Últimas

Sábado, 29 de Setembro de 2007, 07h:05 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

ARTICULAÇÃO

Deputado entra na disputa por cadeira no TCE

Vaga na Câmara ficaria com Eduardo Moura; Júlio se aposentaria para disputar Prefeitura de Várzea Grande

Surge nos bastidores mais um candidato à cadeira vitalícia de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado. Trata-se do deputado federal Homero Pereira (PR). Sua eventual nomeação para o TCE começou a ser negociada com aval do Palácio Paiaguás. Para dar certo, exige-se algumas combinações que, por enquanto, estão nas jogadas ensaiadas. As discussões envolvem até a sucessão municipal em Várzea Grande. A vaga a ser aberta seria do conselheiro Júlio Campos, que voltou a cogitar, nos bastidores, a possibilidade de concorrer à prefeitura. Uma vez garantido Homero no Tribunal, sua cadeira na Câmara ficaria com o empresário Eduardo Moura, um dos que mais vem jogando pesado para a estratégia dar certo.

   Homero é o terceiro a entrar na fila. O governador Blairo Maggi já tinha sinalizado que indicaria o seu secretário de Fazenda, Waldir Teis, para a primeira vaga que surgir de conselheiro do TCE. Um grupo de parlamentares também "costurou" entendimento para contemplar o deputado de quinto mandato Humberto Bosaipo (DEM), já que há expectativa de aposentadoria de dois conselheiros até o próximo ano, uma de Júlio, antecipando-se à inatividade para poder ser candidato e, a outra, de Ary Leite de Campos ou de Ubiratan Spinelli. Agora, entra no páreo Homero Pereira, presidente licenciado da Federação da Agricultura do Estado, deixando Teis e Bosaipo de "barba de molho".

   Homero esteve licenciado da Câmara por dois meses, após ser acometido por um derrame. Ele eleito no ano passado com 100.114 votos, pelo PPS. Hoje está no PR. É tido como integrante da turma da botina, grupo ligado ao governador Maggi. Eduardo Moura ficou na primeira suplência da coligação PPS/PSB. Teve 51.965 votos, perdendo a cadeira para o ex-vereador por Cuiabá e defensor público Valtenir Pereira (PSB). A diferença entre ambos foi de apenas 436 votos.

    Efeito TCE

    Maggi escalou o seu ex-secretário Luiz Pagot para negociar com Júlio Campos a possibilidade deste disputar à sucessão do prefeito Murilo Domingos (PR), abrindo logo vaga no TCE para Homero. Júlio já foi prefeito de Várzea Grande, governador, deputado federal e senador. Controlou por mais de duas décadas o PFL (hoje DEM). Como o nome do conselheiro aparece nas pesquisas com chances reais de eleição, ele próprio se animou com a proposta. Nesse caso, a pré-candidatura do deputado Wallace Guimarães seria sacrificada.

    Enquanto nessa contagem regressiva para mudança de partido Wallace vive momentos de insegurança por causa do processo de fritura, Júlio vai agindo como camaleão. Ora assume que pode disputar o pleito, ora recua e diz que seu objetivo é, antes de se aposentar do TCE, vir a presidir o órgão. Graças à prerrogativa de conselheiro, ele pode adiar a decisão para abril de 2008, seis meses antes das eleições.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Antonio Carlos Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É por essas e outras que o tribunal de contas do estado TCE-mt, não consegue cumprir o seu papel constitucional. É um tribunal desmoralizado pela sociedade e pelo povo... Os conselheiros são pessoas despreparadas e na maioria das vezes "pau mandados"" que estão lá apenas para obdecer seus chefes ou caciques politicos e corruptos que praticam a pilhagem do dinheiro publico... até hoje esse tribunal de contas MT so usou seu poder para perseguir ""caititu fora do bando e peixe pequeno"... a exemplo vemos que os deputados estaduais e vereadores de cuiabá deitaram e rolaram na falcatrua é o tribunal de contas, se calou e tudo esta como Dantes.

  • Maneporrete | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    NADA SE CRIA,TUDO SE TRANSFORMA. Como vemos,os BOTINUDOS,já calejados,resolveram aderir à pelica,mais macia e de fino trato.Dizem que a troca do óleo de soja pelo de canola ou girassol mais nobre, é um pulo.A quebra de PARADIGMAS, anda de vento-em-pôpa.Aproveitando a onda, que tal quebrar êste;Concurso Público para as vagas de conselheiros do TRIBUNAL-FAZ-DE-CONTAS.

  • americo vespusio cabral | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O ideário de uma entidade secreta, conforme nossa amiga margareth é essa: a de ajeitar a vida dos seus seguidores, dominar o poder, agir nos labirintos do poder para fazer valer as suas decisões. O que existe de comum entre a classe politica e os conselheiros do tribunal de contas? ambos os membros fazem parte dessa ordem que sempre foi nefasta ao país, desde o seu descobrimento, e está na hora de revelar a verdade.

  • Amado Amador | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Bosaipo, Homero, Teis...Aparentemente, o Teis leva essa por que parece ser tradição "aquele-que-carrega-a-chave-do-cofre" chutar à gol e correr
    para defender a bola. Sinceramente? Apesar de tudo, prefiro muito mais um Julinho no Paço Couto Magalhães que um aventureirozinho à la Murilo
    sem política nas veias que pensa apenas em rapinar uma terra. Agora, se fosse eu, o senhor Julio Campos iria exigir uma contribuição para a campanha de pelo menos R$5milhões.

  • ELIFAS JOSE RIBEIRO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É por isso que é bom existir o TCE só prá ajeitar a vida de politico fracassado.

  • nicinha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    sempre as mesmas pessoas, tem que mudar dar vaga para novos candidatos a esse cargo com certeza há muitas pessoas bem mais capacitadas do que esses que aí estão. tem que fazer a fila andar já chega desse povo...... muda....

  • Ana Flavia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Creio ser muita crueldade com o povo esse dispendio com um órgão que não cumpre com sua função. Esses ajeitamentos para nomear conselheiros a serviço de perseguir peixe-pequeno, privilegiar desvio de gestor sem compromisso com o erário, porque senão vejamos: A SETECS com e os Fundos vinculados. FEAS - da Assistencial Social, multado em 100 UPF; FUNDECON - Defesa do Consumidor, multado em 30 UPF; FEAT - do Trabalho, multado em 45 UPF; FIA - da Criança e do Adolescente, multado em 20 + 40 UPF e FUPS - Fundo Partilhado - (algo ibrido, sem fundamento legal) não foi multado. Todos tem um servidor como ordenador de despesa com exceção do FUPS que é a Secretaria Terezinha Maggi. Acontece que a equipe tecnica que realiza todos os atos de controle, compra e pagamento desses fundos são as mesmas pessoas. Gostaria de entender como se deu essa técnica engenhosa. Com a palavra os Conselheiros dessa Douta Corte - TCE-MT.

  • Juca de Assunção Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

PT na oposição independente do eleito

edna sampaio 400   Independente de quem ocupar o Palácio Alencastro, a partir de janeiro, a professora Edna Sampaio (foto), única eleita pelo PT à Câmara de Cuiabá, fará oposição ao prefeito. E dá sinais de que será uma parlamentar bastante atuante. Neste segundo turno, como o seu...

Secretário não consegue eleger Fred

fred gahyva 400 curtinha   O vereador licenciado e secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, foi um cabo eleitoral incansável pela candidatura de Fred Gahyva (foto) a vereador pela Capital. Ele liderou reuniões nas unidades de saúde, reforçando pedido de voto para o aliado e amigo de...

Deputado agora pula de palanque

elizeu nascimento 400 curtinha   O ex-vereador e hoje deputado estadual Elizeu Nascimento (foto), que amargou a oitava colocação na disputa ao Senado na eleição suplementar do último dia 15, mudou de lado, como se troca de camisa. Em princípio, era apoiador do projeto de reeleição do prefeito...

Ex-aliado, Sales lembra quem é Abílio

coronel sales 400   Em mensagem enviada aos amigos, reforçando pedido de voto para Emanuel Pinheiro, o coronel PM da reserva e secretário de Ordem Pública da Capital, Leovaldo Sales (foto), diz conhecer bem os dois candidatos que disputam, neste segundo turno, o Palácio Alencastro. Sobre Emanuel, lembra que este tem...

Uma perna no muro e dicas indiretas

eduardo botelho 400 curtinha   O presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (foto), chega ao final deste 2º turno das eleicões em Cuiabá com uma perna no muro. Ele liberou toda sua equipe para votar em quem quiser e todos pedem voto para Emanuel. Já Botelho, particulamente, preferiu não assumir publicamente o seu...

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

MAIS LIDAS