Últimas

Quarta-Feira, 06 de Maio de 2009, 08h:15 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

FISCALIZAÇÃO

Deputado-apresentador sai à caça de obras paralisadas

  Fernando Ordakowski
Clique na imagem para ampliação
Sérgio Ricardo marca audiência pública para discutir as 172 obras públicas que foram interrompidas e, em pré-campanha eleitoral, usa programa de TV para fazer barulho e levar problemáticas nos municípios

  Depois das campanhas e propagandas pelo gás natural, pela limpeza do rio Cuiabá, por repovoamento de peixes, por construção de casas e contra a volta da fiscalização eletrônica no trânsito, o deputado e apresentador de TV Sérgio Ricardo (PR), que insiste com sua pré-candidatura a governador, lançou agora uma nova investida. Promete visitar obras inacabadas por todo o Estado e cobrar conclusão desses projetos. Para fazer barulho, ele utiliza o próprio programa de TV, "Sérgio Ricardo Mato Grosso", apresentado diariamente na TV Cidade (afiliada do SBT), via satélite.

   Sérgio solicitou à Mesa Diretora da Assembleia, da qual faz parte como primeiro-secretário (ordenador de despesas), para realizar uma audiência pública, com vistas a discutir aquelas obras que foram paralisadas tanto pelo governo estadual quanto pelas prefeituras. Ele se baseia num levantamento de 2008 do Tribunal de Contas, que aponta 172 obras por concluir. Juntas, somam R$ 268 milhões, dos quais 68% são dos cofres estaduais. Em 14 delas, a paralisação já chega a dois anos. Foi apurada a existência de 809 obras em andamento, 928 obras concluídas e 172 literalmente paralisadas. As principais justificativas para a paralisação de obras foram excesso de chuvas e falta de recursos. A área de transporte corresponde por 40% dos projetos paralisados, 14% na área de educação, 10% relativa a edifícios administrativos e 10% na área de saneamento básico.

  "São milhões de dinheiro jogados fora. Isso não pode ficar assim", diz Sérgio. A audiência está programada para o próximo dia 18. E, assim, ampliando o que chama de "bandeiras de luta", o ex-presidente da Assembleia, com seu estilo populista, segue abrindo bases eleitorais. Sérgio não está limitando sua atuação à Baixada Cuiabana. Com o tal gabinete itinerante, ele conta que nos últimos dois meses visitou 40 municípios da Grande Cuiabá e do Sudoeste e neste final de semana parte para Rondonópolis, cidade-pólo do Sul do Estado. Ele costuma de reunir com representantes de segmentos, como lojas maçônicas, Rotary, Lions, CDL, líderes empresariais e comunitários para registrar a demanda e problemáticas de cada município. A partir daí, "bota boca no trombone". Não está nem aí se desagrada o governo Blairo Maggi, de quem afirma ser aliado.

  "O que vejo, por essas andanças pelo interior, são desempregos, deficiência na área da saúde, com hospitais regionais e municipais que não funcionam, insegurança e problemas por falta de regularização fundiária", diz Sérgio. Para ele, é preciso haver um planejamento estratégico para médio e longo prazo e considera que as propostas não podem começar e encerrar dentro de um só mandato.

Postar um novo comentário

Comentários (46)

  • Carol | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    DEPUTADO SÉRGIO RICARDO , AO INVÉS DE ESTAR PROCURANDO OBRAS INACABADAS, VAI CUMPRIR A SUA ABRIGAÇÃO COMO LEGISLADOR E FISCALIZADOR DO ESTADO DE MT, E SE TRATAR COM UM PSICÓLOGO PRA VER SE VC MUDA A SUA MANEIRA DE SER E DE TRATAR AS PESSOAS. O ARROGANTE SE AUTO-DESTROE, CUIADADO!!!!

  • Marcos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É por causa de pessoas desse tipo que a política brasileira é uma vergonha. Quando o nosso povo tiver mais instrução políticos desse naipe serão simplesmente deletados de nosso meio.

  • ANTÔNIO SOARES ALMEIDA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    OK SÉRGIO RICARDO, O BEM INTENCIONADO DEPUTADO ESTADUAL. O SERGINHO ESTÁ SE GUIANDO PELA MÁXIMA DO CINEASTA BAIANO GLAUBER ROCHA: UMA CÂMARA NA MÃO E MUITAS IDEIAS NA CABEÇA, PÔE IDEIAS NISSO...O HOME QUER ABRAÇAR ATÉ A FLORESTA AMAZÔNICA E SER CORRELIGIONÁRIO DO MOTO SERRA DE OURO BLAIRO MAGGI...ENGANA OUTRO SÉRGIO, DEIXA DE SER HIPÓCRITA, O SR TÁ QUERENDO MESMO É IR PRO TRIBUNAL DE CONTAS E FICAR NO BEM BÃO PRO RESTO DA VIDA.......

  • Otaniel de Oliveira Fernandes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Cadê o Ministério Público, para fiscalizar esse Demagogo, Populista e mentiroso e que está fazendo Campanha Extemporânea na TV. Ou melhor está fazendo Campanha e o MP não faz nada. Chega MT de tanta demagogia e de um basta nesse projeto de Deputado.

  • VITO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    A CADA DIA QUE PASSA MAS FICO TRISTE, A POLITICA NÃO VAI MUDAR NUNCA, SEMPRE ESSA MEIMISSE, PUXA SACOS, DEMAGOGOS, SENSACIONALISTA E MUITAS PESSOAS QUE SE DIZEM (AUTORIDADES DE UM ESTADO), E FICAM EM ÉPOCA DE QUASE UM PERIODO ELEITORAL QUER SER UM SALVADOR DA PÁTRIA. Ó NOBRE DEPUTADINHO VAI PARA Á GLOBO, É SÓ LA QUE TEVE SASA MUTEMA (SALVADOR DA PÁTRIA). VÁ LEGISLAR.

  • Gaucho Macho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A ignonimia arratalante de um preságio desovernoso arrunda a ispiação de uma falácia disprovada como a posta a lume no ímpio impoluto de se manter midioso. Era o que sempre dizia em relação aos politicos do Rio Grande quando habitava os pampas, e aqui parece-me que estão no mesmo trieiro.

  • Thiago Chacal | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu apoio a visita e a busca por solução das obras inacabadas...
    Apoio a sua candidatura ao governo, talvez.

  • Antonio Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse é Sergio Ricardo, Oportunista e Demagogo....Só poderia ser Politico mesmo.kkkk

  • sergio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ONDE ESTEVE ESSE CIDADÃO NOS ULTIMOS 3 ANOS????



    AGORA APARECE

    VAI PROCURAR OQ FAZER


    AXA Q ISSO VAI TE DAR VOTOS???

  • Manuel Fernades | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O deputado poderia começar pelas obras do PAC em Cuiabá e depois justificar como conseguiu construir o Buffet Alfha Ville e comprar todos os terrrenos em volta do Buffet com o salario de Deputado.

PTB perdeu uns, mas ganhou outros

emanuelzinho 400   Em Várzea Grande, enquanto alguns militantes do PTB, puxados pelo secretário jaymista Silvio Fidelis foram para os braços do candidato a prefeito Kalil Baracat (MDB), que tem Hazama (DEM) de vice, militantes de outras legendas decidiram abraçar a candidatura do petebista Emanuelzinho (foto). São...

PT de Cuiabá passivo; ROO, autêntico

kleber amorim 400 curtinha   O PT de Rondonópolis se organizou melhor, mobilizou a militância, se tornando mais autêntico do que o núcleo petista de Cuiabá. Para se ter ideia, o partido, numa posição de coragem e levando preocupação ao prefeito Zé do Pátio, que tinha...

DEM é "suprapartidário" em Cuiabá

wilson santos, 400 curtinha   Para uns, o DEM de Cuiabá se tornou "suprapartidário". Para outros, um partido de aluguel. Além de não ter cabeça de chapa para prefeito, o partido do governador Mauro e dos irmãos Júlio e Jayme Campos enfrenta uma situação inusitada de concorrentes...

Diretório do Podemos-VG dissolvido

mara podemos curtinha 400   A direção estadual do Podemos, sob o deputado José Medeiros, destituiu o diretório municipal de Várzea Grande e anulou o encaminhamento para apoio a Kalil Baracat a prefeito. Agora sob comando provisório da professora Wilcimara Carnelós, a Mara (foto), que está na...

Silvio provoca debandada no PTB-VG

silvio fidelis 400 curtinha   Silvio Fidélis (foto), afilhado político de Chico Galindo e que se tornou fiel escudeiro da prefeita várzea-grande Lucimar Campos, de cuja gestão é secretário de Educação, provocou debandada geral no PTB local. Inconformado com a decisão de Emanuelzinho de...

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.