Últimas

Sexta-Feira, 25 de Janeiro de 2008, 10h:12 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

EXECUTIVO

Defensoria cria mais 153 cargos; 44 são de DAS

  A Defensoria Pública do Estado, sob Carol Rotini, deu um "up grade" em seu quadro de pessoal. Mais 153 cargos efetivos foram criados para atuar na área de apoio técnico administrativo do órgão, vinculado à estrutura do governo estadual, apesar de manter autonomia. A defensora-pública-geral instituiu ainda 44 cargos comissionados. No caso dos chamados DAS, vão ser nomeados um diretor-geral, 10 assessores especiais, um chefe de gabinete, oito coordenadores, 10 assessores de gabinete e 14 gerentes. A Lei já foi sancionada pelo governador Blairo Maggi nesta quinta (24).

   A ampliação do quadro de pessoal está dentro do orçamento da defensoria, que prevê próximo de R$ 30 milhões para este ano. Para os cargos efetivos de analista é exigido que se tenha ensino superior completo. Dessa forma, 6 advogados, 6 contadores, 4 administradores, 2 economistas, 2 analistas de sistema, 4 assistentes sociais e 2 psicólogos serão contratados. A defensoria, que atua como espécie de "advocacia dos pobres", terá em sua estrutura cargo de jornalista, engenheiro e arquiteto.

    Também serão contratados 60 pessoas para atuarem como assistente de gabinete e 20 na função de assistente administrativo. A lei instituiu ainda o aumento do número de defensores públicos na Entrância Especial. Serão distribuídos proporcionalmente à população nas comarcas, tendo como base os dados fornecidos pelo IBGE. (Pollyana Araújo)

(Às 20h30) - Preenchimento é por concurso, diz Defensoria

    A Defensoria Pública do Estado, por meio de assessoria, explica que os 109 cargos são de carreira e, portanto, só podem ser preenchidos com concurso público. Sobre os 44 cargos de comissão são para simplesmente regularizar os mesmos 44 já existentes que são cedidos de outros órgãos, cuja situação é considerada irregular pelo Tribunal de Contas do Estado. "Não foram criados mais 153 cargos, são os únicos que a Defensoria terá porque até agora trabalhava com cedidos", explica a Defensoria.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Prof.Mauro Cesar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Srª Valeria Cristina.Esses 44 cargos comissionados cedidos eram ocupados por servidores de carreira? os novos ocupantes desses cargos serão "preferencialmente" ocupados por servidores de carreira da Defensoria. Sou forçado a imaginar que se nao ha previsão de concurso pra efetivar servidores, pq não remanejar servidores de outras secretarias para atuarem na defensoria. Lotados e enquadrados na Defensoria é claro.

  • SILVIO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    TUDO ISSO, SEM CONCURSO PUBLICO????

  • marco antonio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    nosso país o grande desafio seria reduzir o inchaço da máquina administrativa para se alavancar o crescimento econômico, mas aqui o que se vê é o contrário.mas afinal, porque diminuir contratados não é? somos nós que vamos pagar a conta mesmo!

  • wilma | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Gostaria de saber o mesmo que o Silvio!...Todas essas vagas serão preenchidas sem concurso público???...ou vai haver concurso sem QI para preenchimentos dessas vagas.
    Bem que o Governo poderia fazer remanejamento de pessoal de outros orgãos que andam insatisfeitos em seus órgão de origem...tem muitooooooooooooosssssssss

  • DONIZETE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    SILVIO E VILMA VOCES NAO SABE POIS TUDO ISSO E UM ACORDO POLITICO COM PMDB - PR - PT - PP - PSDB - PPS - TUDO TENHE P PARTIDO DOS SANQUESSSUGAS E MENSSALÃO, O MP PODE REVERTE ESSA SITUAÇÃO VAMOS FAZER CONCURSOS - DEFENSORES.

  • Prof.Mauro Cesar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A lei é clara quanto ao preenchimento desses cargos por concurso publico. O que me intriga é se esses 40 cargos comissionados serão "preferencialmente" preenchidos por servidor público de carreira, conforme reza a Constituição Estadual.

  • Valéria Cristina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pollyana, a Defensoria não criou mais 153 cargos porque não tinha qualquer um antes. Os únicos servidores que a Defensoria tinha até agora eram 44 servidores comissionados cedidos de outros órgãos.
    Os 44 cargos comissionados criados na lei são para permitir a devolução dos cedidos, como inclusive já foi exigido pelo Tribunal de Contas do Estado por duas vezes.
    Era necessário criar os 44 cargos comissionados para que a Defensoria não fique totalmente paralisada ao devolver os cedidos.
    Os outros 109 cargos de carreira só poderão ser preenchidos com realização de concurso público, o que não há previsão de acontecer por falta de orçamento.

    Valéria Cristina
    Assessora de Imprensa da DPMT

  • Zé Mineiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Absurdos estas contratações, e ainda mais pelo sistema DAS,
    se não tem condições de contratar os defensores necessários para servir ao povo, qual a razão de contratar pessoal que ao que parece desnecessario, e talvez até risivel, contratar advogado analista em cASA DE ADVOGADOS, ENGEHEIRO ONDE NEM PREDIO TEM E PSICOLOGO QUE DEVE SER PARA ANALISAR A PARANOIA DE QUEM ACHA QUE ESTÁ CERTO.

Niuan de fora da suplência ao Senado

niuan ribeiro 400 curtinha   O deputado federal José Medeiros não conseguiu segurar o vice-prefeito de Cuiabá, Niuan Ribeiro (foto), como primeiro-suplente de sua chapa ao Senado. Há alguns dias, o filho do ex-vice-governador e ex-deputado Osvaldo Sobrinho vinha demonstrando desejo de pular fora, em meio a...

Jayme incomodado com Flávio em VG

jayme campos 400 curtinha   A candidatura a prefeito de Várzea Grande do empresário Flávio Frical (PSB), principal aposta da oposição, passou a incomodar a família Campos, que apoia o ex-vereador Kalil Baracat, concorrente ao Executivo pelo MDB. Em uma noite que seria de festa, em comemoração...

Acordo com Euclides partiu de Allan

allan kardec 400   Otaviano Pivetta, vice-governador licenciado por 30 dias para cuidar de problemas de saúde, disse que nada tem a ver com o tal acordo "costurado" pelo presidente regional do PDT, deputado Allan Kardec (foto), com Euclides Ribeiro, candidato a senador pelo Avante. Explica que só apresentou Euclides para Allan e...

Família Maia tenta retomar o poder

martha maia 400   O ex-prefeito de Alto Araguaia por quatro vezes, Maia Neto, não entrou na disputa de novo ao Executivo, mas lançou a irmã Martha Maia (foto), cuja filha Sylvia Maia é vereadora. Filiada ao PP, Martha entra como principal candidata da oposição ao prefeito Gustavo Melo, que vai à...

Welinton fará grande ato em Barra

welinton marcos 400 curtinha   Welinton Marcos (foto) lança sua candidatura a prefeito de Barra do Garças, na segunda (28), em um grande ato. Mesmo pelo sistema drive-in, devido à necessidade de adotar medidas sanitárias contra a Covid-19, são esperadas na solenidade cerca de mil pessoas, num espaço amplo,...

Irmão de Riva está na disputa em Juara

priminho riva 400 curtinha   O irmão do ex-deputado José Riva, Priminho Riva (foto), filiado ao PL, será mesmo candidato a prefeito em Juara, posto já ocupado por ele por duas vezes (1997/2004). Priminho pertence a uma famíliade políticos. Além de Riva, que foi prefeito e deputado, é...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.