Últimas

Sexta-Feira, 16 de Maio de 2008, 10h:56 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

MEIO AMBIENTE

Daldegan volta a contestar Inpe para senadores

  Após visitar Sinop e Alta Floresta, a comissão externa do Senado discute nesta sexta (16) na Assembléia Legislativa os problemas ambientais enfrentados atualmente pelo Estado. A comissão é presidida temporariamente pelo senador Jaime Campos (DEM), responsável por trazer a comitiva a Mato Grosso. O objetivo é discutir o desenvolvimento sustentável junto aos setores agropecuário e madeireiro.

  O secretário de Estado de Meio Ambiente, Luis Daldegan, foi convidado a esclarecer as ações do governo na área. Ele voltou a afirmar que houve redução no desmatamento e em uma apresentação eletrônica contestou, mais uma vez, os dados do Instituto Nacional de Pesquisa Espaciais (Inpe)
 
  Daldegan explicou que o Deter, satélite utilizado pelo Inpe para detectar o desmatamento, não analisou o corte raso, portanto não se justifica os dados divulgados pelo Ministério de Meio Ambiente no começo deste ano, que colocou 19 municípios de Mato Grosso na lista das 36 cidades que mais devastam.

  Participam da audiência o senador Gilberto Goellner (DEM), o governador Blairo Maggi (PR), e os deputados federais Wellington Pereira (PR), Homero Pereira (PR), Carlos Bezerra (PMDB), e os estaduais Sérgio Ricardo (PR), José Riva (PP), entre outras autoridades. (Alline Marques)

(Às 11h28) - Senador de Rondônia critica ministro
 
  O senador Expedito Júnior (PR/RO) disse que o comentário do novo ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, sobre o governador Blairo Maggi foi infeliz e anti-democrático. Minc disse que Maggi seria capaz de plantar soja até nos Andes.

 “Porque ele não fala sobre agir no Ministério do Meio Ambiente, como vai destravar o Ibama, que é um órgão que não funciona. Ele perdeu a oportunidade de mostrar suas ações ao invés de se preocupar com o governador Blairo Maggi”, questiona.

(Às 11h35) Federais precisam de segurança, diz Riva

  O deputado José Riva solicitou ao governador Blairo Maggi (PR) para que reforce a segurança dos policiais federais na região de Sinop, porque eles estão sendo constantemente ameaçados. “O clima é de abusos e brigas. Os policiais correm riscos e são ameaçados o tempo todo. Eles precisam de segurança”, destaca.

(Às 12h03) - Rui Matos pede suspensão da Arco de Fogo

  O presidente da Famato, Rui Matos, pediu a suspensão imediata da Operação Arco de Fogo, deflagrada ainda em março deste ano e tem caráter permanente. Agentes da Polícia Federal, do Ibama e da Força Nacional atuam nos estado de Mato Grosso, Goiás e Rondônia para impedir o desmate ilegal.

  Rui Matos disse também que irá pedir a retirada dos 19 municípios mato-grossenses da lista do desmatamento e também a interrupção do decreto que impede o envio de subsídios para madeireiras do estado. Segundo ele, o governo do estado já comprovou que os dados do Inpe não são verdadeiros.

  Matos criticou a Rede Globo, que segundo ele vem realizando campanhas publicitárias que denigrem a imagem do agronegócio. “O que eles fazem é uma lavagem cerebral contra o agronegócio através das propagandas da Rede Globo. Não podemos admitir essa situação”, rebate.

(Às 12h13) - Prefeito diz que fazendeiros sofrem ameaças

  O prefeito de Querência, Fernando Gorgen (PR), contou que os fazendeiros estão sendo ameaçados para assinar multa e perder os subsídios. “Muitos fazendeiros procuram a Prefeitura para reclamar. Eles não querem assinar as multas, mas lhes é colocada uma arma na sua cabeça, e eles são obrigados a assinar e perder os créditos”, relata.

  Gorgen disse ainda que somente dois fazendeiros desmataram de forma ilegal na cidade e não é justo que todos paguem pelo erro dos outros. Ele também afirmou que os produtores querem se legalizar, mas os critérios ficam cada vez mais complicados. “Queremos legalizar nossa situação e podem ter certeza que os municípios atingidos são os maiores promissores”, destaca.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Germano Souza Cruz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Depois desta defesa do secretário de Meio Ambiente/MT, Daldegan, NÃO HÁ DÚVIDAS DE QUE ELE É MAIS UM EMPREGADINHO DE BLAIRO MAGGI(empresas AMAGGI), que só defende o que interessa à seu patrão. O Ministério Público deveria estar vendo isto e se manifestar, afinal, não é coerente colocar o ASNO para cuidar do celeiro.

Briga eleitoral de parentes em General

renato vilela 400 general carneiro   A briga política, jurídica e eleitoral na pequena General Carneiro, de 14 mil habitantes, está acirrada e envolve, em palanques diferentes, grupos com vínculos familiares. São dois na disputa pela prefeitura. A ex-prefeita Magali Vilela desistiu de tentar de novo o teste das...

Ataques a EP e o revide dos amigos

fabinho 400 curtinha   O empresário Fábio Martins Defanti, o Fabinho Promoções (foto), que em 2016 disputou para vereador e perdeu, está sendo bombardeado de críticas em grupos de WhatsApp, inclusive pelos próprios amigos, por causa de comentários, gravados em dois vídeos, com um...

Luizão e 10 promessas em cartório

luizao 400   O empresário Luizão (foto), candidato a prefeito de Rondonópolis pelo Republicanos, registrou em cartório 10 comprimissos de gestão, garantindo, em caso de eleito, executá-los logo no primeiro mês de mandato. O primeiro deles é de zerar a fila de consultas, exames e cirurgias. E...

Ex-secretários de França sem mácula

roberto franca 400 curtinha   A assessoria jurídica da coligação de Roberto França (foto), que concorre à Prefeitura de Cuiabá pelo Patriota, classifica de mentirosa e irresponsável a notícia de que ex-secretários de França, da época em que comandou a Capital, de 1997 a...

Líderes de Lucas e apoios ao Senado

otaviano pivetta curtinha 400   As principais lideranças políticas da "República" de Lucas do Rio Verde estão divididas nos apoios sobre candidaturas ao Senado. O vice-governador Otaviano Pivetta (foto), recém-desfiliado do PDT, faz campanha pela coronel Rúbia Fernanda (Patriota), propagada como a candidata...

Reeleição difícil em Barra do Bugres

raimundo nonato 400   Aos 81 anos, o piauiense de Campo Maior, Raimundo Nonato (foto), busca renovar o mandato de prefeito de Barra do Bugres pelo DEM. Embora considerado carismático e populista, pioneiro no município e ajudado pela força da máquina pública, Nonato, que já foi prefeito nos anos 82 e 90,...

MAIS LIDAS