Últimas

Sábado, 03 de Novembro de 2007, 18h:01 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

ARTICULAÇÃO

Deputados terão R$ 2 mi em emendas; CPI blefa


Governador Blairo Maggi definirá R$ 45 mi no OGE-2008 para atender emendas dos 24 deputados na área de infra-estrutura

     O governador Blairo Maggi deixou mesmo a atuação política sobrepôr o perfil mais técnico adotado no primeiro mandato. Agora, mergulha nas articulações de bastidores a cada sinal de nova crise. Esta semana, conseguiu, por exemplo, minar as pretensões de alguns deputados rebeldes que estavam ensaiando assinatura para criação da CPI dos Incentivos Fiscais.

   Como? "Incentivando" os parlamentares a apresentar projetos. De que forma? Sinalizando a eles que, ao invés de R$ 1 milhão, cada um terá direito a R$ 2 milhões em emendas para projetos na área de infra-estrutura no próximo ano. A mensagem do Palácio Paiaguás transmitida aos deputados pelo primeiro-secretário da Mesa Diretora, José Riva (PR), empolgou a Assembléia. Com essas emendas, alguns deputados entendem que são capazes de "fazer estragos" em suas bases eleitorais. Como são bastante cobrados para viabilizar obras, agora vão tirar proveito político, atuando como se fosse do Poder Executivo.

  Por ora, nem vão falar mais em CPI dos Incentivos Fiscais, a não ser Zé do Pátio (PMDB), Percival Muniz (PPS) e Carlos Avalone (PSDB), que insistem na tese de que as concessões de renúncia fiscal precisam ser investigadas.

    Com essa estratégia das emendas, o governador contempla os 14 deputados "novatos" que não tiveram emendas de R$ 1 milhão inseridas no Orçamento-Geral do Estado de 2007 porque a peça foi aprovada um ano antes, antes de tomarem posse. Maggi vai autorizar o seu secretário de Planejamento, Yênes Magalhães, a incluir os R$ 48 milhões em emendas para atender a todos os 24 deputados no OGE, que prevê R$ 6,8 bilhões para o exercício de 2008. Caberá ao parlamentar indicar a obra no município e o seu custo. O governo, por meio da Sinfra, fará a execução.

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Jucélia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Será que todo homem tem seu preço???
    Eu não!!!!!
    Minha dignidade não tem preço....
    E a Você...Vossa Excelência Blairo Maggi....até quando vai tentar colocar em nós, sociedade, esse nariz de palhaço....Acorda...até quando acha que vai esconder suas falcatruas?? Até quando vai posar de empresário da soja enquanto cidadãos de bem são despejados de suas residências pelo fato de uma má distribuição econômica???
    Fazer o que não é!!!

  • Carlos Soarez | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É.. Vai ver eu estou errado e os valores da sociedade mudaram bastante, mas pra mim isso se caracteriza compra.. Porém, de uma maneira indireta.

  • Cesar Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eh! Maggi quem diria.

    Uma vergonha. Esse governo está pior que os outros. Foi só ameaçarem mexer nos podres, que o dinheiro aparece.

    É uma pena, pois as coisas continuarão como sempre foram: Sem nenhum planejamento, com o dinheiro do Estado sendo gasto sem critérios que obdeçam a honestidade e a transparência.

  • Paula | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que coisinha mais feinha heim governador!
    Votei no senhor porque achei que mais uma vez sua administração seria diferente da média. Acho que no seu governo está faltando Pagot, sobrando Yenis, De Vitto, Brito, e tantas outras tranqueiras. Não sustente essa corja, o povo não merece!

  • Maria José Santos Moura | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Romilson
    Concordo com o tom que você usa – de descontentamento, porque de fato é triste. Triste e desolador por saber que é assim que funciona a cordial relação entre poderes, desde o governo do general Antonio Maria Coelho.
    Eles levam ao pé da letra o ensinamento de São Francisco: é dando que se recebe! Dão uma “cutucada”, recebem emendas.

  • ricardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não sei quem é pior, se são os deputados ou o governador botinudo, que VERGONHA! pois tudo se resolve com dinheiro.

    Porque será que essa emenda aumentou de 1 milhão para 2 milhões, será que deve ser pelas ameaças da CPI dos incentivos fiscais?

    ESPERO QUE ESSES DEPUTADOS TOMEM VERGONHA NA CARA, E O SENHOR TAMBÉM GOVERNADOR

    Acorda MINISTÉRIO PÚBLICO, ou será que voceis também estão recebendo emendas gordinhas, tudo para ficarem quieto diante de tantos vestigios de CORRUPÇÃO.

  • Gilberto M.., | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Governador, têm que estar aí neste OEG, o aumento dos policiais militares soldado e cabos. - Lembra que vossa excelência prometeu quando estava aquela briga por aumento dos CORONÉIS! o senhor dize que tinha dado a palavra de dar aumento pra eles, lembra que deu também palavra de aumento pros coitado dos soldados que estão aí madrugada fria e chuventas, acordados dentro de uma carro. - Enquanto os corenéis dormem tranquilo em suas casas. Janeiro 2008 ta chegando. Estamos de olho vivo.
    obriga

  • PAULO HENRIQUE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ISTO TUDO QUE ESTAMOS VENDO É UMA VERDADEIRA VERGONHA... MAIS TODO HOMEM TEM SEU PREÇO E VALOR! É COMO DIRIA O POETA, CANTOR E COMPOSITOR CAETANO VELOSO: É A FORÇA DA GRANA QUE LEVANTA E DESTRÓI AS COISAS BELAS... MINISTÉRIO PÚBLICO APAGAS COM SUA ESPONJA, TANTA CORRUPÇÕES PERANTE A TERRA!!!

  • julio augusto de oliveira soares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    De novo o nosso querido Dante deve está sorrindo lá no céu ao assistir o governador Blairo Maggi que dizia que abriria a caixa preta do seu governo cada vez mais exposto por práticas políticas que não condizem com seu discurso de campanha,além de ter aprendido com o neo companheiro do palácio do planalto a melhor maneira de se comprar consciências daqueles que queiram fazer alguma oposição.Com a palavra os ilustres membros do MP e do judiciario.Acordo povo de Mato Grosso,chega de entrar com os fundilhos para a turma da botina se divertir.

  • Borges | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A turma da butina já mostrou para que veio, com políticas antigas, não mostrou nada de novo. Essas atitudes coronelistas! O povo mato-grossense está cansado de ver esse filme. Está tudo na palma da mão deles. Fora Butinudo, essa butina tá fedendo a chulé.

MPE vê prefeita de Torixoréu inelegível

ines 400 curtinha torixoreu   Para o Ministério Público Eleitoral, a prefeita de Torixoréu, Inês Mesquita Moraes Coelho (foto), que se lançou à reeleição pelo DEM, está inelegível. Numa ação de impugnação de registro de candidatura, o promotor...

Candidato amarga derrota na Justiça

adilson gon�alves 400 curtinha   O candidato a prefeito de Barra do Garças, delegado Adilson Gonçalves (foto), tentou, sem êxito na Justiça, censurar o Rdnews na publicação de matérias sobre o pleito eleitoral no município. Numa ação impetrada junto à...

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...