Últimas

Sexta-Feira, 27 de Abril de 2007, 11h:40 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EMBATE JURÍDICO

Deputado denuncia ação de pistolagem de PMs

  O deputado Adalto de Freitas, o Daltinho (PMDB), representante da região do Araguaia, denunciou, da tribuna da Assembléia, truculências e agressões físicas e morais praticados por policiais militares contra pequenos agricultores e familiares da gleba União, localizada entre as fazendas Suia-Missú e Bordon, conhecida como Bordolândia, em Alto Boa Vista. Eles são posseiros e resistem à desocupação da área.

   Ele conta que foi procurado pelas vítimas e que agora levará o caso ao conhecimento do secretário de Justiça e Segurança Pública, Carlos Brito, e também do comandante-geral da PM, coronel Adaildon Evaristo de Moraes Costa. "Exigo providências contra os policiais infratores".

   De acordo com Daltinho, os PMs retiraram os moradores à base da truculência, jogaram gasolina e queimaram as casas e pertences, inclusive roupas dos agricultores. “O senhor Jonas, conhecido como Mão Branca, foi pendurado numa árvore de cabeça para baixo e depois asfixiado com uma sacola de plástico sobre sua cabeça e pescoço. Passou muito mal e quase morreu asfixiado”, denunciou o parlamentar

   Daltinho disse também que o pastor evangélico Adão Fernandes foi algemado e permaneceu preso por seis dias e sua esposa Marli de Oliveira sofreu hemorragia traumatizada pela violência sofrida pelo marido. Segundo Daltinho, "os agricultores são interpelados com perguntas pelos policiais, e quando começam a responder são agredidos com tapas na cara e aos gritos são ameaçados".

   Na lista de policiais denunciados ao deputado pelos agricultores estão o major Tadeu e o primeiro-tenente Sílvio. "Ele (Sílvio) é o que tortura as pessoas, segundo as denúncias que recebi”, enfatizou o deputado, para quem, "a ação policial, além de ilegal, posto que não atende a nenhuma medida judicial, é extremamente suspeita”.

   Daltinho observa que, “ao atuar afrontando a lei, os PMs descambaram para o crime de pistolagem e, vestidos farda, mancham a honra e o nome da corporação”, alertou. Diz também que “de maneira muito suspeita os policiais ficam acampados na Fazenda Bordon, vizinha da área na qual os moradores estão sendo vítimas da barbárie policial”.

  “Mato Grosso não é Estado sem lei, no qual manda o poder do dinheiro e da bandidagem fardada, que não pode continuar infiltrada nas tropas pagas com o dinheiro público para espancar, torturar e humilhar trabalhadores e pais de famílias”, denunciou Daltinho.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • joatan mariano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Realmente o Deputado esta com razão muitos policias estão sujando a corporação da policia militar de Mt, e ele deixou bem claro o pobre que esta sofrendo estas humilhação. Mas não podemos nos esquecer que o tempo sem lei já acabou a muito tempo, a lei diz que a lei é para todos então estes policias, que pra mim não passa de bandidos vestidos de ovelhas brancas. Tem que ser punidos, e outra não tenho medo de falar encanto nos mato-grossense não falar vai continuar a mesmo coisas.. você esta de parabéns. DETUPADO. Daltinho.....

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

EP cresce 5; Abílio perde 3, diz Ibope

emanuel pinheiro 400 curtinha   Pelos números do Ibope, revelados nesta sexta à noite pela TV Centro América (Globo), Abílio Júnior (Podemos) oscilou negativamente 3 pontos percentuais em menos de uma semana, de 48% para 45% das intenções de voto. Já o emedebista Emanuel Pinheiro (foto)...

Sob arrogância, ataque e desrespeito

abilio junior 400 curtinha   O candidato Abílio Junior (foto), que disputa o segundo turno em Cuiabá com o prefeito Emanuel, chegou bastante nervoso e irritado para o debate nesta sexta, na TV Vila Real (Record). Demonstrando arrogância, ignorou o superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, Dorileo Leal, na...

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...