Últimas

Terça-Feira, 24 de Novembro de 2009, 16h:54 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

ARTICULAÇÃO

De olho em 2010, Mendes apresenta projeção da indústria

   O presidente da Fiemt, empresário Mauro Mendes, vai apresentar um estudo econômico inédito referente aos últimos dez anos da indústria de Mato Grosso e o impacto do setor no desenvolvimento do Estado, nesta quarta (25), às 14h. Além de Mendes, a projeção de perspectivas e desafios será repassada pelo diretor e presidente do Conselho Temático Econômico e Tributário da Fiemt, Gustavo de Oliveira, e pelo assessor econômico da instituição, Carlos Vitor Timo.

   Mauro Mendes se reelegeu presidente da Fiemt em 31 de julho deste ano. Com a proposta de continuar consolidando a instituição junto ao governo e à sociedade, Mendes vai ser empossado no cargo na próxima quinta (26), onde permanece até 2012. Ele está de olho nas eleições do ano que vem, quando deve disputar o Palácio Paiaguás.

   O empresário, que levou o prefeito cuiabano Wilson Santos (PSDB) ao segundo turno no pleito do ano passado, é tido como espécie de terceira via nas eleições de 2010. Mendes, que saiu do PR e foi para o PSB, enfrenta a ira de alguns integrantes da turma da botina, grupo mais ligado ao governador Blairo Maggi, por causa dessa decisão de mudar de agremiação. Mesmo assim, apesar de não confirmar sua pré-candidatura, nos bastidores se articula para eleger-se governador no ano que vem.

   Pesquisas qualitativas, inclusive, detectaram junto aos eleitores se tratar de alguém com bom perfil para cargo no Poder Executivo. Mendes acredita que correndo por fora, em meio à polarização das candidaturas do vice-governador Silval Barbosa (PMDB) e do prefeito Wilson Santos, consiga marcar posição e provocar uma eleição de dois turnos. Mendes deve trazer prejuízos eleitorais principalmente a Silval, nome apoiado pelo Palácio Paiaguás, sob liderança de Maggi. Santos também tende a perder aliados já que Mendes tem como principal base a Baixada Cuiabana, onde também se concentra a maioria do eleitorado do prefeito. (Flávia Borges)

Postar um novo comentário

Comentários (14)

  • pedro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    MATO GROSSO PRECISA DE UM SUCESSOR IGUAL A MENDES, EMPRESARIO FIRME E QUE VAI DIREGIR ESSE ESTADO COM AUSTERIDADE
    ALINHANDO EMPRESARIO E POLITICO COMO BLAIRO FEZ.MAIS OITO ANOS ASSIM E ESSE ESTADO COMEÇA A MELHORAR PRECISAMOS DE ADMINISTRADOR E NÃO DE POLITIQUEIROS

  • trem bala | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Rita Ferreira Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É lamentavél se a população Matogrossense escolher Mauro Mendes como governador, é a mesma coisa de andar para trás. enfim
    Quem cuida bem de cuiabá pode cuidar de um estado inteiro!
    Aguarde Wilson você será nosso em 2010!

    sou membro de atividades comunitárias em prol de uma educação popular!

  • Atonio de Jorge Almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O MAURO MENDES É O ÚNICO QUE REPRESENTA A RENOVAÇÃO POLÍTICA E ADMINISTRATIVA EM MATO GROSSO!

    OS OUTROS QUE ESTÃO SE APRESENTANDO COMO CANDIDATOS JÁ FORAM TESTADOS E REPROVADOS!

    UM FAZ CAMPANHA NOITE E DIA A TIRACOLO DO GOVERNADOR E NÃO CONSEGUE ATINGIR 20% DAS INTENÇÕES DE VOTO NAS PESQUISAS...

    O OUTRO NÃO DÁ CONTA DE ADMINISTRAR CUIABÁ: É PAC QUE NÃO ANDA, É SAÚDE NA UTI, TRANSPORTE COLETIVO CAÓTICO, É LIMPEZA PÚBLICA SEM LICITAÇÃO...

    ESSE MAURO VAI SER GOVERNADOR!!

  • Samantha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Já tivemos políticos de carreira por muitos anos no poder para dirigir o Estado de Mato Grosso.
    Estamos no segundo mandato de um governo que veio para ser diferente e não desejou muito a desejar. Acredito que a candidatura do Mauro Mendes seja a 3ª via que dará folego para o nosso Estado. Vamos desfazer dos políticos que fazem o exercício dos mandatos uma profissão. MAURO MENDES: seja candidato porque o meu voto já é seu.

  • Jacyara - Só lembrando | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    MAURO MENDES, está para Blairo, seu padrinho politico, como Judas para Cristo.
    è dificil admitir um goiano traira, la na minha terra isso é muito dificil, mas talvez seja os ares que possibilitaram que esta criatura ganhase asas.
    Fica agora em cima do muro se colocando em posição dubia junto aos detratores de Maggi e junto a Piveta.
    Que falta de imaginação em apresentar este vaso com defeitos como uma solução, para um estado que quer trilhar o caminho da paz e da correção.
    Triste figura.

  • moises | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    mendes e unico que representa a renovação os demias sao as mesmiçe de sempre

  • messias di caprio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Este moço seria sim um bom governador,é trabalhador tem história e vejo em seus olhos sinceridade, se ele ficar em um possivel segundo turno com o wilson santos estariamos editando uma espécie de terceiro turno da capital ai meu caro, daria mauro mendes. o mauro alem de todos esses predicados esta muito preparado para ser governador de mato grosso.

  • Paulo Sérgio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Muito importante esta análise do setor industrial matogrossense na última década.
    Espero que Mauro Mendes mostre claramente como este setor deu uma guinada com a política de desenvolvimento agro-industrial do governo DANTE DE OLIVEIRA, que através de programas como do algodão, do couro, da madeira mudou a cara do Estado. Importante também falar da energia, insumo fundamental para se industrializar. Muitas cidades não tinham energia a 10 anos atras.
    Mas espero também, que Mauro Mendes, socialista convicto, aborde a questão da distribuição da renda no setor industrial. É preciso defender a socialização do setor industrial. Isso é socialismo.
    Por favor Mauro, não traia nossos principios marxistas.

  • eduardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    primeiro o senhor empresário mauro mendes vai ter que se tornar elegível até 2010, o que é muito pouco provável, segundo, o senhor politico candidato derrotado mauro mendes vai ter que explicar aqueles escândalo de compra de votos de uma turminha do prtb, que mudaram em última hora para apoiar mauro mendes divulgado através de um video que se tornou escândalo nacional de compra de votos. aliás, tem que explicar porque que um desses ex-candidatos derrotados do prtb envolvido no escândalo e que hoje está empregado na fiemt, esquisito não? terceiro, o empresário mauro mendes tem que explicar também para a sociedade sobre o episódio pacenas quanto aquela gravação monitorada pela policia federal no qual ele conversa com um empresário, depois preso na operação denominada pacenas, numa clara demonstração de que o senhor mauro mendes estava sabendo de esquemas no setor de construção nos projetos do pac, mas, que, inexplicavelmente, não denunciou o esquema, muito esquisito não? o senhor mauro mendes vai ter que explicar porque que logo depois daquela viagem aos estados unidos com o governador blairo maggi, poucos dias depois, ele pede desfiliação do partido do governador, o pr, para filiar no psb, partido também aliado cegamente ao governo dos botinudos, muito estranho não? será que alguém acredita que a sua desfiliação não foi armada, pensada lá fora nos estados unidos, para tentar minar a base eleitoral da baixada, para desesperadamente tentarem forjar um 2º turno forçado em 2010? bom, vou ficar por aqui, embora teria outras perguntas que o senhor mauro mendes vai ter que responder caso ele pleiteie realmente ser candidato, caso contrário, o povo não vai dar a mínima a esse cidadão, encastelado na burguesia, que sequer conhece os bairros de cuiabá (isso ficou patente as eleições), sua realidade social e suas manifestações culturais (aquela do siriri e cururu foi trágica!) e está envolvido até o pescoço com os indices de desmatamento e queimadas no estado nestes últimos anos, afinal o senhor mauro mendes é o presidente da federação das industrias, do setor madeireiro, dentre outros, responsáveis pelo enorme passivo ambiental existente no estado de mato grosso, e não será plantando umas mudinhas na margem do rio cuiabá que vai mudar o seu comprometimento com a degradação ambiental patrocinada pelo atual governo. vai explicar maurinho???

Silvio provoca debandada no PTB-VG

silvio fidelis 400 curtinha   Silvio Fidélis (foto), afilhado político de Chico Galindo e que se tornou fiel escudeiro da prefeita várzea-grande Lucimar Campos, de cuja gestão é secretário de Educação, provocou debandada geral no PTB local. Inconformado com a decisão de Emanuelzinho de...

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.