Últimas

Quarta-Feira, 22 de Agosto de 2007, 20h:12 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

INVESTIGAÇÃO

Defesa de Henry transfere a culpa para 2 pepistas

   O advogado do deputado Pedro Henry (PP), José Antonio Bastos Alvarez, em defesa oral perante os ministros do Supremo Tribunal Federal, disse nesta quarta que, se há eventuais culpados dentro do PP por ligação com o esquema do mensalão essa responsabilidade deve ser atribuída aos ex-líderes pepistas José Janene e Pedro Corrêa. Segundo ele,o fato do parlamentar mato-grossense ter sido líder da bancada do PP na Câmara não pode resultar em condenação. Garante que Henry não tem qualquer envolvimento no esquema de compra de apoio de parlamentares para votar com o governo Lula.

    "Dê a César o que de César", afirmou o advogado. Ele criticou a denúncia do procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza. De acordo com o assessor jurídico de Henry, o MPF deveria ter feito denúncia individualizada, o que ocorreu. "Não tendo individualizado a conduta, ofende a validade da denúncia". Segundo o advogado, Pedro Henry atuou na maior parte do tempo na condição de 12º líder de bancada e não teve influência nas supostas negociações do esquema do mensalão. Para ele, foi apenas uma função figurativa, que não o liga com os outros dois acusados.

     O inquérito 2245 chegou ao STF em julho de 2005, enviado pela Justiça Fedral de Minas Gerais, onde começaram as investigações. O nome do deputado mato-grossense Pedro Henry figura entre os 40 acusados pela Procuradoria-Geral da República. Pesa contra Henry a denúncia de formação de quadrilha, corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O julgamento continua até sexta.

    Julgamento

     A maior denúncia criminal levada ao STF narra como operou o mensalão no Congresso e trata, formalmente, de sete crimes atribuídos a 40 acusados que têm no foro privilegiado o maior trunfo  para escapar ou pelo menos empurrar uma eventual punição por muitos anos - na  máxima Corte judicial do país, muitas vezes pela complexidade das causas e o  elevado número de réus e testemunhas por eles arroladas, os processos arrastam-se.

     A denúncia tem um ano e cinco meses. Só nesta quarta os ministros do STF começaram  a decidir se a recebem ou não. Subscrita pelo procurador-geral da República,  Antonio Fernando de Souza, a acusação descreve a ação de suposta organização  criminosa dividida em três núcleos envolvendo políticos, empresários, doleiros,  publicitários e outros personagens que teriam movimentado R$ 55 milhões.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Antonio Carlos Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    "Aqui não existem vilões, só mocinhos", todos são inocentes... Pedro Henry, óóó, coitado... Esse politicos são muito caras-de-paus... fazem tudo para aproveitar do da coisa publica e depois... são sempre inocentados pela justiça dos homens... se fosse na china todos ja tinham sido enforcados ou fuzilados. O brasil tem que ser um pais mais serio.

Beco do Candeeiro só abrirá em abril

Carlina 400   A secretária municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Jacob (foto), em visita ao Grupo Rdnews, revelou que a revitalização do Beco do  Candeeiro, que foi concluída em janeiro, será entregue à população em abril, nas comemorações dos 302 anos de...

Águas, expansão e investimentos

william figueiredo 400 aguas cuiaba curtinha   O diretor-geral da Águas Cuiabá, executivo William Figuereido (foto), disse, em visita à sede do Rdnews, quando aproveitou para conceder entrevista à tv web Rdtv, que a concessionária já distribui água para toda Cuiabá e que, em quase quatro anos...

Creci combate empresas irregulares

benedito odario 400 curtinha   O presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado, Benedito Odário (foto), aproveitou a operação desenvolvida na quinta, com apoio da Polícia Civil e da Decon, para enfatizar que não dará trégua àquelas empresas que, irregularmente,...

Cuiabá paga fevereiro aos servidores

emanuel pinheiro 400   A Prefeitura de Cuiabá quitou nesta sexta (26), último dia útil do mês, a folha de fevereiro. Desde quando assumiu o Palácio Alencastro, em janeiro de 2017, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) tem conseguido pagar o funcionalismo dentro do mês trabalhado. Aliás, essa prioridade,...

3 deputados sob certa cordialidade

janaina riva 400 curtinha   Max Russi, Eduardo Botelho e Janaina Riva (foto), que mandam na Assembleia, demonstram entre eles um certo clima de cordialidade, mas chegaram a entrar em queda-de-braço até fechar um novo acordo político sobre a Mesa Diretora. Com a decisão do Supremo de veto a Botelho no comando do...

Expediente na AL só a partir do dia 8

max russi 400   Por causa do aumento da taxa de incidência de Covid-19 entre servidores e parlamentares, as atividades presenciais da Assembleia foram suspensas na quinta (25). O expediente só retoma em 8 de março. Neste período, estão sendo mantidas somente as atividades estritamente essenciais para o...