Últimas

Domingo, 18 de Maio de 2008, 19h:55 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

MEIO AMBIENTE

Crédito verde só sai em junho; Maggi protesta

 O Ministério da Agricultura já estuda a possibilidade de amenizar à medida que proíbe agricultores e pecuaristas de receberem créditos devido o desmate ilegal. Lula assinou, em dezembro, decreto que já previa restrições ao crédito na Amazônia. A medida foi regulamentada através de resolução do Banco Central, que determinou que as restrições ao crédito oficial na Amazônia a partir do pedido de licença ambiental já valeriam, de forma facultativa, a partir deste mês e, de forma obrigatória, a partir de julho.
 
  O governador Blairo Maggi é um dos que condenam as exigências de regularidade ambiental à concessão de crédito na Amazônia. Em entrevista à Folha de S. Paulo deste domingo, o rei da soja alerta que essas restrições provocam retrocesso na produção agropecuária na Amazônia, caso não consiga ter acesso a financiamentos de instituições públicas.

  Em 2006, conforme o Anuário Estatístico do Crédito Rural, as atividades agropecuárias na Amazônia receberam R$ 2,96 bilhões em créditos. Destes, R$ 1,4 milhão foi para Mato Grosso, sendo R$ 484,4 em projetos voltados à pecuária e, R$ 950,5 mil à agricultura.

  •  Clique aqui e confira a reportagem ou aqui e aqui (para assinante Folha)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Roberto luis ferreira nardes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ÓTIMA MEDIDA DO GOVERNO FEDERAL. NÃO DÁ MAIS PARA CONTINUAR FINANCIANDO A DEGRADAÇÃO AMBIENTAL DAS NOSSAS FLORESTAS. QUEM DESMATOU ÁREA DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE, RESERVA LEGAL, E POSSUI PASTAGENS DEGRADADAS E/OU ABANDONADAS EM SUAS PROPRIEDADES JAMAIS DEVERIAM OBTER FINANCIAMENTO PÚBLICO OU PRIVADO ENQUANTO NÃO REGULARIZAR TAL SITUAÇÃO. AO MESMO TEMPO, O GOVERNO FEDERAL PODERIA FISCALIZAR OS PLANOS DE MANEJO FLORESTAL QUE ESTÃO SENDO APROVADOS NA SEMA A TOQUE DE CAIXA, MUITOS SEM SUSTENTABILIDADE NENHUMA, SENDO NA VERDADE UM DESMATAMENTO SELETIVO.

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...

Promotor recebe medalha do Exército

Mauro Zaque curtinha   O promotor de Justiça Mauro Zaque (foto) foi condecorado com a medalha do Exército Brasileiro na manhã desta segunda (19), no dia da instituição. A solenidade é considerada a segunda maior do Exército Brasileiro, foi reservada por conta da pandemia e contou com a...

Sema reabre os parques em Cuiabá

mauren lazzaretti sema 400   Fechados desde 1º de abril, em obediência às regras de decreto municipal, que suspendiam as atividades coletivas, os parques estaduais urbanos de Cuiabá reabrem nesta segunda (19) para utilização pelo público. Será possível acessar as tradicionais trilhas...