Últimas

Segunda-Feira, 05 de Outubro de 2009, 19h:40 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Deputados discutem proibição da cana-de-açucar na 3ª

   A polêmica em torno do Zoneamento Agroecológico da Cana-de-açúcar terá mais um capítulo na Assembleia Legislativa. O projeto, lançado em 17 de setembro e assinado pelo presidente Lula, afetará diretamente a economia do Estado, conforme avaliam os produtores rurais. O texto prevê o aumento da produção de etanol no país para atender a demanda por biocombustíveis, mas a medida proíbe a expansão da cana no Pantanal, Amazônia e Bacia do Alto Paraguai. 

   Para debater o assunto, a Comissão de Meio Ambiente da AL, presidida pelo deputado Dilceu Dal Bosco (DEM), realiza nesta terça (6) uma audiência pública. Na reunião, será discutida qual a importância do setor para a economia de Estado, além da sustentabilidade da atividade. Os produtores rurais, maiores interessados no assunto, apresentarão propostas justificando o malefício do projeto para o Estado.

-------------------------------
Os produtores rurais apresentarão
propostas justificando o malefício
do projeto para o Estado

------------------------------

    Com o Zoneamento, serão impedidos investimentos de R$ 2 bilhões em quatro propostas, sendo duas da Companhia da Terra, em Tangará da Serra, uma em Denise, da Companhia Energética Verde Nova , e outra em Juara, da Bioenergia. O impedimento dos produtores plantarem cana-de-açúcar nas áreas pantaneiras já mobilizou até mesmo o governador Blairo Maggi (PR), que em sua última viagem a Brasília tentou acordo com o presidente Lula, sem êxito.

    Devem participar da audiência representantes da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), ligados à área sucroalcooleira. De acordo com o vice-presidente da Famato, Normando Corral, com as normas do zoneamento, todo o Estado será prejudicado. "As restrições são fortes contra Mato Grosso, pois deixa 115 municípios de fora do processo de produção. A situação é deplorável e vamos tentar reverter agora por meio de uma ampla mobilização". (Lisânia Ghisi)

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Cicero Boaventura | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Paulo Ferreira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Este é o resultado de colocarem um presidente da republica sem visão estrategica.
    Um assunto que deveria ser discutido à exaustão e ja estar resolvido, decidido numa canetada inconsequente. O Brasil com o alcool será o abastecedor de energia do mundo, deveriamos estar crescendo como a China se não fosse estes governantes que estão ai sem visão e planejamento. Mato Grosso teria que ja estar com o alcooduto pronto e enriquecendo nosso povo com os impostos geridos e bem aplicados. Enfim ainda bem que 2010 esta perto.

  • Hirto G Pereira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O poblema da cana de açucar é complicado. Eu particulamente sou contra a expanção , estes produtores so pensam em ganhar dinheiro não tem a menor preocupação com o meio ambiente . Sem contar que depois de um certo tempo estas terras se tornarão improdutivas. Portanto, acho que o presidente LULA está certo.

  • Wilson Donizeth | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Acabaram com os Estados do Sul...onde geram grandes riquezas com indústrias, etc.....agora, pessoas que moram naquelas selvas de pedras, querem criar leis para nosso povo matogrossense........não poderemos crescer, desenvolver, ter indústrias para nossos fillhos terem um emprego dígno, com educação e mão-de-obra qualificada..................Querem acabar com o incentivo de desenvolvimento para o Vale do Guaporé....contraponto o incentivo do Governo Federal para colonizar o Mato Groso e a Amazônia, com o objetivo de proteger nossas Fronteiras............

Jayme incomodado com Flávio em VG

jayme campos 400 curtinha   A candidatura a prefeito de Várzea Grande do empresário Flávio Frical (PSB), principal aposta da oposição, passou a incomodar a família Campos, que apoia o ex-vereador Kalil Baracat, concorrente ao Executivo pelo MDB. Em uma noite que seria de festa, em comemoração...

Acordo com Euclides partiu de Allan

allan kardec 400   Otaviano Pivetta, vice-governador licenciado por 30 dias para cuidar de problemas de saúde, disse que nada tem a ver com o tal acordo "costurado" pelo presidente regional do PDT, deputado Allan Kardec (foto), com Euclides Ribeiro, candidato a senador pelo Avante. Explica que só apresentou Euclides para Allan e...

Família Maia tenta retomar o poder

martha maia 400   O ex-prefeito de Alto Araguaia por quatro vezes, Maia Neto, não entrou na disputa de novo ao Executivo, mas lançou a irmã Martha Maia (foto), cuja filha Sylvia Maia é vereadora. Filiada ao PP, Martha entra como principal candidata da oposição ao prefeito Gustavo Melo, que vai à...

Welinton fará grande ato em Barra

welinton marcos 400 curtinha   Welinton Marcos (foto) lança sua candidatura a prefeito de Barra do Garças, na segunda (28), em um grande ato. Mesmo pelo sistema drive-in, devido à necessidade de adotar medidas sanitárias contra a Covid-19, são esperadas na solenidade cerca de mil pessoas, num espaço amplo,...

Irmão de Riva está na disputa em Juara

priminho riva 400 curtinha   O irmão do ex-deputado José Riva, Priminho Riva (foto), filiado ao PL, será mesmo candidato a prefeito em Juara, posto já ocupado por ele por duas vezes (1997/2004). Priminho pertence a uma famíliade políticos. Além de Riva, que foi prefeito e deputado, é...

PSB deve ficar fora da aliança de EP

max russi curtinha 400   O PSB, presidido pelo deputado Max Russi (foto), pulou mesmo do barco de Emanuel Pinheiro. Deve formalizar apoio à candidatura de Roberto França ao Alencastro. O PSB não consta na lista oficial de siglas que estão com o prefeito, que busca à reeleição. Os 11 que estão...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.