Últimas

Quinta-Feira, 26 de Abril de 2007, 16h:14 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

VARIEDADES

Decisão do TCE ajuda a desafogar Judiciário

 Mais de 50 mil processos judiciais sobre renúncia a crédito tributário de pequeno valor serão eliminados

  Depois do Poder Executivo, agora é o Judiciário que obtém aval do Tribunal de Contas do Estado para cobrança de créditos tributários de pequeno valor oriundos de ação judicial. O resultado positivo à consulta foi entregue pelo presidente do TCE, conselheiro José Carlos Novelli, ao presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Paulo Inácio Dias Lessa.

  Com esse entendimento, a Justiça Estadual pode excluir cerca de 60 mil ações que correm nas varas da Fazenda Pública. Conforme parecer do relator, conselheiro Valter Albano, as prefeituras municipais, por exemplo, estão autorizadas a recorrer aos serviços de proteção ao crédito para cobrar contribuintes inadimplentes nos casos de débitos inferiores a R$ 350. Isso vem desafogar a Justiça. O caminho natural hoje é a ação judicial, o que demanda uma custa processual de em torno de R$ 350 e congestiona as varas da Fazenda Pública.

  O TCE emitiu parecer favorável à cobrança de contribuintes inadimplentes com débitos inferiores a R$ 350 com base na Lei de Responsabilidade Fiscal. Governo e municípios devem exarar Certidão de Dívida Ativa e cobrar judicialmente os inadimplentes depois de passado o prazo final para o pagamento do tributo. O problema é que, em grande parte das situações, o crédito tributário devido pelo cidadão é inferior às despesas judiciais e extra-judiciais necessárias para a realização dessa cobrança.

  O parecer do TCE diz o seguinte: ‘É possível a remissão da dívida quando os custos da execução extrajudicial ou judicial forem superiores aos créditos tributários‘. Essa remissão de crédito tributário cujo montante seja inferior aos custos de cobrança não é considerada como renúncia de receitas.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Recuo do DEM e agora no Republicano

gabriel guilherme 400 curtinha   O DEM terá de excluir da lista de pré-candidatos a vereador pela Capital o nome do jovem Gabriel Guilherme (foto), de 22 anos. Ele optou por se filiar ao Republicano. Lotado na Assembleia como assistente da Secretaria de Orçamento e Finanças e filho do ortopedista Paulo Fonseca...

Galvan vai deixar PDT e ir pra o PRTB

antonio galvan 400 curtinha   Embora não tenha perdido de vistas o Aliança pelo Brasil, partido que está sendo criado por Bolsonaro, Antonio Galvan (foto), presidente da Aprosoja e que acabou levado à frigideira dentro do PDT em meio ao embate por tentativa de candidatura ao Senado, se mostra disposto a ingressar no...

"Pátio igual gato, comendo e miando"

jose medeiros 400 curtinha   O deputado José Medeiros (Podemos), vice-líder do Governo Bolsonaro na Câmara, disse que o prefeito Zé do Pátio, de Rondonópolis, está parecendo gato, comendo e miando, pois recebe recursos federais, inclusive de programas habitacionais e, mesmo assim, ainda alardeia nos...

Adair lançará ex-vice em Alto Paraguai

adair 400 curtinha   O ex-prefeito de Alto Paraguai, advogado emedebista Adair José Alves Moreira (foto), não vai disputar novamente, apesar da insistência do seu grupo. A tendência é de apoiar o seu ex-vice Luiz Figueiredo, com quem administrou a cidade de 2013 a 2016. Luiz também é do MDB e...

Deputado bolsonarista critica prefeito

claudinei deputado curtinha 400   O deputado Claudinei Lopes (foto), morador em Rondonópolis, ficou na bronca com o discurso populista do prefeito Zé do Pátio, para quem o povo nordestino votou em massa no PT e que não tem conseguido construir mais casas populares porque, diferente dos governos petistas, o presidente...

Sem Senado e tudo pela Mesa da AL

max russi curtinha 400   Presidente regional do PSB-MT, o deputado Max Russi (foto) tem participado das discussões para definição de candidaturas ao Senado, na suplementar de abril, mas não mais como pré-candidato. Seu desafio é outro. A prioridade é a busca da reeleição como...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.