Últimas

Sábado, 29 de Março de 2008, 12h:24 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

EXECUTIVO

De olho na reeleição, Miotto dá aumento de 24%

 Prefeito do PP anuncia o 3º reajuste ao funcionalismo

 O prefeito de Pontes e Lacerda, Newton Miotto (PP), resolveu fazer a política da boa-vizinha com o funcionalismo. Com 3 anos e 3 meses de mandato, ele já concedeu aumento de salário 3 vezes. O último foi anunciado nesta sexta (28), faltando 90 dias para ter o seu nome aprovado em convenção em busca de um novo mandato. Segundo o prefeito, o aumento médio de 24% já tem validade para a folha de abril. Em alguns casos, o reajuste chegará a 39%. Argumenta que desta vez considerou a correção da inflação desde 1999 e o reenquadramento da categoria por tempo de serviço.

   O reajuste foi aprovado pela Câmara Municipal desta sexta, em segunda votação. Com ele, foi aprovada ainda a Política de Gestão de Pessoas e o Plano de Carreira dos Servidores Públicos. De acordo com o prefeito, os instrumentos vão proporcionar, entre outros benefícios, a melhoria da qualificação do servidor, a possibilidade de progressão funcional e salarial, bem como a avaliação de desempenho e competências.

    Segundo o secretário municipal de Fazenda, João Carvalho, "a prefeitura está fazendo justiça salarial com os servidores, uma vez que está corrigindo os salários com base na inflação medida desde 99". “Atualizamos os salários de todos, de acordo com a inflação e o tempo de serviço e ainda fizemos o reenquadramento nos cargos”, diz. “Além disso, modernizamos o plano de carreira, que agora incentiva a qualificação e premia a competência”.

  A partir de agora, o servidor que trabalha em um cargo para o qual se exige apenas o Ensino Fundamental terá, caso conclua o Ensino Médio, um aumento de 5% no vencimento-base. Do mesmo modo, quem tem o Ensino Médio e faz uma graduação, recebe um aumento de 7%; se faz uma especialização, recebe mais 9%; para os que concluem o mestrado, 11% e, se faz o doutorado, tem 13% de aumento.

   As medidas, afirma o prefeito Miotto, visam oferecer serviços melhores à população. Nega que esteja usando o trunfo do aumento salarial para conquistar os servidores na corrida à reeleição.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Prof.Mauro Cesar Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O governo Dante de Oliveira implantou uma politica salarial, que ao contrario do Pref. Mioto não previlegia a aquisição de conhecimento, a especialização etc. Todos os servidores, com ensino fundamental e médio, beneficiados pela CF de 1988 (Estabilidade) estão até hoje impedidos de progredir na carreira, ou seja, não podem ser promovidos em razão da nova graduação, se não fizerem um novo concurso público, mesmo estando na carreira a mais de 10,15,20, ou mais anos. Servidores com curso superior e muitos pós graduados, estão enquadrados no nivel fundamental ou no nivel médio. A coisa fuciona assim: Nos cargos de nivel fundamental foram acrescidas letras A,B.C.D para progressão de classes a mesma coisa nos cargos de ensino médio: A - ensino medio B-ensino médio + curso de capacitação C - Curso Superior + pós graduação D- Curso Superior + mestrado/doutorado. Se o provimento do cargo é pra ensino médio ou fundamental, como pode enquadrar curso superior. O correto seria promover o servidor, como manda a LC 04, em todas as carreiras do Legislativo, Judiciário, Policia...etc existem a progressão, no Poder Executivo isso não vem acontecendo, a não ser nesses casos citados (servidor de nivel superior em cargos de nivel médio). Herança de Dante perpetuada pelo Governador Blairo Maggi. Até quando?

Mauro e vitórias na briga de decretos

mauro mendes 400 A estratégia do governador Mauro Mendes (foto) de articular com os Poderes a edição do decreto de toque de recolher vem dando frutos. O governo publicou decreto impondo toque de recolher das 21h às 5h, com fechamento do comércio às 19h. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, discordou e fez...

Prefeito é intubado e pode ir para SP

Prefeito de Tapurah Carlos Alberto Capeletti   É grave o quadro de saúde do prefeito de Tapurah (432 km de Cuiabá), Carlos Alberto Capeletti (PSD). Após piora, ele precisou ser intubado nesta quinta (4). Foi internado na terça (2), após testar positivo para Covid-19, em uma UTI no Hospital 13 de Maio, em...

Setasc doou 330 mil cestas básícas

Rosamaria 400 curtinha   A Secretaria Estadual de Assistência Social e Cidadania (Setasc), sob Rosamaria de Carvalho (foto), já entregou mais de 330 mil cestas básicas desde o inicio da pandemia, sendo 110 mil em Cuiabá e Várzea Grande. E como assistência social foi considerada como serviço essencial,...

Interinos ficam sem cargos no TCE

jose carlos novelli 400 curtinha   Com o retorno dos conselheiros do TCE, Antonio Joaquim e José Carlos Novelli (foto), dois substitutos perderam os postos não apenas nas relatorias, como também ficam sem os cargos na gestão. É o caso de Isaías Lopes da Cunha, que deixou de ser ouvidor-geral, sendo...

MT perde José Afonso Portocarrero

portocarrero-400   Morreu nessa quarta  (3), aos 93 anos, José Afonso Portocarrero (foto). O ex-presidente dos extintos  Banco do Estado de Mato Grosso (Bemat)  e Loteria do Estado de Mato Grosso (Lemat)  morreu de causas naturais. Viúvo, deixa quatro filhos.  Na vida profissional, foi o responsável...

Secretários filiados e sem pretensões

Beto 2x1 400 curtinha   Presidente do DEM em Cuiabá, o secretário estadual de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto 2 x 1 (foto), disse, em visita ao Rdnews, quando concedeu entrevista à tvweb RDTV, que alguns colegas secretários estão filiados ao partido, mas isso não significa que eles...