Últimas

Segunda-Feira, 10 de Março de 2008, 16h:27 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

EXECUTIVO

Defensor agora vai ganhar mais que governador

  Os defensores públicos do Estado de 1ª e 2ª entrâncias passam a ter direito a verba indenizatória de R$ 4 mil, enquanto os de 3ª Entrância agora ganharão R$ 5 mil, o mesmo valor disponibilizado aos de Entrância Especial. Dessa forma, o subsídio de cada um pode superar ao do governador, que ganha mensalmente R$ 11,1 mil. É o que estabelece a Lei Complementar 146, de 2003, que entra em vigor só agora após alteração da Resolução 11/2007, do Conselho Superior da Defensoria Pública do Estado. Para que isso viesse acontecer, os defensores se mobilizaram e encaminharam pedido de readequação ao Conselho.

   Segundo a defensora-pública-geral Karol Rotini, o orçamento não comporta o pagamento total da verba indenizatória, ou seja, de R$ 6 mil. Por isso, fechou esse benefício em R$ 4 mil e R$ 5 mil, dependendo da entrância.

   Karol Rotini observa que ainda não é possível cumprir a lei na íntegra, mas destaca que o acordo se fez necessário para beneficiar a todos. “É o que podemos fazer. Nossa intervenção beneficiou a todos, mesmo sabendo que não cumprimos a lei à risca. Não recebemos o incremento esperado no orçamento e com isso não temos condições de aumentar o valor da verba”. Mesmo assim, defensor público já pode se dar ao luxo de ganhar igual a secretário de Estado e ao chefe do Poder Executivo Estadual.

    A instituição conta hoje com 42 defensores de Entrância Especial e mais 76 das 1ª, 2ª e 3ª, com salários, respectivamente, de R$ 6,8 mil, R$ 7,6 mil e R$ 8,5 mil. O orçamento é de R$ 30,9 milhões anuais. A defensora pública-geral tentou, em vão, elevar o orçamento para R$ 50 milhões. Se "contentou" com R$ 20 milhões a menos. (Simone Alves)

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Leonardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Concordo plenamente com esse incremento aos Defensores Públicos, afinal de contas, estão no cargo pela sua competência, através dos seus estudos. Nada mais justo.

  • pokemon | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    sejamos justos, a vergonha é o judicário e o ministério publico pagar salários 2 vezes maior que esse e ninguém falar nada.

  • Priscilla | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não vejo motivos para alarde no aumento salarial dos servidores do judiciário e também dos defensores públicos.
    São servidores que não recebem qualquer outro tipo de benefício como os políticos e nem qualquer benefício que o governador tem. São servidores capacitados que estudaram e se esforçam diariamente para ocupar o cargo que tem.
    Muito me admira que não façam tanto alarde dos benefícios que todos os políticos recebem, pois não tem compromisso algum com a sociedade, fazem o que querem e ainda dão risada de nossas caras...nós que pagamos os inúmeros benefícios e os gordos salários do legislativo.

Extremista vai ter que se explicar na PF

Marcelo Stachin 400   O barulhento militante de extrema-direita Marcelo Stachin (foto) tem perdido o palco desde que teve um pífio desempenho nas urnas e acabou com apenas 0,8% dos votos para prefeito de Sinop. Em sua busca incessante por aparecer, o bolsonarista, que é investigado pelo STF por espalhar fake news, decidiu ironizar e...

Prefeitos, MPE e afastamento do cargo

jose antonio borges 400 Prefeitos de MT que descumprirem as diretrizes do decreto estadual que impôs o toque de recolher em todo o território podem até mesmo ser afastados do cargo. O alerta é do procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges Pereira (foto), e reforçada pelo procurador Domingos...

Prefeito se rebela e é enquadrado

vander masson 400 curtinha O prefeito de Tangará da Serra Vander Masson (foto), do PSDB, bem que quis ser rebelde, mas acabou enquadrado pelo MPE. Vander fez um decreto mais ameno que o do governo do Estado, impondo toque de recolher a partir das 23h, mas teve de recuar após ser notificado pelo MPE. Nas redes sociais, para evitar desgaste com...

AL realiza lockdown de faz de contas

Funcionários da AL se mostram revoltados com o lockdown de “faz de contas” promovido por deputados. Isso porque, apesar de estar com as portas fechadas, funcionários estariam sendo obrigados a ir trabalhar e entrando por outras portas. Atendem parlamentares que preferem trabalhar presencialmente. Pelo menos 36 funcionários estariam infectados e os servidores temem que mais pessoas sejam contaminadas pelo coronavírus. O pânico ficou ainda maior...

EP na batalha por vacinas e insumos

emanuel pinheiro 400 O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (foto) entrega nesta segunda (8) PL para a aquisição de vacinas para combate à Covid-19, medicamentos, insumos e equipamentos. O documento foi elaborado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e será votado na Câmara. Esse é mais um movimento...

Fúrio volta à carga contra secretário

celio furio 400 curtinha Depois de se enganar ao abrir investigação contra o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo e ter de pedir desculpas, o promotor Célio Fúrio (foto) voltou à carga. Fúrio entrou na Justiça para que Gilberto seja condenado à perda da função...