Últimas

Quarta-Feira, 22 de Agosto de 2007, 20h:12 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

INVESTIGAÇÃO

Defesa de Henry transfere a culpa para 2 pepistas

   O advogado do deputado Pedro Henry (PP), José Antonio Bastos Alvarez, em defesa oral perante os ministros do Supremo Tribunal Federal, disse nesta quarta que, se há eventuais culpados dentro do PP por ligação com o esquema do mensalão essa responsabilidade deve ser atribuída aos ex-líderes pepistas José Janene e Pedro Corrêa. Segundo ele,o fato do parlamentar mato-grossense ter sido líder da bancada do PP na Câmara não pode resultar em condenação. Garante que Henry não tem qualquer envolvimento no esquema de compra de apoio de parlamentares para votar com o governo Lula.

    "Dê a César o que de César", afirmou o advogado. Ele criticou a denúncia do procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza. De acordo com o assessor jurídico de Henry, o MPF deveria ter feito denúncia individualizada, o que ocorreu. "Não tendo individualizado a conduta, ofende a validade da denúncia". Segundo o advogado, Pedro Henry atuou na maior parte do tempo na condição de 12º líder de bancada e não teve influência nas supostas negociações do esquema do mensalão. Para ele, foi apenas uma função figurativa, que não o liga com os outros dois acusados.

     O inquérito 2245 chegou ao STF em julho de 2005, enviado pela Justiça Fedral de Minas Gerais, onde começaram as investigações. O nome do deputado mato-grossense Pedro Henry figura entre os 40 acusados pela Procuradoria-Geral da República. Pesa contra Henry a denúncia de formação de quadrilha, corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O julgamento continua até sexta.

    Julgamento

     A maior denúncia criminal levada ao STF narra como operou o mensalão no Congresso e trata, formalmente, de sete crimes atribuídos a 40 acusados que têm no foro privilegiado o maior trunfo  para escapar ou pelo menos empurrar uma eventual punição por muitos anos - na  máxima Corte judicial do país, muitas vezes pela complexidade das causas e o  elevado número de réus e testemunhas por eles arroladas, os processos arrastam-se.

     A denúncia tem um ano e cinco meses. Só nesta quarta os ministros do STF começaram  a decidir se a recebem ou não. Subscrita pelo procurador-geral da República,  Antonio Fernando de Souza, a acusação descreve a ação de suposta organização  criminosa dividida em três núcleos envolvendo políticos, empresários, doleiros,  publicitários e outros personagens que teriam movimentado R$ 55 milhões.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Antonio Carlos Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    "Aqui não existem vilões, só mocinhos", todos são inocentes... Pedro Henry, óóó, coitado... Esse politicos são muito caras-de-paus... fazem tudo para aproveitar do da coisa publica e depois... são sempre inocentados pela justiça dos homens... se fosse na china todos ja tinham sido enforcados ou fuzilados. O brasil tem que ser um pais mais serio.

Leitão x Fávaro sob efeito-Bolsonaro

nilson leit�o 400   O ex-vice-governador e hoje senador interino Carlos Fávaro (PSD) e o ex-prefeito sinopense e ex-deputado federal pelo PSDB Nilson Leitão (foto) travam uma guerra eleitoral, com críticas mútuas, como se só existissem os dois na disputa para o Senado, quando, em verdade,...

Leverger e ex em palanque separado

francieli magalhaes 400 curtinha   Dois candidatos em chapas majoritárias em Santo Antonio de Leverger, hoje em palanques diferentes, já estiveram juntinhos na vida particular. O empresário Ademilson Dantas de Matos (PV), vice da chapa de Franklin Luis Carvalho (PSDB), foi casado com a petebista Francieli Magalhães...

Prefeito cuiabano vira saco de pancada

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto), que busca a reeleição e havia iniciado a campanha como grande favorito, inclusive com expectativa de ganhar no primeiro turno, se transformou em saco de pancada. Além de Abílio Júnior que o critica e ataca o tempo todo, o que acabou o...

Dal Bosco com 3 na disputa em Sinop

dilceu dal bosco 400 curtinha   Neste pleito eleitoral, a família Dal Bosco se dividiu em três grupos de apoio em Sinop, a chamada capital do Nortão. O ex-deputado estadual Dilceu Dal Bosco (foto) coordena no município e região a campanha à reeleição do senador Carlos Fávaro (PSD). O...

Tentativa de ser 1ª prefeita de Barão

margareth munil 400 curtinha   A candidata à prefeita de Barão de Melgaço, Margareth Gonçalves da Silva (foto), é tão conhecida nas ações conjuntas com o marido nas áreas da saúde e assistência social que está levando para as urnas a combinação do seu...

Froner segue com o vice de Gilberto

osmar froner 400   Osmar Froner de Mello (foto), escalado de última hora para a disputa em Chapada dos Guimarães, manteve de vice o mesmo que estava na chapa de Gilberto Mello (PL), o vereador Carlos Eduardo, que era conhecido como Carlinhos do PT e agora é do PDT. Froner e Carlinhos não têm afinidades...