblemática que perdeu apoio dos dois únicos vereadores do seu partido, o PSDB, na Câmara Municipal. Os tucanos Valdeniria Dutra e Claudio Henrique integram hoje o bloco de oposição ao prefeito,...

Gilberto prestigia sobrinho na Câmara

marcelo oliveira 400 curtinha   Depois de 11 meses sem pisar os pés na Câmara Municipal de Cuiabá, o vereador licenciado Gilberto Figueiredo, secretário estadual de Saúde e um dos pré-candidatos a prefeito do grupo do governador Mauro, apareceu neste sábado na sede do Legislativo, no ato que marcou a...

Suplente que terá 2 anos de mandato

adilton da levante 400 curtinha   Derrotado à reeleição em 2016, Adilson da Levante (foto) reassumiu cadeira de vereador pela Capital desde janeiro deste ano e deve prosseguir no cargo até o final do mandato, em dezembro de 2020. É que o titular Gilberto Figueiredo, que se elegeu pelo PSB e vai migrar para o DEM,...

PSDB veta Taques e vai priorizar Leitão

paulo borges 400 curtinha   O comando regional do PSDB não vai dar chance para Pedro Taques, caso este ensaie concorrer ao Senado com a provável suplementar, já no início de 2020 com a iminente cassação do mandato de Selma. Embora tenha dito que hoje se dedica à advocacia e à vida de professor...

Histórico de não que depois vira sim

blairo maggi 400 curtinha   Mesmo Blairo Maggi (PP) falando para todos que não será candidato ao Senado, na eleição suplementar de 2020 com a provável cassação de Selma, ninguém acredita. Nem aqueles que fazem parte dos grupos criados pelo próprio ex-governador e ex-senador. Em outros...

Francis dispara contra Túlio, Adriano...

tulio fontes 400 curtinha   O prefeito de Cáceres, Francis Maris, que chegou dos EUA na última quinta, aproveitou dois eventos para, publicamente, disparar sua metralhadora verbal contra algumas pessoas. Na sexta, inaugurou uma unidade do Centro de Testagem e Aconselhamento e fez abertura do Natal de Luzes, no centro. Nas duas...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.