Últimas

Quarta-Feira, 02 de Maio de 2007, 10h:07 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

MEIO AMBIENTE

Democratas se encontram; Maggi muda postura

  Dois democratas se encontraram no final de semana em Nova Iorque: o ex-presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton (1993-2001) e o governador mato-grossense Blairo Maggi. Na vida pública, ambos adotaram ou adotam programas de direita e outros de esquerda. Clinton assistiu a uma palestra de Maggi, que passou a ser identificado como democrata por ter deixado o PPS e ingressado no recém-fundado Partido da República. Ambos posaram para fotografia.

   No painel "Floresta Amazônica - Conservação e Exploração Racional", Maggi voltou a assumir sua mudança de postura em relação à questão ambiental após a divulgação dos recentes informes da ONU sobre a questão climática. Reiterou a intenção de implementar políticas públicas e criar mecanismos para minimizar os efeitos sobre o meio ambiente da expansão do agronegócio no Estado.
   O governador mostrou também os primeiros resultados das novas políticas ambientais do governo de Mato Grosso. Disse que houve redução do desmatamento em 39,5% entre 2004 e 2005 e 40,3% entre 2005 e 2006, assim como a redução de 49% nos focos de calor entre 2005 e 2006.

  No encontro com ONGs e a comunidade internacional ligada às questões ambientais, Maggi reconheceu que o governo pode fazer mais. Reconhece que é preciso encontrar maneiras de viabilizar economicamente projetos, entre os quais o de desmate evitado. Ou seja, poder oferecer aos produtores, que têm o direito legal de desmatar 20% de suas terras na Floresta Amazônica e 35% nos cerrados e outros biomas, uma compensação financeira para que deixem as terras intocadas.

   Informou que a Floresta Amazônica ocupa uma área de 20% do Estado de MT, que tem 36% de áreas abertas e 64% preservadas. Apresentou os dados para mostrar a heterogeneidade da floresta e a complexidade de se lidar com todas as questões relativas a ela.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Deputado ajudou a enterrar Binotti

neri 400 curtinha   O deputado federal Neri Geller (foto), que se acha um grande líder político, ajudou a enterrar nas urnas o projeto de reeleição do prefeito Luiz Binotti (PSD), derrotado à reeleição. Perdeu para o ex-vice-prefeito Miguel Vaz (Cidadania), que contou com apoio do ex-prefeito e atual...

Euclides "torra" R$ 8 mi na campanha

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado milionário Euclides Ribeiro (foto), que tem na carteira de clientes grandes produtores rurais, registra R$ 8,2 milhões de receitas e despesas de campanha ao Senado. Concorrendo pelo Avante, Euclides só chegou a 58.455 votos. Ficou em nono lugar, à frente apenas de Reinaldo...

Fávaro é quem mais gastou ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   O senador reeleito Carlos Fávaro (foto) foi o que mais gastou na campanha. Oficialmente, arrecadou R$ 11,7 milhões. As maiores contribuições financeiras vieram de empresários do agronegócio. Orcival Guimarães, dono de rede de empresas de implementos agrícolas, doou...

Beto deve repensar projeto a federal

beto farias 400 curtinha   A derrota nas urnas do seu afilhado político, vice-prefeito Wellington Marcos (DEM), que tentou o Executivo de Barra do Garças e ficou em segundo lugar, obtendo somente metade dos votos em relação aos atribuídos ao eleito Adilson Gonçalves, pode levar o prefeito Beto Farias (foto)...

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...

MAIS LIDAS