Últimas

Terça-Feira, 20 de Fevereiro de 2007, 10h:46 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

JUDICIÁRIO

Cunha lidera em julgamento de processos

   De oito desembargadores que compõem a Segunda Câmara Criminal,  Paulo da Cunha foi o que mais julgou processos no ano passado. Foram 982, sendo 317 como relator, 126 como revisor e 539 como vogal. Em segundo aparece o desembargador Manoel Ornellas, com 922 (323 como relator, 85 como revisor e 514 na condição de vogal). Ele havia recebido 60 processos do exercício anterior (2005).

      De acordo com o demonstrativo de atividades dos magistrados, o terceiro colocado em número de processos julgados da Segunda Câmara Criminal é Carlos Roberto Correia Pinheiro (855), seguido de Omar Rodrigues de Almeida (711).

   Já na Primeira Câmara Criminal, a campeã é a desembargadora Shelma Lombardi de Kato. No ano passado, ela julgou 253 processos. No geral, a magistrada assinou 782 decisões, sendo 253 como relatora, 64 como revisora e 465 como vogal. Em segundo aparece Graciema Ribeiro Caravellas (272 como relatora, 69 como revisora e 391 como vogal), seguido por Rui Ramos (238 relatoria, 53 revisão e 491 vogal) e Adilson Polegato de Freitas (186 relatoria, 59 revisão e 458 vogal).

    Dentro do organograma do Tribunal de Justiça, os desembargadores atuam na 1ª, 2ª e 3ª Câmaras Cíveis e Cíveis Reunidas e também na 1ª e 2ª Câmaras Criminais e Câmaras Criminais Reunidas.

     Confira abaixo o demonstrativo de produtividade dos magistrados referente àpenas à Segunda Câmara Criminal







Ano-2006

VOTOS PROFERIDOS

TOTAL


MAGISTRADOS


RELATOR

REVISOR

VOGAL


MANOEL ORNELLAS DE ALMEIDA

323

85

514

922


PAULO DA CUNHA

317

126

539

982


OMAR RODRIGUES DE ALMEIDA

261

53

397

711


DÍOCLES DE FIGUEIREDO

0

0

32

32


JOSÉ SILVÉRIO GOMES

0

0

1

1


CARLOS ROBERTO CORREIA PINHEIRO

284

99

472

855


CIRIO MIOTTO

0

0

52

52


TOTAL

1185

363

2007

3555

Fonte: Tribunal de Justiça

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Ação de promotor e volta de restrições

Adalberto Ferreira   O promotor de Justiça Adalberto Ferreira garante que prefeito de Juscimeira Moisés dos Santos não havia editado nenhum decreto endurecendo as regras de restrições à pandemia do coronavírus antes do MPE propor ação na Justiça. Ao falar sobre nota publicada...

Oséas agora está nas mãos de Abílio

oseas machado 400 curtinha   Oséas Machado (foto) conseguiu derrubar Abílio Júnior, a quem denunciou por quebra de decoro parlamentar, e assumiu a cadeira deste na Câmara da Capital. Agora, o cassado se articula para dar o troco. O problema é que ambos estão no PSC. Oséas quer buscar a...

Decreto "anula" o MPE em Juscimeira

moises 400 juscimeira curtinha   Em Juscimeira, o promotor de Justiça Adalberto Ferreira recorreu à Justiça de forma desnecessária. Pleiteou e conseguiu uma liminar para suspender um decreto do prefeito Moisés dos Santos que, segundo a ação, havia reduzido as medidas de isolamento social, permitindo...

Kero-Kero quer levar Abílio para Pode

wilson kero kero 400 curtinha   Na contagam regressiva do prazo para o troca-troca partidário - vence em 3 de abril para quem pretende ser candidato em outubro deste ano -, o vereador Wilson Kero-Kero (foto), do PSL e um dos opositores à gestão Emanuel Pinheiro em Cuiabá, está fortalecendo o Podemos. E se...

ECSP explica confusão com Marcrean

marcrean 400 curtinha   A Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP) emitiu nota sobre a suposta “carteirada” do vereador Marcrean Santos (foto) no HMC. Ele foi pivô de confusão e um vídeo viralizou nas redes sociais. Segundo a ECSP, o parlamentar foi até o local pedir informações...

PL quer suspender dívidas das cidades

max russi curtinha 400   Ex-prefeito de Jaciara, o deputado Max Russi (PSB) apresentou projeto que visa suspender os pagamentos das dívidas dos municípios com o Estado, durante o período de calamidade pública que foi decretado pelo governo por causa da pandemia do coronavírus. Max ressalta que MT não deve...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.