Últimas

Terça-Feira, 13 de Novembro de 2007, 01h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

DEBATE

Dados da educação reprovam Maggi e Ságuas

   Mesmo que propaguem investimentos na rede física e na capacitação profissional, os números reprovam o governador Blairo Maggi e o seu secretário de Educação, deputado Ságuas Moraes, militante de um PT que tem mania de dizer que sabe os caminhos que conduzem aos projetos educacionais de "sucesso". O Estado figura entre as piores estatísticas quanto à qualidade do ensino. A culpa não é totalmente do governo atual. Recai também sobre seus antecessores, como Dante de Oliveira (1995/2002), Jaime Campos (91/94) e Carlos Bezerra (87/90), entre outros.

    A repercussão negativa em todo o país ganhou contorno com duas reportagens no Fantástico (Rede Globo), levadas ao ar no domingo (11). Uma, por meio de um provão, apontou duas instituições de Cuiabá cujos alunos submetidos aos testes tiraram as piores notas - veja aqui. Uma outra reportagem mostra uma escola municipal construída a pau-a-pique em Nossa Senhora do Livramento - aqui. Uma vergonha nacional.

   Ao invés de buscar alternativas, Ságuas preferiu emitir uma nota. O governador também colocou em xeque o grau de confiabilidade no provão. Assim, ambos sentaram em cima dos problemas. Além disso, a Capital cuiabana aparece como a quarta pior capital brasileira no desempenho do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem, em 2006). Mostra, dessa forma, que as políticas educacionais adotadas no governo Maggi estão reprovadas.

    No controle de um orçamento de R$ 800 milhões por ano, o secretário Ságuas terá de explicar os rumos da educação no Estado. Assim que tomou posse, prometeu melhorias nos indicadores nacionais na Prova Brasil e no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica. O efeito está sendo contrário. O PT prova do próprio veneno.

   Cerca de 50% das 643 escolas estaduais não possuem bibliotecas e, quando há, o acervo de livros limita-se a doações da comunidade ou daqueles enviados pelo Ministério da Educação (MEC). Nas unidades da rede municipal a realidade é a mesma. As instituições, em sua maioria, não têm infra-estrutura adequada e muito menos acervo diversificado.

     O Estado está longe de atingir as metas brasileiras do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), criado pelo governo federal para medir a qualidade da educação oferecida no Brasil. Os 3,6 pontos alcançados em 2005 estão abaixo da média nacional (3,8 pontos) e devem subir para 5,5 até 2021. Não se tem uma política pedagógica definida, diretrizes e metas. Estamos todos com notas vermelhas.

Postar um novo comentário

Comentários (25)

  • ANA LUIZA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    AGORA EU QUERO VER SE O GOVERNADOR VAI ENTRAR NA JUSTIÇA CONTRA A REDE GLOBO, POIS CADA VEZ QUE O SINDICATO FAZ ALGUMA REIVINDICAÇÃO, ELE( OU SEJA, SEUS ADVOGADOS) ENTRAM NA JUSTIÇA E É CLARO, TODOS OS JUÍZES QUE JÁ SÃO COMPRADOS ANTECIPADAMENTE, DÃO PARECER FAVORÁVEL. NUNCA ESSE BOTINUDO DISCUTIU A EDUCAÇÃO, ALIÁS ELE NÃO TEM EDUCAÇÃO. DEPOIS DE TODOS OS ESCÂNDALOS DOS ÚLTIMOS ANOS, AGORA É A VEZ DA EDUCAÇÃO. DEMOROU, MAS APARECEU O RESULTADO DO DESCASO DO "REI DO DESMATAMENTO". TAMBÉM, UM GOVERNO QUE SÓ DÁ MAU EXEMPLO NA QUESTÃO AMBIENTAL, DEVE SER ANALFABETO DE PAI, MÃE E PARTEIRA. COM CERTEZA ELE VAI MANDAR SEUS ADVOGADOS DISCUTIR OS PREJUÍZOS NA EDUCAÇÃO.

  • ANTONIO CARLOS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Olha , induscutivelmente foram ruins os dados que se apresentou no fantastico ao qual reportagem assistir ...mais convenhamos ter Ana Carla Muniz de secretaria de Educação por quase quatro anos deveremos ter 12 para nos recuperarmos

  • Rita | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa realidade do nosso estado é uma vergonha. Como pode ainda cobrarem impostos dos cidadãos?
    Precisamos de saúde, de segurança e de educação, sem isso não justifica a altissima carga tributaria que nos é cobrado.
    Além desse agravante ainda temos que pagar passe livre para os estudantes, para fazer o que na escola? Ou será que usam para ir a outros lugares, é porque não é possível frequentar uma escola e ir tão mal em uma prova.
    Gente, precisam ter dó de quem sustenta essas barbaridades. Vergonhas que todos sabiam só não queriam enchergar. Agora esta ai para o mundo inteiro ver que em Mato Grosso um estado gigante, rico e principalmente de pessoas sem estudo.
    Queria ser um avestruz!!!!

  • Antonio Joao | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse governo nao mostrou para que veio. Se a Educação esta assim, imagina outros setores (estradas, saúde, assistencia.... etc) Parece que ele esta preocupado somente com o setor de Grâos. Aqui em Rond. o pefeito dele não vai decolar em 2008.

    Abre o Olho companheiro........ Fota Butenudos.

  • jovaine rubstein | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É extremamente preocupante esses dados sobre a educação não só de Cuiabá, mais do Brasil em Geral. Todavia, querer imputar essa responsabilidade a quem está a oito meses a frente da Pasta da Educação, como faz o Site RDNEWS, é irresponsabilidade. Não sou petista e nunca votei no LULA. Mais acredito muito na Gestão do DR. Ságuas. Acredito que ele seja um homem de bem, a não ser que ele venha a me surpreender no futuro. Agora, o Governo Blairo Maggi, assim como, Ana Carla Muniz têm responsabilidade sobre a atual situação do ensino. Um está à cinco anos no Governo e a outra esteve a quase quatro anos no comando da Educação. E a realidade é que com execessão da rede física e a modernização da Sede da Secretaria, quase nada foi feito de concreto para a melhoria da qualidade do ensino em Mato Grosso, salvo melhor juízo.

  • seilia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Isso e pura verdade, a Educação esta cada dia pior, tenho um sobrinho de 10 anos q os pais esta brigando na escola para não passar o aluno, ele não sabe ler direito nem escrever e a escola diz que ele é um bom aluno. Na verdade ele é um bom aluno mas não tem a qualificação para passar para 5ª serie.

  • Regis Rodrigues Ribeiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Até que enfim aparece uma pesquisa verdadeira, ou seja, uma que mostra que esse (des)governo NADA FAZ DE BOM.
    Para se ter certeza de que não o faz realmente, é só contratar esse mesmo Instituto de pesquisa e se pesquisar outros órgãos, aí sim se verá que esse (des)governo apenas DESGOVERNA, piora o que já é ruim e estraga que há de bom.

    MUDANÇA JÁ!!!!!!!!!!!!!!

  • Deni Silveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pensei bastante em comentar essa notícia e o internauta Rondonópolis disse tudo, isso é reflexo dá falta de compromisso com a Educação da Secretária Ana carla Muniz. Muita vergonha para nós de Mato Grosso. Muita atenção Secretário Ságuas vá visitar todas as escolas que puder e trabalhe muito.
    Boa sorte!!!

  • Marcos Tavares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Os problemas brasileiros tem grande parte da solução à partir da Educação. Se estão fazendo isto com a Educação, imaginem o que desejasm os governantes. Que profissionais teremos num futuro muito breve? Medicos que matam, engenheiros que provocam desastres, magistrados que mal sabem ler,.... Apenas ladrões e corruptos não precisam de escola, eles é que se darão bem. O POVO PRECISA IR ÀS RUAS DIZER "BASTA". Esta provado, a reeleição é um grande equivoco do sistema político brasileiro. Ninguém deveria ter cargo vitalício ou ser reeleito. BLAIRO MAGGI, QUEM DIRIA!

  • marta | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Trabalhei com a Ana Carla e pude ver que ela é ao menos honesta. Tirou da SEDUC os ladrões do almoxarifado e a ineficacia, cortanto em 3 meses aproximadamente 2 milhões de gastos desnecessarios.

    Concordo com o Romilson. Os PTistas se dizem a solução para todos os problemas da educação e agora sentem o seu próprio veneno.

    A culpa nao é de Ana Carla ou Saguas.. Mas dos governadores, pois estes sao quem decidem o quanto de dinheiro vai para cada secretaria..

    O Blairo é errado, Dante, Jaime, Julio, Bezerra.. É uma sucessao de erros que ja podemos ver que nao acabou no governo maggi. Pode até ter começado a mudar com a Ana Carla, mas nao significativamente.

PTB perdeu uns, mas ganhou outros

emanuelzinho 400   Em Várzea Grande, enquanto alguns militantes do PTB, puxados pelo secretário jaymista Silvio Fidelis foram para os braços do candidato a prefeito Kalil Baracat (MDB), que tem Hazama (DEM) de vice, militantes de outras legendas decidiram abraçar a candidatura do petebista Emanuelzinho (foto). São...

PT de Cuiabá passivo; ROO, autêntico

kleber amorim 400 curtinha   O PT de Rondonópolis se organizou melhor, mobilizou a militância, se tornando mais autêntico do que o núcleo petista de Cuiabá. Para se ter ideia, o partido, numa posição de coragem e levando preocupação ao prefeito Zé do Pátio, que tinha...

DEM é "suprapartidário" em Cuiabá

wilson santos, 400 curtinha   Para uns, o DEM de Cuiabá se tornou "suprapartidário". Para outros, um partido de aluguel. Além de não ter cabeça de chapa para prefeito, o partido do governador Mauro e dos irmãos Júlio e Jayme Campos enfrenta uma situação inusitada de concorrentes...

Diretório do Podemos-VG dissolvido

mara podemos curtinha 400   A direção estadual do Podemos, sob o deputado José Medeiros, destituiu o diretório municipal de Várzea Grande e anulou o encaminhamento para apoio a Kalil Baracat a prefeito. Agora sob comando provisório da professora Wilcimara Carnelós, a Mara (foto), que está na...

Silvio provoca debandada no PTB-VG

silvio fidelis 400 curtinha   Silvio Fidélis (foto), afilhado político de Chico Galindo e que se tornou fiel escudeiro da prefeita várzea-grande Lucimar Campos, de cuja gestão é secretário de Educação, provocou debandada geral no PTB local. Inconformado com a decisão de Emanuelzinho de...

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.