Últimas

Quarta-Feira, 16 de Maio de 2007, 01h:01 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

SEGURANÇA PÚBLICA

Deputado entrega dossiê-bomba ao governador

Relatório confidencial acusa militares de envolvimento em graves irregularidades e crimes  

    O deputado Walter Rabello, após reclamar que foi maltratado pelo comandante-geral da Polícia Militar, coronel Adaildon Evaristo de Moraes, comprou mesma "briga" com o alto comando da PM. Ele entregou nesta  terça (15) um dossiê-bomba confidencial ao governador Blairo Maggi. Com 64 páginas, o documento traz denúncias e detalhes de investigações, inclusive da Polícia Federal, que comprometeriam até o coronel Adaildon.

   Começa citando um ofício assinado por 10 coronéis PM, convocando o Conselho Superior da Polícia para ouvir o comandante-geral sobre um projeto de reengenharia operacional. Sugere participação de Adaildon em esquema ilegais, citando inclusive inquérito policial. O dossiê lista vários nomes de oficiais, inclusive de alguns que foram presos por integrar a máfia dos combustíveis.

    Denuncia supostos furtos com envolvimento de PMs em Pontes e Lacerda em 1997, denúncia em Cáceres e conteúdo de um relatório do Núcleo de Inteligência da Polícia Federal em MT sobre um major que, segundo o relatório, teria recebido R$ 150 mil para desocupar terras. Menciona até casos de pistolagem e usa a expressão "quadrilha". Denuncia também que alguns PMs teriam usado de agressão contra posseiros na região de São Félix do Araguaia.

     Por fim, o dossiê, já em poder do governador, traz os seguintes dizerem: "(...) Para nós, oficiais coronéis da PM/MT, trata-se de uma questão de responsabilidade com o nosso Estado, com o nosso governo, com a nossa Polícia Militar e, acima de tudo, com a nossa sociedade, impedir que tais atividades prosperem aos nossos olhos". Depois, emenda: "Ficamos ouvindo notícias de que somos malfeitores e os revoltosos que tentam impedir a implantação de um projeto salvador da pátria que não tivemos a competência para implementá-lo."

    O relatório pede providências ao governador: "Estamos certos que a proximidade desses oficiais não é mera coincidência. Representa um sinal de alerta que já tem trazido e pode produzir desgastes irreparáveis á PM/MT e ao Estado de Mato Grosso".

     Reação

     O comandante-geral da PM, coronel Adaildon, diz considerar estranho que esse fato torne público agora. Segundo ele, caberia ao comandante-geral da época apurar as acusações. Já Walter Rabello, que uma semana antes de entregar o dossiê para Maggi esteve reunido com um grupo de coronéis, alega que as denúncias são muito graves e que precisam ser apuradas.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

DEM e voz na Câmara após 16 anos

marcelo bussiki 400 curtinha   O DEM (antigo PFL) passa a ter voz na Câmara da Capital 16 anos depois. Aproveitando a janela de março em que a Justiça Eleitoral permite mudança de legenda sem risco de perda do mandato, dois vereadores migraram para o Democratas, sendo eles Marcelo Bussiki (foto) e Gilberto Figueiredo, que...

MDB agora com um na Câmara-Cuiabá

juca do guaran� curtinha 400   O MDB do prefeito Emanuel Pinheiro, que não elegeu vereador em 2016 em Cuiabá, agora ganha uma voz na Câmara. Trata-se de Juca do Guaraná (foto), militante histórico do nanico Avante que resolveu migrar para a legenda emedebista. Já vinha atuando como...

PT segue sem voz na Câmara-Cuiabá

bob pt 400 curtinha   O PT, presidido em Cuiabá por  Elisvaldo Almeida, o Bob (foto), está mesmo "queimado" e sem prestígio. Em meio ao troca-troca de partido entre os vereadores cuiabanos, aproveitando a janela de março, cujo prazo para mudanças para quem deseja se candidatar em outubro encerrou-se neste...

Deputado, única causa e os interesses

xuxu 400 curtinha   Xuxu Dal Molin (foto), deputado pouco atuante e limitado a defender a bandeira do agronegócio, é mais um daqueles que demonstram, na prática, usar a política para beneficiar os seus. De familiares de agricultores, Xuxu bateu duro, se posicionando contra a proposta encaminhada pelo governador Mauro...

Vereadores de ROO e trocas de siglas

fabio cardozo 400 curtinha   Em Rondonópolis, praticamente a metade dos vereadores está aproveitando a janela, que se encerra neste sábado, para mudar de partido, e já com as atenções voltadas à reeleição. E, com a dança das cadeiras, o Solidariedade do prefeito Zé do...

Podemos absorve a turma do barulho

O Podemos conseguiu juntar no seu diretório em Cuiabá a turma do barulho. Dela fazem parte dois com mandatos cassados, Abílio Júnior, que perdeu a cadeira de vereador por quebra de decoro, e a senadora Selma Arruda, cassada por caixa 2 e abuso de poder econômico, mas que ainda continua no cargo. Selma impôs condições para seguir no partido. Chegou a negociar ida para o PSC. E ganhou a presidência municipal do Pode, forçando o...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.