Últimas

Domingo, 08 de Novembro de 2009, 08h:57 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

RUMO A 2010

De olho no Senado,Taques abre diálogo até com DEM

   Os "operadores do direito" que se esforçam para viabilizar candidatura majoritária em 2010, como o procurador da República em São Paulo Pedro Taques, o procurador de Justiça e chefe do Gaeco Paulo Prado e o juiz federal Julier Sebastião da Silva, se vêem forçados a procurar caciques para possíveis negociações políticas. Para não serem carimbados como "iguais", eles, que se achamam paladinos da moralidade, mantêm essas conversações nos bastidores e, em público, evitam comentar o assunto.

-------------------------------------
Procurador da República já esteve reunido com os senadores democratas Jayme e Demóstenes e pode até fazer dobradinha majoritária com prefeito Santos
-------------------------------------

   Pré-candidato ao Senado, Pedro Taques teve uma longa reunião com o senador Jayme Campos (DEM) na semana passada. Ele deixou o encontro, segundo aliados mais próximos, com menos resistência ao nome do democrata, que foi governador e prefeito de Várzea Grande por três mandatos. A conversa avançou tanto que Taques passou a incluir o Democratas na lista de partidos com os quais está namorando para filiação até 5 de abril no próximo ano. Os demais são PDT e PV. Ele vem mantendo diálogo também com o senador democrata Demóstenes Torres (GO), que é membro do Ministério Público. Com o possível recuo de Jayme da virtual candidatura a governador, Pedro Taques pode aderir ao DEM e vir a ser candidato a senador numa dobradinha com o prefeito cuiabano Wilson Santos (PSDB). Aliás, essa é a maior torcida do tucano.

   Apesar de muitos insistirem na tese de que hoje não é mais possível distinguir siglas e seus líderes por ideologia e origem partidária, Jayme é de extrema direita. Alguns chamam-no de filhote da ditadura, que vigorou no país por 21 anos (64/85). O seu partido foi, no passado, Arena, PDS e PFL. Já Taques é um membro do Ministério Público que tomou gosto pela política e se identifica mais com a esquerda. É por isso que o "nanico" PC do B vem cortejando-o na esperança de tê-lo como filiado.

   Pedro Taques, que ganhou projeção nacional com posições duras e combate ao crime organizado e a esquemas ilegais envolvendo políticos e empresários em Mato Grosso, sabe que não adianta contrapor, na prática, regras historicamente traduzidas por meio das frases "não adianta remar contra a maré ou "nem reinventar a roda". Ele precisa de não somente um partido para legitimar seu projeto político, como também de composições e de estrutura financeira para ter chance de êxito nas urnas numa candidatura de senador. O procurador que atua em São Paulo e está licenciado vem percorrendo alguns municípios em pré-campanha. Para driblar a legislação eleitoral, que proíbe esse tipo de prática nesta época, usa o pretexto de ministrar palestras com segmentos sociais para, assim, massificar seu nome como virtual candidato majoritário. Como é membro do MPE, possui a prerrogativa de se afastar do cargo, escolher partido e lançar candidatura seis meses antes do pleito.

   Chefe do Gaeco, braço investigativo do Ministério Público Estadual, Paulo Prado já esteve reunido com alguns líderes políticos, como o governador Blairo Maggi (PR) para discutir a ideia de concorrer a uma das duas vagas de senador. Antes de Maggi decidir pela pré-candidatura ao Senado, Prado admitia até aderir ao PR. Agora, negocia com PDT e PSB. O juiz Julier é outro que também já se reuniu com Maggi para conversar sobre candidatura. Por enquanto, prefere dizer que é possível sim entrar no páreo em 2010, inclusive por cadeira de governador. E, assim, seguem as autoridades políticas, empresarais e "operadores do direito". Nos bastidores, o papo corre frouxo. (Romilson Dourado)

 (11h40) - Procurador e pré-candidato jura que não procurou Jayme para discutir filiação

  Apesar de fontes ligadas a Pedro Taques e também filiados do DEM garantirem que este se reuniu com o senador Jayme Campos para discutir eventual ingresso na legenda, o procurador da República garante, em nota encaminhada ao RDNews, que esse suposto encontro não ocorreu. Na bronca, ele nega também diálogo com outro senador democrata, o goiano Demóstenes Torres. O pré-candidato a senador afirma não propagar rótulo de paladino da moralidade. "Apenas cumpri as minhas obrigações constitucionais nos quase 9 anos em que eu aqui (em MT) funcionei como membro do MPF (...)".

   Pedro Taques escreve que continuará ministrando palestras não só em Mato Grosso, mas em outros Estados. Lembra que é professor de direito constitucional. "Sou convidado para eventos onde são debatidos temas para mim muito importantes, dentre eles o sistema democrático e as várias espécies de corrupção". Ele questiona também a abordagem na matéria sobre "extrema direita" e "esquerda" e apresenta nomes de personalidades políticas e legendas que foram adversárias no passado e que, depois, se tornaram aliadas. "Com todo respeito, o sistema partidário brasileiro, do ponto de vista ideológico, é uma piada".

   Eis, abaixo, a íntegra da nota de esclarecimento assinada pelo procurador Pedro Taques

 "Senhor Editor,
  Em nome da verdade, bem assim em respeito ao seu qualificado público, informo o seguinte:
   1) Não mantive qualquer conversa, longa ou curta, com o senador Jayme Campos na semana passada (se a informação fosse verdadeira, por acaso eu teria praticado algum crime?);
    2) Não conversei com o senador Demóstenes Torres nos últimos 60 dias (bem que gostaria de conversar mais vezes com o referido parlamentar, que se encontra desempenhando um grande papel no Senado da República);
    3) Não me acho o paladino da moralidade, apenas cumpri as minhas obrigações constitucionais nos quase 9 anos em que eu aqui funcionei como membro do MPF (com certeza deve ser em razão disso que eu provoco alguns sentimentos primitivos);
    4) Não atuo no Estado de Mato Grosso, como procurador da República desde outubro de 2004, portanto, desde aquele momento eu não tenho nenhum processo nesta Unidade. Assim, não peço a prisão de ninguém, não processo nenhum cidadão neste Estado desde então;
    5) Sempre fiz, faço e continuarei fazendo palestras não só pelo Estado de Mato Grosso, mas pelo Brasil todo, pois sou professor de direito constitucional, e, em sendo assim, sou convidado para eventos onde são debatidos temas para mim muito importantes, dentre eles o sistema democrático e as várias espécies de corrupção;
     7) Por fim, entendo que a imprensa livre se faz imprescindível para que possamos ter um Estado que se diz Democrático e de Direito. Não há liberdade sem imprensa. No entanto, liberdade também rima com responsabilidade. Responsabilidade com a verdade. Responsabilidade com o úblico leitor.

    Observação: Permita-se uma digressão: o que é extrema direita? O que é esquerda e direita? O presidente Lula, do PT, é de esquerda, defendendo o Sarney, apoiado pelo Collor? O PC do B é de esquerda, mesmo estando na base de um governo que conta com ministros do PR (ex-Prona e PL), e do PP? O governador Maggi é de esquerda ou de direita? Com todo respeito, o sistema partidário brasileiro, do ponto de vista ideológico, é uma piada."
   Pedro Taques
   Procurador da República

Postar um novo comentário

Comentários (35)

  • JUJU | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    VIU PQ ELES QUEREM DERRUBAR O RIVA, ELES QUEREM É O LUGAR DELE. DEVERIA DISPUTAR NO VOTO NE? COISA FEIA, AGORA VCS VERÃO QUEM É O CARA !!! RIVA NELES

  • JEDAE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    JUJU, NINGUEM DERRUBA O RIVA. ELE JÁ CAIU FAZ HORAS. SE TU NÃO SABES, ELE NÃO PODE MAIS SER CANDIDATO A NADA EM 2010. ACORDA FILHA!

  • Rodemilson Barros | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Procurador Pedro Taques, tenha cuidado em colocar o seu nome em coligações que tenha politicos com manchas que toda a sociedade repudiam. Nós politicos temos que banir estes tipos de atitudes na politica.

  • Zulmira Arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Nossa a que ponto chegamos,um senhor como Pedro Taques a querer entrar na politica é pq deve ser muito bom né,eu me lembro que quando um cidadão desponta em uma derterminado posição ele jamais teria obtenção por outra né,mas tem sempres aquele puxa sacos deplantão que gosta de endeusar as autoridades,mas não se iluda não Taques o povo so gosta de sujeira certo.

  • Toninho da Hora | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sr Taques,acho que deveria ficar na magistratura ao invés de se aliar com podridão da politica suja que esta por ai o senhor ficando teria como mudar esta politica e acabar com a farra do dindim publico de obras inacabadas pq é uma vergonha nesta politica nossa e o povo pareçe que gosta do troço bagunçado tem que ter uma reforma administrativo na politica e tu saber e tem ideia boas fica como está abraço.

  • Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não traga mais essa decepção ao povo mato-grossensse, você que sempre foi um nome respeitado e de orgulho ao povo se coligar com os maiores coroneis do estado...ai é pra desistir mesmo...so falta abrir dialogo com o Bezerra tambem.
    Acho que depois desta so sobra o Julier mesmo...mais uma vez decedpcionado pela politica.

  • ANSELMO SOUZA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    EIS A UMA PROPROSTA DIFERENTE AO POVO MATOGROSSENSE A CANDIDATURA DESSE IRMÃO DA TERRA QUE CONSEGUI COM OUTROS POUCOS DESTEMIDOS IMPOR UMA GRANDE DERROTA AOS LADRÕES DO COFRES PUBLICOS E AOS SENHORES DO CRIME ORGANIZADO DE MATOGROSSO.
    SE HOJE O DEP. RIVA RESPONDE AOS CRIMES POR ELE IMPUTADOS PELO MP , FORAM PESSOAS COMO O PEDRO TAQUES QUE TRABALHARAM PARA ESSE FIM , SE ALGUNS AINDA NÃO CUMPREM PENAS POR MOTIVOS DE DEMORA , ARRASTO DOS PROCESSOS , NEGOCIAÇÕES , NÃO TIRAM O MÉRITO DESSES LEGALISTAS DE PLANTÃO.
    SE O DEM TIVER A GRANDEZA DE CEDER A ESSE JOVEM A CANDIDATURA DE SENADOR E NELE ACREDITAR E AUXILIAR ACREDITO QUE SERÁ O DIFERENCIAL DA ELEIÇÃO , RESTA SABER DE O DEM TEM CORAGEM PARA TANTO , DEVIDO AOS REVESSES QUE OS PROCESSADOS IRÃO CAUSAR.

  • Celso Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Os comentários que dizem para o senhor Pedro Taques ficar distante da política é de quem não quer mudar nada na situação de hoje no nosso Estado. Estão satisfeitos com os demandos e as corrupções dos políticos normais , pois os anormais que não roubam , e tem postura reta e firme são os errados.
    Disse Rui Barbosa que haveria época na qual homens honestos teriam vergonha de se-los , eis o momento em que vivemos. Essas mensagens postadas são para tentar denegir e menosprezar tal atitude do procurador federal , deve sim pensar nesses covil de corruptos , para de dentro poder colocar luz nessa turma de desocupados.

  • Eliane Padilha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    VAI FUNDO NESSA PEDRO, A BRASIL ESTAH CARENTE DE POLÍTICOS DA SUA INVERGADURA, E PRINCIPALMENTE NÓS CUIABANOS ESTAMOS ÓRFÃOS A MUITO TEMPO, E PODE TER A CERTEZA DE QUE PODES CONTAR COM TODA A CUIABANIA E COM TODA GENTE SÉRIE QUE RESIDE NESTE ESTADO.

  • Zé Augusto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    No DEM o Sr. tem meu voto...e se elege fácil...fácil...com a dupla Wilson Santos/Zé Domingos...

Hospital cobra R$ 2,4 mi da prefeitura

luiz carlos pereira 400 tce   O Instituto de Saúde Santa Rosa recorreu ao TCE, na esperança de encontrar respaldo para receber R$ 2,4 milhões da secretaria de Saúde da Capital. Argumenta que a prefeitura, com quem mantém contrato desde 2019, está inadimplente, pois não teria pago integralmente os...

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

Afilhado de Bezerra nomeado adjunto

clovis cardoso 400   O MDB, sob o cacique político Carlos Bezerra, "emplacou" mais um filiado histórico em cargo relevante na gestão Mauro Mendes. O advogado e ex-superintendente regional do Incra-MT, Clovis Figueiredo Cardoso (foto), foi indicado e já nomeado para o cargo de secretário-adjunto de Agricultura...

MPE suspende censo previdenciário

jose antonio borges 400 curtinha   O procurador-geral de Justiça, promotor José Antonio Borges (foto), suspendeu o censo previdenciário cadastral dos membros e servidores inativos e pensionistas do MPE. O recadastramento deveria ter iniciado no último dia 11 para ser concluído no final de fevereiro. Borges tomou...

Juca e os 7 secretários da Câmara

andre pozetti 400 curtinha   O presidente Juca do Guaraná definiu sete dos nove secretários que vão ajudá-lo a administrar a Câmara de Cuiabá. O secretário de Administração é Bolanger José de Almeida. O coronel PM da reserva Edson Leite conduz o Patrimônio e...

Morre mais um pastor da Assembleia

pastor jose alves de jesus 400   A Covid-19 transforma mais um pastor da Igreja Assembleia de Deus em vítima fatal. Morreu nesta terça José Alves de Jesus (foto), que presidia há vários anos o Campo Eclesiástico Autônomo da Igreja de Primavera do Leste e região. Ele estava hospitalizado com o...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.