Últimas

Terça-Feira, 15 de Setembro de 2009, 17h:53 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

CUIABÁ

Dentistas querem greve e acusam Soares por "sumiço"

Oficio 062/2009 SINODONTO - MT  Cuiabá - MT
3 de setembro de 2009
Ilmo Senhor Prefeito Wilson Santos,
"Em reunião no dia 24 de agosto de 2009, com os representantes das clínicas odontológicas, discutimos pautas relacionadas aos cirurgiões dentistas que trabalham na secretaria de Saúde de Cuiabá, foram informados vários fatos de importância elevada, descritos abaixo:
Em relação ao Prêmio Saúde Cuiabá, o vulgo mensalinho, na sua implantação, ajudou em uma defasagem que estava insuportável, porém hoje não o queremos mais da forma que ele está, pois entendíamos ser uma forma de pagamento temporário, onde o próprio Prefeito Wilson Santos se comprometeu e nossa Assembleia, que no PCCS ele seria incorporado. Não aconteceu e o pior é tratado pelo seu secretário de Saúde de forma errônea e desumana, pois não possibilita nenhum tipo de flexibilização, sendo mais claro, ficou doente, perdeu o mensalinho; aconteceu um acidente no percurso de casa pro trabalho, perdeu o mensalinho. Queremos que ele seja incorporado e até que isso não ocorra que suas regras sejam flexibilizadas. 
Queremos a reformulação do PCCS, para que ele seja adequado de forma justa e que possibilite o funcionário ter realmente uma carreira decente e que ele se sinta prestigiado pelo município que ele serve, enfatizamos que o atendimento realizado pelo Cirurgião-Dentista é de tempo operatório, sendo assim os procedimentos realizados pelo cirurgião dentista se enquadram em Atendimento Ambulatorial, além de prescrevermos medicamentos e exames, injetamos medicamentos e bloqueios anestésicos, removemos nichos retenção e tratamos focos de infecção, manipulamos tecidos musculares, tecido nervoso, tecidos conjuntivos de sustentação e de proteção, veias, artérias, órgãos dentais e outras estruturas adjacentes de HUMANOS. Possuímos responsabilidades cíveis e criminais por nossos procedimentos, os quais são os mesmos dos profissionais da medicina, fazemos jus aos rendimentos condizentes a uma categoria profissional, que possui um alto nível de responsabilidade e de conhecimentos técnicos inerentes a habilitação legal da profissão de Cirurgião-Dentista. 
Estivemos ontem (2 de setembro) reunidos com representantes da Assembleia Legislativa e fizemos a denúncia dos quatro CEO´s que deveriam ser implantados em Cuiabá e não foram, onde o Ministério da Saúde conforme a PORTARIA Nº 2.812, DE 20 DE NOVEMBRO DE 2008 fez o depósito de R$200.000,00(duzentos mil reais) para a implantação, além de ter despachado para o nosso município vários equipos odontológicos (cadeiras odontológicas e seus periféricos) e outros materiais para ajudar na estrutura do atendimento. Deveriam ter sido implantados os Centros de Especialidades Odontológicas (CEO) até o mês de maio, porém o seu secretário de Saúde ignorou, e a saúde de Cuiabá corre o risco de ficar sem repasses importantes. 
Solicitamos com urgência que sua promessa feita no auditório lotado da ABO – MT onde se dirigindo a todos os presentes, foi feito o compromisso de que nossa categoria da saúde seria a primeira a sentar na mesa e conversar sobre nossas reivindicações, fato que ainda foi ratificado em reunião com o Sr. Prefeito e o Presidente do SINODONTO/MT em seu gabinete no final de 2008.
Solicitamos também, que não tenhamos mais que nos reportarmos ao Sr. secretário de Saúde, entendemos que a saúde e uma coisa séria, esta seriedade tem que ser não apenas em palavras mais em ações, respeito com o comandados e mais ainda por quem nos comanda, neste sentido os funcionários não se sentem respeitados pelo Sr. Luis Soares e também não percebemos nele o devido respeito pelo Sr. Prefeito.
Realizaremos Assembleia Geral no SINODONTO/MT no dia 15 de setembro de 2009, as 20h, convidaremos representantes municipais estaduais e federais, vamos distribuir cópias da portaria do Ministério da Saúde e faremos publicamente a denuncia dos CEO´s tipo II que não formam implantados, além dos materiais que serão devolvidos ao Ministério da Saúde.  
Espero ter condições de já no dia 15 de setembro, em nossa Assembleia Geral, de passar os cirurgiões dentistas boas notícias, entendemos que as paralisações são penosas e acabam prejudicando o atendimento a população, queremos resolver de forma ordeira e inteligente, mais salientemos que existe uma pressão para que o movimento de paralisação seja iniciado. 
Atenciosamente, 
Dr. Gustavo Moreira de Oliveira – CD
Presidente do SINODONTO / MT

Postar um novo comentário

Comentários (16)

  • JOAQUIM BRITO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    OSTRO DIA FUI NO PS COM DOR NO CISSO
    O DENTISTA MANDOU UM VOLTAREN
    QUASE NÃO ACREDITEI , AO INVES DE TRATAR
    ME MANDOU UMA INJEÇÃO NAS NADEGAS
    COMO DOEU , FICOU INCHADA A BOCA E A POUPANÇA.
    DISSE QUE NÃO TINHA ANESTESIA E O BOTIÇÃO ESTAVA QUEBRADO.
    ACHO QUE ELE NÃO GOSTA DE TRABAIÁ...
    SOCA O PAU CABEÇÃO , NÃO DÁ MOLEZA PRA ESSA TURMA.....

  • Paulo Ricardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse tal de Luiz Soares tem costas quentes...
    Vá ter sorte assim lá no governo estadual, municipal......

    Isso é Cuaibá!

  • Diego | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O interessante de tudo isso é observar como existe uma mitificação em torno da ineficiência dos profissionais de saúde pública, fruto principalmente do desinteresse e desinformação de uma parcela significante da sociedade quanto o real funcionamento dos programas de saúde. O programa de saúde bucal de nosso município é referencia nacional. A falta de vagas para atendimento odontológico a boa parcela da população não diz respeito aos profissionais, que atendem diariamente um numero fixo pré-determinado de pacientes, mas sim a problemas na gestão da demanda populacional e de recursos para abertura de novas clinicas e contratação de dentistas. O agendamento das vagas é um evento publico monitorado e fiscalizado pela população e associações de bairro, portanto é um absurdo dizer que só são atendidos parentes de servidores nas clinicas. Entretanto, em um período em que falamos tanto em humanização de atendimento, equiparação de qualidade do SUS com o sistema privado, como isso se torna possível com um gestor que não permite a qualificação a seus profissionais e não os estimula com plano de cargo e carreiras? Enquanto manifestarmos a idéia que pagando em dia, não cabe aos profissionais o pleito de melhorias, eles que se desdobrem em 3 jornadas diárias ou saiam se estiverem insatisfeitos, nada mudará.

  • Aderbal | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    os dentistas não fazem greve com medo de descobrirem que eles não fazem nada. Não se preocupe Cabeção.

  • Mara | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esses dentistas e nada é a mesma coisa, pois nunca tem vaga para a população, atendem somente os conhecidos e parentes dos que trabalham com eles. A maioria finge que trabalha. Como entrar em greve se os salários estão em dia ? Tá insatisfeito com o salário pede demissão. A prefeitura já disse para todos os canais da imprensa que não tem como dar aumento, para dar aumento há que se aumentar os repasses do Ministério da Saúde para Cuiabá.

  • Marcionei | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Governo não investe repasse constitucional na Saúde de MT

    Mato Grosso é um dos 16 estados que deixou de aplicar os recursos constitucionais no setor da Saúde. O governo investiu apenas 10,77%, enquanto o exigido é 12%. A denúncia foi feita pela Folha de S. Paulo, circulada hoje.

    Percebem que há tempos o Sec. Luiz Soares vem falando isto. Agora que a folha de São Paulo publicou a denuncia, de 16 estados, será que o SINDIMED, CRM, Sinodonto, CRO, etc... não vão cobrar do Governador e do Secretário de Estado. O Governo de MT é altamente omisso com a saúde pública. Há necessidade das organizações de classe da saúde preparar um movimento com cobrança dos investimentos constitucionais devido.

  • Luiz Andre Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    gostei do comentário do ADERBAL.Os médicos entraram numa inglória com o Luiz Cabeção.O tiro saiu pela culatra.Agora a população esta questionando mais os médicos do que o Luiz Cabeção porque os podres dos médicos estão vindo a público.Dentistas, cuidado.Seus podres também poderão vir a público.Cuidado dr. Narciso e patotinha.

  • Josefa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Dentistas primeiro mostrem trabalho e atendam a população. Voces sempre negam vagas para o cidadão que necessita de seus atendimentos. Vão trabalhar........

  • Jose Humberto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tá parecendo uma coisa orquestrada: Começou com os médicos, agora que as negociações com os médicos estão avançando, entra em cena os dentistas. Ah, dá licença deixa o secretário trabalhar. Já que vocês não gosta de trabalhar, deixa quem gosta. Dentistas, estão insatisfeitos ? Assinem a demissão. Quero ver os pedidos assinados. Parem de lorota.

  • suelen miriam costa fernandes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    agora tudo que acontece é culpa de Luis Soares aquele medico Bicudo tira fotos de dois anos atras e esse site se numa total falta de seriedade com seus leitores publica todos querem que Luis Soares saia pq ele pega no pe mesmo tem que trabalhar esse médico bicudo nao atende bem nem em hospital particular quem dirá em atendimento pelo SUS...vão trabalhar ou entao peguem seu banquinho tem muita gente precisando...

Mauro e vitórias na briga de decretos

mauro mendes 400 A estratégia do governador Mauro Mendes (foto) de articular com os Poderes a edição do decreto de toque de recolher vem dando frutos. O governo publicou decreto impondo toque de recolher das 21h às 5h, com fechamento do comércio às 19h. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, discordou e fez...

Prefeito é intubado e pode ir para SP

Prefeito de Tapurah Carlos Alberto Capeletti   É grave o quadro de saúde do prefeito de Tapurah (432 km de Cuiabá), Carlos Alberto Capeletti (PSD). Após piora, ele precisou ser intubado nesta quinta (4). Foi internado na terça (2), após testar positivo para Covid-19, em uma UTI no Hospital 13 de Maio, em...

Setasc doou 330 mil cestas básícas

Rosamaria 400 curtinha   A Secretaria Estadual de Assistência Social e Cidadania (Setasc), sob Rosamaria de Carvalho (foto), já entregou mais de 330 mil cestas básicas desde o inicio da pandemia, sendo 110 mil em Cuiabá e Várzea Grande. E como assistência social foi considerada como serviço essencial,...

Interinos ficam sem cargos no TCE

jose carlos novelli 400 curtinha   Com o retorno dos conselheiros do TCE, Antonio Joaquim e José Carlos Novelli (foto), dois substitutos perderam os postos não apenas nas relatorias, como também ficam sem os cargos na gestão. É o caso de Isaías Lopes da Cunha, que deixou de ser ouvidor-geral, sendo...

MT perde José Afonso Portocarrero

portocarrero-400   Morreu nessa quarta  (3), aos 93 anos, José Afonso Portocarrero (foto). O ex-presidente dos extintos  Banco do Estado de Mato Grosso (Bemat)  e Loteria do Estado de Mato Grosso (Lemat)  morreu de causas naturais. Viúvo, deixa quatro filhos.  Na vida profissional, foi o responsável...

Secretários filiados e sem pretensões

Beto 2x1 400 curtinha   Presidente do DEM em Cuiabá, o secretário estadual de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto 2 x 1 (foto), disse, em visita ao Rdnews, quando concedeu entrevista à tvweb RDTV, que alguns colegas secretários estão filiados ao partido, mas isso não significa que eles...