Últimas

Domingo, 08 de Abril de 2007, 10h:14 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

LEGISLATIVO

Decisão do TSE não tem força de lei, diz Homero

   O deputado federal Homero Pereira, único da bancada federal mato-grossense a mudar de partido pós-eleição 2006, se revela seguro quanto ao mandato. Ele integra a lista de 37 da Câmara que estão sob risco de perder o cargo devido à interpretação do TSE, para quem os mandatos pertencem aos partidos e não aos parlamentares. Se Homero for cassado, a vaga fica com o primeiro suplente, empresário Eduardo Moura (PPS).

  Em nota, Homero Pereira, que trocou o PPS pelo PR, observa que o fato da legenda socialista ter reivindicado as vagas de deputados que mudaram de sigla após o período eleitoral não significa que terão os mandatos cassados. Para Homero, o parecer do TSE  de que a vaga pertence ao partido e a coligação e não ao parlamentar, não tem força de lei, já que se trata de uma consulta feita pelo PFL (agora DEM).  "Qualquer decisão definitiva terá necessariamente que transitar em julgado no Supremo Tribunal Federal", comenta Homero Pereira.

  Ele se mostra convicto quanto à manutenção de seu mandato. “A sociedade do meu Estado foi quem me outorgou este mandato. Desde minha posse, tenho atuado de forma a honrar os mais de 100 mil votos que recebi", destaca o deputado para, em seguida, emendar: "Desta forma, é legítimo que eu continue a servir esta mesma sociedade, sempre pautado  pela ética e realizando um trabalho de resultados”.

   O parlamentar lembra que a Constituição Federal não prevê a perda de mandato devido à troca de sigla partidária. "Portanto, qualquer decisão futura do STF será com a observação dos preceitos constitucionais".

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

EP cresce 5; Abílio perde 3, diz Ibope

emanuel pinheiro 400 curtinha   Pelos números do Ibope, revelados nesta sexta à noite pela TV Centro América (Globo), Abílio Júnior (Podemos) oscilou negativamente 3 pontos percentuais em menos de uma semana, de 48% para 45% das intenções de voto. Já o emedebista Emanuel Pinheiro (foto)...

Sob arrogância, ataque e desrespeito

abilio junior 400 curtinha   O candidato Abílio Junior (foto), que disputa o segundo turno em Cuiabá com o prefeito Emanuel, chegou bastante nervoso e irritado para o debate nesta sexta, na TV Vila Real (Record). Demonstrando arrogância, ignorou o superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, Dorileo Leal, na...

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...

Com Paccola, Câmara terá polêmicas

paccola 400 curtinha   O vereador eleito pela Capital, tenente-coronel PM Marcos Eduardo Ticianel Paccola (foto), do Cidadania, promete levar muitas polêmicas para os embates que pretende travar no Legislativo. Ele é daqueles sem papas na língua. Defende, por exemplo, que a população tenha direito de se armar. Em...