Últimas

Quinta-Feira, 25 de Outubro de 2007, 08h:11 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

PROJETO

Deputado lidera movimento pró-divisão de MT


Daltinho se articula para transformar o Vale dos Esquecidos em Estado do Araguaia e fala até em ser governador

   O empresário e deputado Adalto de Freitas, o Daltinho (PMDB), pré-candidato a prefeito de Barra do Garças, quer transformar a região que ele próprio denomina de Vale dos Esquecidos em Estado do Araguaia. Começou a liderar o movimento separatista junto a 32 municípios e está se articulando em Brasília. No fundo, Daltinho pretende se transformar no porta-voz da região e comenta nos bastidores que sonha até em ser o governador do virtual novo Estado que poderia chegar a 70 municípios.

     Enquanto isso, outras regiões mato-grossenses, como o Nortão, que até a década passada defendia a criação do Mato Grosso do Norte, não estão mais incentivando projetos sobre divisão territorial. Há quatro deles tramitando no Congresso Nacional em defesa, por exemplo, do Território Nacional do Pantanal, a ser formado por 22 municípios de MT e de Mato Grosso do Sul, abrangendo cerca de 500 mil pessoas.

    Daltinho afirma que vai mobilizar a população em defesa do novo Estado. O processo é lento e burocrático. Primeiro, algum deputado federal deve apresentar o projeto, a ser apreciado por várias comissões temáticas até chegar à apreciação em plenário. Depois, se obtiver respaldo quanto à viabilidade, promove-se um plebiscito junto à população. O deputado Daltinho afirma que está disposto a isso. Vai pressionar a bancada federal a apoiar o projeto, apesar de alguns resistirem a idéia. O governador Blairo Maggi também é radicalmente contra. Mato Grosso já sofreu processo de divisão na década de 70, quando surgiu Mato Grosso do Sul.

    "Em breve, pode haver um plebiscito em favor da divisão do Estado. Percebemos que o governo não tem pernas para chegar aos municípios carentes". Observa que o fator problemático é o isolamento e a distância da região dos centros. Alguns municípios estão localizados a mais de mil km de Cuiabá. "Mato Grosso tem uma grande extensão territorial e o governo estadual não consegue administrar com eficiência todas as regiões". O parlamentar reclama que até mesmo os recursos do Fundo Constitucional de Incentivo (FCO) não chegam ao Araguaia.

   Por outro lado, Daltinho se posiciona contra o projeto que propõe a criação do Estado de Mato Grosso do Norte, já cogitado há anos. "A nossa visão é que o Araguaia abranja a região de norte a sul de Mato Grosso e não a leste e oeste como prevê a proposta".

Postar um novo comentário

Comentários (47)

  • RODRIGO | Sábado, 02 de Outubro de 2010, 20h21
    0
    0

    É LÓGICO QUE ESSE PESSOAL DE CUIABÁ E VARZEA GRANDE NÃO QUER A DIVISÃO, POIS ESTÃO TODOS NUMA BOA, AGORA QUER VER PEGAR UMA AMBULÂNCIA EM PORTO ALEGRE DO NORTE QUE FICA 1400 kM DE CUIABÁ E CHEGAR ATÉ A CAPITAL. TODOS OS ESTADOS QUE SE DIVIDIRAM VIRAM ENORMES MELHORAS, NÃO SERIA DIFERENTE COM MATO GROSSO. VOÇÊS CUIABANOS TÊM DE DEIXAR DE ACHAR QUE AS POLÍTICAS PÚBLICAS SÃO SÓ PRA VOÇÊS E COMEÇAR A PENSAR NO RESTANTE DO ESTADO.

  • Elio Ferreira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É muito fácil para as pessoas que moram na Capital com assitência médica de qualidade, rodovias pavimentadas, água tratada, esgoto, educação de qaulidade, etc - ser contra a divisão. Sugiro que entrem num ônibus percorram os 1300 quilômetros daqui até Vila Rica, para depois dar sua opinião.

  • JUNIOR DE OLIVEIRA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse deputado esta louco,e acho que temos que leva-lo para o adauto botelho. se esse deputado quer ser governador se candidata 2010 esta ai se tiver copetencia...a união nao tem direiro para tal coisa.e chega divisão.chega de politicos .deputado vai procurar o que fazer .o povo esta esperto,não aguenta mais esse tipos de politicos que so ve enteresse proprio.povo eleiçao está ai abre o olho.
    UM HOMEM DESSE AINDA QUER SER PREFEITO.É BRINCADEIRA.

  • Montalvão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não concordo com a divisão, o governo de Mato Grosso precisa criar mecanismos para administrar geograficamente as regiões que hoje se sentem isoladas, e que não é só o vale dos esquecidos. A divisão do nosso estado em dois não muda a realidade social, econômica e cultural do que será o novo estado, porque os problemas que o povo do Araguaia sofre é decorrente do tamanho do território do estado. Agora dividir Mato Grosso para manter as mesmas injustiças sociais, o desemprego e a violência, não justifica. Concordo com o Antonio Carlos, é melhor um pouquinho de filé do que ficar só na carne com osso.

  • pedro de almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    esse tal deputado esta pensando o que,mas gasto ainda sera que ele tem idéia do que é dividir um estado,esse demagogo não ganha mais eleiçao nenhuma nem para presidente de bairro.o povo de barra do garça e rigião tem que conhecer melhor esse deputado.estamos de olho. populaçao matogrossense olha só o que esse deputado quer fazer. e ai governador o diz sobre isso.estamos de olho no governo.deputado não tem o que fazer vai catar latinha....

  • Suzanna Auxiliadora | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Gente, nossos opiniões são muito significativas e o deputado em questão deveria ter um relising delas, mais o que manda mesmo é o plesbicito, se o povo não quizer ninguem divide nosso estado. Acho que o vale dos esquecidos já não esta tão esquecido assim, afinal, sozinhos já elegeu deputados estadual, quase elegeu um federal, tá vendo, o que falta agora é os eleitos trabalhar para levar mais representatividade ao araguaia.
    Agora Elio Ferreira, eu pegar o onibus e vou para Vila Rica e vc pega outro e vai para Rondolândia, vamos ver quem chega primeiro? rrrsss.

  • pedro paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    nao podemos nem acreditar que esse cara é deputado.a nação do jeito que está e ainda vem um cara desse,querendo devidir estado, é brincadeira.vai procurar o que fazer deputado .o povo esta cansado de demagogia. para com isso sr.deputado.o povo não é mas besta ....

  • pedro paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    nao podemos nem acreditar que esse cara é deputado.a nação do jeito que está e ainda vem um cara desse,querendo devidir estado, é brincadeira.vai procurar o que fazer deputado .o povo esta cansado de demagogia. para com isso sr.deputado.o povo não é mas besta ....

  • Bruno Mena | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Meu pensamento é a favor da divisão, assim como também craição de novos municípios, pois, Mato Grosso e suas cidades tem territórios muito grande e fica dificil para um governador está em todo local. Só o gatso do orçamento estdual para o governador e sua comitiva atravesssar o estado é enorme, além é claro que em caso de divisão os estados ficam mais independentes assim como as regiões. Podendo assim as cidades receberam obras e benefícios aciduamentes.

  • pedro paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    sobre o comentario do sr.elio ferreira,me desculpe cidadão,eleitor,pagador de seus impostos,para que elegeram o tal deputado,problemas em todos municipios e estados tem.para que serve esse deputado que vcs elegeram por essa região só para enfeite.é só votar certo.o povo só tem que saber votar,só isso.tem municipio mais longe e que é uma maravilha de morar e se viver e so ter polico que trabalhe.se vc tem duvidas .

Para presidente, BRT é ultrapassado

juca 400 curtinha   Numa sintonia política com o prefeito Emanuel, o novo presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Juca do Guaraná (foto), disse ser contra a decisão do governo estadual de "enterrar" o projeto do VLT, cujas obras estão paralisadas desde 2014, para implantar o modal BRT na Região...

Prefeito vai homenagear 2 ex-aliados

ze do patio 400 curtinha   O ex-vereador, ex-deputado estadual e hoje prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio (foto), que está no terceiro mandato, vai homenagear dois aliados que faleceram recentemente, sendo eles o ex-vereador de três mandatos Juary Miranda, que foi líder do Executivo na Câmara...

Maluf deve consultar STF sobre Teis

guilherme maluf 400 curtinha   Assim que retornar de férias, o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Guilherme Maluf (foto), dará prosseguimento à análise do pedido de aposentadoria de Waldir Teis, que está afastado do Pleno há três anos e cinco meses, assim como outros três conselheiros...

Novo líder de Pátio na Câmara de ROO

reginaldo santos 400 curtinha   Reginaldo dos Santos (foto), que assume vaga na Câmara de Rondonópolis pela quarta vez, é o novo líder do prefeito Zé do Pátio, com a missão de fazer o trabalho de articulação e defesa do Executivo junto aos colegas do Legislativo. Na legislatura passada,...

Agro sugere Daniella de volta no Indea

daniella bueno 400 indea   Representantes do setor produtivo e um grupo de servidores sugeriram ao governador Mauro o nome da médica-veterinária e servidora de carreira Daniella Bueno (foto) para reassumir a presidência do Indea-MT. Aproveitaram a vulnerabilidade no cargo do presidente Marcos Catão Dornelas, denunciado...

Aumento para vereador só em 2022

Alguns vereadores em Cuiabá, tanto novatos quanto aqueles reeleitos, ficaram surpresos quando informados pela Mesa Diretora de que o aumento salarial de R$ 15,1 mil para R$ 18,9 mil, aprovado agora no final de dezembro, só começa a valer a partir de janeiro de 2022. Não entra em vigor de imediato, mesmo se tratando de nova legislatura, por causa da pandemia, que levou o governo federal a estabelecer, em lei, veto a qualquer tipo de reajuste para servidores até...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.