Últimas

Sexta-Feira, 02 de Outubro de 2009, 16h:13 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

VÁRZEA GRANDE

Dae formula novo edital e aguarda visita técnica de Julier

   A Prefeitura de Várzea Grande, sob o republicano Murilo Domingos, já montou a nova Comissão de Licitação, confeccionou um modelo de edital e encaminhou ao TCE para que seja avaliado pelo órgão antes da publicação. O objetivo, segundo o presidente do DAE, Jeverson Missias, é evitar que o processo licitatório seja questionado e as obras embargadas. “A população não vai aceitar nova paralisação por causa de supostas irregularidades nas licitações. Queremos ter o aval do TCE para que nenhuma nova surpresa ocorra”, pondera o presidente do DAE.

   A prefeitura aguarda também uma resposta da Justiça sobre o pedido de liberação, em caráter de urgência, de R$ 2 milhões dos recursos das obras do PAC e de outros R$ 26 milhões de maneira paulatina. A proposta foi encaminhada a 1ª Vara Federal, sob Julier Sebastião da Silva. “Ele (Julier) fará uma inspeção nas obras no próximo dia 16 e já estamos programando o etinerário”, conta Missias. A data para a visita técnica foi oficializada por meio do despacho de Julier entregue nesta quinta.

    No mesmo despacho, o magistrado responde aos pedidos da prefeitura do segundo maior município do Estado. Ele pede que a Caixa Econômica Federal, Tribunal de Contas da União, a CGU e o Ministério Público Federal se pronunciem em três dias sobre o pedido de Várzea Grande e marca a inspeção judicial para o dia 16 às 9h30.  Pela proposta da prefeitura, as novas licitações seriam feitas em três etapas. As prioridades elencadas pela administração é a finalização do sistema de abastecimento de água da região do São Simão – veja mais aqui.

   Segundo levantamento feito pelo Dae, apenas 11% da cidade possuem rede de tratamento de esgoto. O abastecimento de água no município é outro grave problema. Atualmente, 40% da cidade possui redes de abastecimento, entretanto, a grande maioria da população reclama da falta de água. As obras do PAC prevêem investimentos de R$ 156 milhões no segundo maior município do Estado. A expectativa é de que Várzea Grande amplie os percentuais de abastecimento de água e tratamento da rede de esgoto para 90% do município. As obras foram embargadas em 10 de agosto, depois que a Polícia Federal desencadeou a Operação Pacenas e prendeu 11 pessoas, entre advogados, empreiteiros e servidores acusados de fraudar processos licitatórios em Cuiabá e Várzea Grande. 

   O segundo maior município do Estado já realizou duas licitações para o PAC: uma no fim de 2007, quando o TCU anulou o edital alegando direcionamento, além de superfaturamento de preço, e a outra foi no ano passado. A última foi alvo de investigações da PF quando ficou comprovada a participação dos servidores Jaqueline Favetti e Milton Nascimento, membros da comissão de licitações de Várzea Grande, no suposto esquema fraudulento. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • vitor do carrapicho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    deixa o homem trabalhar!!!!!,ele é bom no que faz,merece e faz por merecer...

Taisir coordena campanha de Eliene

taisir karim 400 curtinha   O ex-reitor da Unemat e uma das lideranças do PSD na região Oeste, Taisir Karim (foto), que chegou a se lançar de última hora como pré-candidato a prefeito de Cáceres, mas logo em seguida recuou, será o coordenador-geral da campanha de Eliene Liberato (PSB), atual...

Inaugurados 67 km de asfalto da 020

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes (foto) inaugurou nesta 5ª a pavimentação de 67,5 km da MT-020, entre Paranatinga e Canarana. Essa estrada faz parte do pacote de obras que foi retomado e já concluído nesta gestão. Foram investidos R$ 45 milhões do governo estadual. O...

Saggin critica "ditadura" e apoia Raye

paulo raye 400 curtinha   O empresário e advogado Sandro Saggin, que desistiu da candidatura a prefeito de Barra do Garças e agora apoia Paulo Raye (foto), do Pros, explica que em nenhum momento os diretórios estadual e nacional do Podemos, de cujo partido é filiado, encaminharam qualquer orientação aos...

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.