Últimas

Quarta-Feira, 16 de Maio de 2007, 01h:01 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

SEGURANÇA PÚBLICA

Deputado entrega dossiê-bomba ao governador

Relatório confidencial acusa militares de envolvimento em graves irregularidades e crimes  

    O deputado Walter Rabello, após reclamar que foi maltratado pelo comandante-geral da Polícia Militar, coronel Adaildon Evaristo de Moraes, comprou mesma "briga" com o alto comando da PM. Ele entregou nesta  terça (15) um dossiê-bomba confidencial ao governador Blairo Maggi. Com 64 páginas, o documento traz denúncias e detalhes de investigações, inclusive da Polícia Federal, que comprometeriam até o coronel Adaildon.

   Começa citando um ofício assinado por 10 coronéis PM, convocando o Conselho Superior da Polícia para ouvir o comandante-geral sobre um projeto de reengenharia operacional. Sugere participação de Adaildon em esquema ilegais, citando inclusive inquérito policial. O dossiê lista vários nomes de oficiais, inclusive de alguns que foram presos por integrar a máfia dos combustíveis.

    Denuncia supostos furtos com envolvimento de PMs em Pontes e Lacerda em 1997, denúncia em Cáceres e conteúdo de um relatório do Núcleo de Inteligência da Polícia Federal em MT sobre um major que, segundo o relatório, teria recebido R$ 150 mil para desocupar terras. Menciona até casos de pistolagem e usa a expressão "quadrilha". Denuncia também que alguns PMs teriam usado de agressão contra posseiros na região de São Félix do Araguaia.

     Por fim, o dossiê, já em poder do governador, traz os seguintes dizerem: "(...) Para nós, oficiais coronéis da PM/MT, trata-se de uma questão de responsabilidade com o nosso Estado, com o nosso governo, com a nossa Polícia Militar e, acima de tudo, com a nossa sociedade, impedir que tais atividades prosperem aos nossos olhos". Depois, emenda: "Ficamos ouvindo notícias de que somos malfeitores e os revoltosos que tentam impedir a implantação de um projeto salvador da pátria que não tivemos a competência para implementá-lo."

    O relatório pede providências ao governador: "Estamos certos que a proximidade desses oficiais não é mera coincidência. Representa um sinal de alerta que já tem trazido e pode produzir desgastes irreparáveis á PM/MT e ao Estado de Mato Grosso".

     Reação

     O comandante-geral da PM, coronel Adaildon, diz considerar estranho que esse fato torne público agora. Segundo ele, caberia ao comandante-geral da época apurar as acusações. Já Walter Rabello, que uma semana antes de entregar o dossiê para Maggi esteve reunido com um grupo de coronéis, alega que as denúncias são muito graves e que precisam ser apuradas.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Máquinas para reciclar garrafas pets

maquina 400 curtinha   Sob iniciativa da secretaria de Inovação e Comunicação da Capital, dentro dos projetos que buscam a sustentabilidade, a prefeitura vai colocar máquinas de reciclagem de garrafas pets em 15 pontos da cidade e com possibilidade de ampliar os locais de recolhimento. Em troca, o cidadão...

4 fora da reeleição em Rondonópolis

jailton 400 vereador curtinha   Em Rondonópolis, quatro dos 21 vereadores não devem ir à reeleição, sendo eles Thiago Muniz (DEM), Rodrigo da Zaeli (PSDB), Hélio Pichioni (PSD) e Jailton do Pesque e Pague (foto), do PSDB. Thiago e Rodrigo têm esperanças de concorrer a...

Prefeito apoia vice à briga em Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   Francis Maris vai mesmo declarar apoio oficial à pré-candidatura da empresária Eliene Liberato à sucessão em Cáceres. Em público, o prefeito faz mistério para não contrariar outros pretensos candidatos do grupo e que têm esperanças de receber...

Preparando um dos aliados a federal

mauro carvalho 400 curtinha   Embora não comente publicamente, o governador Mauro Mendes está "costurando" acordos políticos com líderes mais próximos, visando não só o pleito de 2020, mas também às eleições gerais de 2022. Em época de busca de projetos e de...

Salvando 1º ano de mandato no cargo

selma arruda 400 curtinha   Embora "sangrando" e com a imagem arranhada, a juíza aposentada e senadora cassada pelo TRE-MT Selma Arruda, que trocou o PSL pelo Podemos, consegue concluir este primeiro de oito anos de mandato. E vai se licenciar nos próximos dias para ceder espaço aquele que financiou a sua campanha,...

Barbudo é menos empreguista de MT

nelson barbudo 400 curtinha   Dos oito deputados federais de MT, o estreante Nelson Barbudo (foto) é o menos "empreguista". Nestes 10 primeiros meses de mandato, ele nomeou no gabinete em Brasília e no escritório político em Cuiabá apenas 15 assessores. Cada gabinete pode ter até 25 secretários...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.