Últimas

Domingo, 18 de Fevereiro de 2007, 00h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EDUCAÇÃO

Deputado quer Bolsa Universitária para carentes

    Galindo defen  de que Estado pague 1/3 das despesas em instituições privadas     

    Com jeito tímido e acanhado, ele pouco subirá à tribuna para discursar. Mas, em silêncio, deve se destacar em termo de projetos de qualidade. Com menos de 15 dias de mandato, o empresário Chico Galindo (PTB), irmão de Altamiro, dono do Grupo Unic, já apresentou uma proposta que vai gerar muito discussão nos Poderes Legislativo e Executivo e junto à sociedade. Propôs que o Estado implante o programa Bolsa Universitária para custear ao menos um terço as despesas de estudantes carentes junto às instituições privadas.

    O projeto de Galindo foi apresentado em parceria com os colegas José Riva (PP) e João Malheiros (PPS). O parlamentar petebista defende que o governo estadual inclua no orçamento as despesas com o programa. Pela proposta, enquanto o Estado bancaria um terço, as universidades, com oferta de vagas excedentes, custeariam o restante (dois terços). Pelos cálculos de Galindo, cada universitário geraria um custo anual de R$ 5 mil. "Se o governo destinar R$ 4 milhões teria condições de contemplar mil alunos. Esse projeto vem de encontro aos anseios de vários jovens que desejam aprimorar, se qualificar, crescer, progredir na vida pessoal e contribuir para com a coletividade através do seu trabalho", destaca. Lembra que em Goiás, o governo implantou esse projeto e mantém 10 mil universitários.

    Antes de apresentar o projeto em plenário, Chico Galindo buscou apoio dos secretários Luiz Pagot (Educação), Chico Daltro (Ciência e Tecnologia) e Flávia Nogueira (Apoio a Políticas Educacioais). O deputado explica que as universidades públicas de MT (UFMT e Unemat) só atendem a 10% da demanda. A cada ano, cerca de 50 mil concluem o ensino médio e estão pronto para cursar o terceiro grau. Em que pese o Estado já manter a Unemat e o governo federal a UFMT e o programa Pró-Uni, que contemplou 1,2 mil universitários do Estado em 2006, Chico Galindo entende que não é suficiente.

   Pelo projeto, que agora será analisado pela Comissão de Educação da Assembléia Legislativa, o estudante a ser beneficiado pelo programa educacional Bolsa Universitária prestará serviços ao governo, seja no pré-vestibular comunitário ou qualquer programa ou projeto cadastrado nos órgãos governamentais.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

DEM e voz na Câmara após 16 anos

marcelo bussiki 400 curtinha   O DEM (antigo PFL) passa a ter voz na Câmara da Capital 16 anos depois. Aproveitando a janela de março em que a Justiça Eleitoral permite mudança de legenda sem risco de perda do mandato, dois vereadores migraram para o Democratas, sendo eles Marcelo Bussiki (foto) e Gilberto Figueiredo, que...

MDB agora com um na Câmara-Cuiabá

juca do guaran� curtinha 400   O MDB do prefeito Emanuel Pinheiro, que não elegeu vereador em 2016 em Cuiabá, agora ganha uma voz na Câmara. Trata-se de Juca do Guaraná (foto), militante histórico do nanico Avante que resolveu migrar para a legenda emedebista. Já vinha atuando como...

PT segue sem voz na Câmara-Cuiabá

bob pt 400 curtinha   O PT, presidido em Cuiabá por  Elisvaldo Almeida, o Bob (foto), está mesmo "queimado" e sem prestígio. Em meio ao troca-troca de partido entre os vereadores cuiabanos, aproveitando a janela de março, cujo prazo para mudanças para quem deseja se candidatar em outubro encerrou-se neste...

Deputado, única causa e os interesses

xuxu 400 curtinha   Xuxu Dal Molin (foto), deputado pouco atuante e limitado a defender a bandeira do agronegócio, é mais um daqueles que demonstram, na prática, usar a política para beneficiar os seus. De familiares de agricultores, Xuxu bateu duro, se posicionando contra a proposta encaminhada pelo governador Mauro...

Vereadores de ROO e trocas de siglas

fabio cardozo 400 curtinha   Em Rondonópolis, praticamente a metade dos vereadores está aproveitando a janela, que se encerra neste sábado, para mudar de partido, e já com as atenções voltadas à reeleição. E, com a dança das cadeiras, o Solidariedade do prefeito Zé do...

Podemos absorve a turma do barulho

O Podemos conseguiu juntar no seu diretório em Cuiabá a turma do barulho. Dela fazem parte dois com mandatos cassados, Abílio Júnior, que perdeu a cadeira de vereador por quebra de decoro, e a senadora Selma Arruda, cassada por caixa 2 e abuso de poder econômico, mas que ainda continua no cargo. Selma impôs condições para seguir no partido. Chegou a negociar ida para o PSC. E ganhou a presidência municipal do Pode, forçando o...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.