Últimas

Quinta-Feira, 12 de Julho de 2007, 14h:44 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

INFRAESTRUTURA

Deputado defende que Pagot desista do Dnit

Para Muniz, governador Maggi deveria substituir o indicado, sob pena de MT perder o cargo federal e sugere Palma, França e Homero e o petista Alexandre

    Em discurso da tribuna nesta quinta, o deputado Percival Muniz (PPS) defendeu que Luiz Pagot tivesse a humildade de desistir da indicação para a direção-geral do Dnit, sob pena de Mato Grosso correr o sério risco de perder a representatividade num dos cargos mais importantes entre as autarquias da máquina pública do governo federal. Muniz sugeriu que o governador Blairo Maggi indicasse outros nomes. Fez quatro sugestões: do deputado estadual Roberto França (sem partido), ex-deputado federal e ex-prefeito de Cuiabá por dois mandatos, do ex-deputado federal e hoje adjunto de Indústria, Comércio, Minas e Energia, Rodrigues Palma (PR), e do federal Homero Pereira (PR) e do estadual Alexandre Cesar (PT).

   Percival Muniz destaca que o quadro está desfavorável à aprovação do nome de Pagot no Senado. Lembra que nos bastidores há ameaça até de levar o senador Jonas Pinheiro (DEM) para a Comissão de Ética por ter mantido Pagot como assessor parlamentar durante oito anos, enquanto, ao mesmo tempo, o próprio Pagot exercia outro cargo, o de diretor de uma empresa privada, inclusive com sede em Itacoatiara (AM).

   "Esse impasse já está há algum tempo. Isso expõe o governador, o senador Jonas, o próprio Pagot que, se tiver que assumir, já chegará manco", destaca o parlamentar, da tribuna da Assembléia. Na avaliação de Muniz, Mato Grosso não pode perder um cargo tão importante como o comando do Dnit, detentor de um orçamento de R$ 12 bilhões.

    Muniz entende que se Maggi indicasse outros nomes, talvez não teria dificuldades de emplacar a representativdade do Estado junto ao governo Lula. Observa que nomes como de Palma, França e de Homero são do grupo do próprio governador e que são personalidades bastante experientes e com serviços prestados, assim como o petista Alexandre. "Do jeito que a coisa está andando, Mato Grosso vai perder o cargo e ainda expõe o Pagot. Sugiro que o Pagot volte a ser o que ele era no governo Maggi".

     Outra opção

    Ainda durante a sessão matutina desta quinta, Percival Muniz fez referência ao nome do deputado petista Alexandre Cesar, como alternativa à direção do Dnit no lugar de Pagot. Aproveitou para fazer rasgados elogios ao ex-presidente do PT e ex-secretário-executivo de Desenvolvimento do Centro-Oeste, ligado ao Ministério da Integração Nacional. Para Muniz, assim como França, Palma e Homero, Alexandre apresenta perfil para comandar a autarquia. De imediato, Alexandre agradeceu a lembrança, mas avisou que não tinha interesse na suposta indicação. Reafirmou a necessidade de haver articulação e unidade no sentido de Mato Grosso garantir a condução do Dnit.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • jose faria | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Estou em brasilia e quero falar com o Percival Muniz, como faço voce tem o telefone ou site ou email, agradeço antecipadamente, fui coordenador de campanha dele em rondonopolis.

  • Eucrides Doutem | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Taí, não vou com a cara nem estilo desse percival, mas neste caso o cabra tá coberto de razão. Sr. Blairo e Pagot tenham bom senso e façam a coisa certa em nome do estado.

  • ROBERTO BOMFIM | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ESSE PERCIVAL VAI LONGE MESMO, ACHO QUE ESSA É A MELHOR SAIDA PARA O NOSSO ESTADO NESSE MOMENTO, RESTA SABER SE O PAGOT E O GOVERNADOR BLAIRO MAGGI VÃO TER A GRANDEZA DE PENSAR NO ESTADO NESTE MOMENTO IMPORTANTE, EU SINCERAMENTE NAO ACREDITO, VAIDADE PESSOAL É O QUE MAIS ESSES DOIS TEEM, EU NAO ENTENDO QUE AMOR E ESSE QUE O GOVERNADOR SENTE POR ESSE PAGOT, O HOMEM QUASE ARREBENTOU ELE QUANDO TAVA NA SINFRA E ELE PARECE QUE NEM TOMOU CONHECIMENTO DISSO. ACORDA GOVERNADOR......

    NOVAMENTE PARABENS PERCIVAL COMO ESTA CONDUZINDO SEU MANDATO, QUANDO VOCE SE ELEGEU MUITA GENTE ACHOU QUE VOCE IA INCHAR A FOLHA DE PAGAMENTO DESTE ESTADO COM SEUS INDICADOS, PELA SUA PROXIMIDADE POLITICA COM O BLAIRO, MAIS PELO CONTRARIO NAO INDICOU PRATICAMENTE NINGUEM, VOCE TA HONRANDO ASSIM O MANDATO QUE O POVO TE DEU, CONTINUE ASSIM FISCALIZANDO O EXECUTIVO.

"Batida" em apresentador por engano

ricardo martins 400   Durante a dupla operação deflagrada pela PF nesta terça em alguns municípios de MT, entre eles Cuiabá, agentes federais, por um equívoco no cumprimento de mandados, acabou batendo na porta do apresentador da TV Cidade Verde, Ricardo Martins (foto). Ele, por sua vez, e para não...

Paccola é cotado para diretor-geral

gianmarco paccola 400   O discreto e atuante delegado Gianmarco Paccola (foto), hoje diretor-geral-adjunto da Civil, já desponta nos bastidores como nome preferencial do Palácio Paiaguás para eventual substituição a Mário Demerval, que deve mesmo deixar o posto de diretor-geral para disputar as...

Luta pra isentar parte dos aposentados

eduardo botelho 400 curtinha   Primeiro-secretário da Assembleia, Eduardo Botelho (foto) disse que foi criada espécie de força-tarefa dos deputados para fechar um acordo com o governo, de modo a ajudar aposentados e pensionistas e portadores de doenças raras para isenção do pagamento da alíquota da...

Investimentos em segurança pública

alexandre bustamante 400   Alexandre Bustamante (foto), secretário estadual de Segurança Pública, é enfático ao afirmar que o Estado tem investido em equipamentos e infraestrutura para combater a criminalidade. Segundo ele, a maior prova disso são os projetos que integram o programa MT Mais. Ao todo, devem...

Folha antecipada em Várzea Grande

kalil baracat 400 curtinha   Com o privilégio de ter assumido a prefeitura em janeiro com superávit de R$ 74 milhões da antecessora Lucimar Campos, o prefeito várzea-grandense Kalil Baracat (foto) quitou a folha de fevereiro na última quinta (25), três dias antes da virada do mês. São cerca de...

Grupo de risco em casa até 31 de maio

Em novo decreto, dentro das medidas emergenciais e temporárias de prevenção ao Covid-19, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro determinou que servidores municipais que integram o chamado grupo de risco não devem trabalhar presencialmente nas secretarias e/ou órgãos da administração. São considerados desse grupo servidores acima de 60 anos, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas e servidoras grávidas e...