Últimas

Sábado, 12 de Maio de 2007, 07h:16 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

JUDICIÁRIO

Deputado prepara 8 ações contra Estado de MT

   O deputado estadual Percival Muniz (PPS) contratou uma banca de advogados para ingressar ao menos com oito ações na Justiça, a maioria contra o Estado de Mato Grosso. Pleiteia reparação por danos materiais e morais. Para tomar as providências jurídicas, ele aguardou seis meses até a conclusão de um inquérito policial, no qual foi investigado como suposto beneficiário de um grupo de geradores de energia do Estado.

   Motivado por uma denúncia anônima, a delegada Fazendária, Maria Alice Barros Amorim, instaurou inquérito em novembro do ano passado. Por quatro meses, ela investigou se, de fato, procedia a acusação de que um grupo de geradores fornecidos pela secretaria de Estado de Educação, até então sob Ana Carla Muniz, esposa de Percival, teria sido desviado para a fazenda do casal na região do Xingu ao invés de chegar ao destino correto, que seria uma aldeia. Nesse ínterim, a delegada, com autorização da Justiça, fez busca e apreensão na fazenda de Muniz. Por fim, concluiu que a denúncia era improcedente.

   "Tentaram montar pra cima de mim, tudo para atingir a minha imagem e de minha esposa (então secretária Ana Carla). Foi grande o prejuízo moral e material, afirma Muniz, eleito deputado estadual com 41.719 votos, o mais votado da coligação PPS/PFL, que elegeu 10. "Agora, vou propor todas as ações necessárias de reparaçao de danos", enfatiza o presidente regional do PPS.

   Ex-prefeito de Rondonópolis, Percival Muniz afirma que o deputado José Riva (PP), com quem enfrenta divergências políticas, chegou a ir no município especialmente para cobrar providências quanto às acusações. Reclama também da ação da delegada Maria Alice. Segundo o deputado, ela omitira nomes dos investigados, manobra para obter deferimento da Justiça aos pedidos de busca e apreensão.

    "Fiquei mais de quatro meses sem um grupo de geradores na fazenda por causa da apreensão. Isso trouxe um prejuízos enormes. Tivemos problemas, inclusive, no preparo da alimentação para os bovinos", destaca Muniz, que, à época, batizou o caso de "Operação Tabajara".

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

EP cresce 5; Abílio perde 3, diz Ibope

emanuel pinheiro 400 curtinha   Pelos números do Ibope, revelados nesta sexta à noite pela TV Centro América (Globo), Abílio Júnior (Podemos) oscilou negativamente 3 pontos percentuais em menos de uma semana, de 48% para 45% das intenções de voto. Já o emedebista Emanuel Pinheiro (foto)...

Sob arrogância, ataque e desrespeito

abilio junior 400 curtinha   O candidato Abílio Junior (foto), que disputa o segundo turno em Cuiabá com o prefeito Emanuel, chegou bastante nervoso e irritado para o debate nesta sexta, na TV Vila Real (Record). Demonstrando arrogância, ignorou o superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, Dorileo Leal, na...

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...