Últimas

Sábado, 10 de Maio de 2008, 08h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

SAÚDE

Denúncia vê fraude em concurso, mas TC arquiva

  Denúncia anônima feita ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) diz que houve irregularidades na promoção do concurso para a contratação de fisioterapeuta feito pela secretaria de Estado de Saúde, hoje sob Augustinho Moro. O reclamante contesta que alguns candidatos foram privilegiados em detrimento de outros, como o caso de si próprio. O concurso foi aplicado ainda na gestão do então secretário Júlio Muller, em 2002, mas avançou para o governo Blairo Maggi, a partir de janeiro de 2003. 

  Por falta de fundamentação, o relator do processo, conselheiro do TCE Valter Albano, decidiu arquivá-lo. Em seu parecer, o relator diz que os fatos denunciados não foram comprovados. "A administração pública obedeceu a ordem de classificação dos candidatos aprovados, não houve preterição do denunciante", diz Albano em seu parecer. (Pollyana Araújo)

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Valdir | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Meu comentário anterior serve para essa notícia aqui também, pois se está acontecendo o que estamos vendo é porque para a sociedade aplicam a lei para eles se o processo não tiver muito bem fundamentado é motivo para arquivar. Aliás esse órgão não deveria dar o exemplo, ser transparente ?!?! Por que será que o relator arquivou, será que os aprovados tem sobrenome igual a alguma AUTORIDADE do estado.

    Pobre Mato Grosso!
    Temos que pagar CINCO BILHÕES de uma dívida que não sabemos onde foi parar o dinheiro, porém, aos poucos juntando os escândalos temos as respostas.
    Um estado rico, habitado por pessoas trabalhadoras, porém representados por homens que destroem a nossa dignidade. Na minha infância, o Governador, Prefeito, Vereador, Juiz, etc. era sinônimo de homem honesto, considerávamos AUTORIDADE. Hoje, essas autoridades, são pessoas que nos envergonham. A Justiça que deveria ser equilibrada juntou-se aos demais poderes e fazem acordos duvidosos, fazem “negócios” obscuros com o dinheiro público, enriquecem ilicitamente a si e aos seus.
    As atuais autoridades de MT são na verdade um CÂNCER MALÍGNO que corroem aos poucos com as nossas vidas. Tenho pena dessas autoridades, vivem num luxo constituído pelo sangue, pela desgraça de muitos cidadãos. Enquanto pessoas morrem nas portas dos hospitais aguardando decisões judiciais para ter acesso a um leito de UTI, as autoridades do judiciário trocam acusações (e nós acreditamos que todas sejam verdades), gastam o dinheiro público.
    Aqui na terra vive o luxo, porém suas almas vagarão pela eternidade sem descanso, pois a desgraça que vocês estão fazendo ao povo de MT, certamente será aplicada as suas almas em forma de penalidade divina.
    Jamais imaginávamos que esses Senhores se envolveriam com esse tipo de escândalo.
    LAMENTÁVEL, VERGONHOSO, o Poder Judiciário de Mato Grosso é uma lástima, estamos num estado sem leis, ou no mínimo sem homens dignos para aplicá-las.

  • CIDADÃO DESESPERANÇADO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Este è o TCE que nós conhecemos quando aprova com 79 irregularidades, quando a corte esta muito severa aprova com rssalvas, arquivas as denuncias.

  • Patricia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A Contribuição Partidária que muito bem lembrada não é privilégio deste Governo tão pouco do PR, não é Obrigatória é voluntária e como qualquer ocupante de cargos de “confiança” ou Comissionados não entendo o motivo de tamanho interesse em assunto que cabe ao funcionário decidir através de uma previa AUTORIZAÇÃO se deseja ou não contribuir.Na verdade são cobrados outras taxas e impostos sem nossa autorização como I.N.S.S e Imposto de Renda que deveriam ser fiscalizados alias Basta ver o déficit da Previdência e com quanto cada um dos setores contribui para o rombo. Com relação a contribuição partidária para mim é muito bem empregada , fiscalizada, e investida através de seus representantes legais, quem não achar justo é simples NÃO AUTORIZE O PAGAMENTO. Alias esta matéria é tão mal intencionada e maldosa quanto quem a elaborou.

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...

Promotor recebe medalha do Exército

Mauro Zaque curtinha   O promotor de Justiça Mauro Zaque (foto) foi condecorado com a medalha do Exército Brasileiro na manhã desta segunda (19), no dia da instituição. A solenidade é considerada a segunda maior do Exército Brasileiro, foi reservada por conta da pandemia e contou com a...

Sema reabre os parques em Cuiabá

mauren lazzaretti sema 400   Fechados desde 1º de abril, em obediência às regras de decreto municipal, que suspendiam as atividades coletivas, os parques estaduais urbanos de Cuiabá reabrem nesta segunda (19) para utilização pelo público. Será possível acessar as tradicionais trilhas...