Últimas

Segunda-Feira, 31 de Agosto de 2009, 08h:19 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

ARTICULAÇÃO

Deputados usam casas de apoio com verba e tiram proveito

 Fernando Ordakowski
Clique na imagem para ampliação
Com dinheiro de convênio de prefeituras, Ademir Brunetto (PT) e Mauro Savi (PR) mantêm casas de assistência em Cuiabá e, nos bastidores, cobram retribuição com voto àqueles que recebem ajuda à saúde

   Alguns deputados passaram a explorar o assistencialismo, inclusive com dinheiro público, como trunfo para cooptar eleitores e até ampliar base eleitoral. Mauro Savi (PR), pré-candidato a deputado federal, Ademir Brunetto (PT) e Wallace Guimarães (DEM), que trabalham projeto à reeleição, fundaram casas de apoio e/ou Ongs em Cuiabá e Várzea Grande. Com pretexto de dar assistência a pessoas com problemas de saúde do interior, eles fazem convênio com prefeituras para manter essas entidades. Assim, com recursos do erário e usando geralmente ambulância do próprio município, seus assessores transportam pacientes para a capital, com direito a hospedagem e alimentação. Por causa da fila na central de regulação, muitos "eleitores" ficam até uma semana em Cuiabá, aguardando o momento de serem atendidos nas unidades hospitalares.

     Essa prática assistencialista e demagógica não se limita a Savi, Wallace e Brunetto. O presidente da Assembleia, José Riva (PP), que ensaia candidatura a senador, e o vice-governador Silval Barbosa (PMDB), pré-candidato ao Palácio Paiaguás, também mantêm casas de assistência à saúde. Existem mais de 20 dessas entidades mantidas por políticos em Cuiabá. Nem todos deputados assumem serem donos dessas casas de apoio. Na avenida coronel Escolástico, região central de Cuiabá, por exemplo, há duas casas de apoio. Elas recebem pacientes diariamente, em meio a um entra-e-sai de ambulâncias e até de Kombi lotada de pacientes do interior. Todos se dirigem à capital na expectativa de receber atendimento médico. Em moeda de troca, fazem compromisso, nos bastidores, de votar junto com os demais familiares naquele parlamentar que está proporcionando a assistência médica.

   O Ministério Público recebeu denúncia contra o prefeito de Sinop Juarez Costa (PMDB) por causa do convênio 020, feito em 5 de maio deste ano e sem licitação, com a Ong Vale dos Teles Pires, que tem como idealizador Mauro Savi, líder do governo Blairo Maggi na Assembleia. Savi é o pré-candidato preferido de Juarez a federal. O imóvel alugado pelo parlamentar é denominado de "Casa de Amparo Tio Mauro". Pelo acordo, a prefeitura vem repassando R$ 11 mil à Ong de Savi. O contrato é por 10 meses. São com trunfos como esses, tirando proveito político da deficiência à saúde pública nos municípios, que muitos políticos ampliam suas bases eleitorais para continuar exercendo seus mandatos.

Postar um novo comentário

Comentários (36)

  • Joao Pedro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Assim fica dificil melhorar o sistema de saude neste estado, pois se melhorar, esses picaretas deixam de viabilizar seus mandatos com a miséria dos outros, e triste saber que politicos com tanto prestigio neste estado agem dessa forma, ao invés de ajudarem a resolver o problema, ficam explorando a desgraça alheia pra tirar proveito pessoal, e o que é pior ainda saem de bonzinhos. abram os olhos eleitores....

  • Milton Ribeiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Até que enfim essa vergonha veio à baila! é uma verdadeira farra o que fazem com o Pronto Socorro Municipal de Cuiabá! É justo, mais que justo o atendimento às pessoas que necessitam de ajuda, pois afinal a saúde brasileira é muito cara!, afinal é dever do Estado prestar assistencia a saúde. ocorre que quase todos os Policitos (deputados) mantem casas de apoio em Cuiabá e mais...são mantidos assessores que ganham exclusivamente para conseguir atendimento e exames médicos.
    Muito louvavel a atitude, se nao fosse com o dinheiro público e pela saga de votos.
    Isso é obrigação do MP fiscalizar....
    Elegem quem Eles querem...O Cartel de políticos que já dividiram as regiões em que cada coroné manda.

  • nelson rodrigues | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O caso e verdade.
    Existe deputado federal
    ao invez de trabalhar faz assistencialismo no escritorio em cuiabá, usando a fragilidade e o sentimento das pessoas.
    isso e um absurdo.
    a onde esta o MP?

  • ANTÔNIO SANDES DE ALMEIDA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    QUER DIZER QUE WALLACE, SAVI, RIVA E SILVAL...TEM AS CASAS DE APOIO AQUI EM CUIABÁ. E EU PENSANDO QUE O PT, DE SERYS ALEXANDRE, DO EX PRESO POLÍTICO GILNEY VIANA ERA DIFERENTE...É QUE AS COISAS MUDAM DEPRESSA DEMAIS...QUE VERGONHA SR BRUNETTO...NA VERDADE O PT DEIXOU DE SER ÉTICO E DOS TRABALHADORES...ATÉ O JAYME CAMPOS DISSE QUE A MÁSCARA CAIU! RESTAM AINDA O PSOL DE HELOISA HELENA E O PV DE GABEIRA E MARINA!!!! VAMO MIGRAR PESSOAL ! ! !

  • Cristina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se os governos municipal, estadual e federal fizessem sua parte e não desviassem o recurso que deveria ser destinado a saúde, com certeza nenhum deputado ou prefeito pecisaria realizar esse trabalho. Melhor eles cuidarem do que deixarem a na rua como os governos fazem. Cabe ao eleitor escolher se que votar ou não em um certo deputado ou prefeito. Ninguém comanda o voto de ningém quando se entra na cabine de eleição.

  • Professor Antonio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabens Romilson Dourado voce cada vez mais ganha minha admiração voce é o primeiro jornalista que tem coragem de colocar esse assunto atona eu sei deste absurdo que acontece em nosso estado vamos ver agora se o MINISTÉRIO PUBLICO SE MOVE PELO LADO DA SOCIEDADE QUE TEM QUE FICAR SENDO HUMILHADO POR ESSES POLITICOS HIPOCRITAS E TEM UM DESSE CITADO QUE É NOSSO VICE GOVERNADOR E POSSIVEL CANDIDATO EM 2010 , CUIABÁ ROMILSON TE AGRADECE POR VOCE AS VEZES ALERTAR AS AUTORIDADES SÓ NÃO SABEMOS SE ELAS VÃO TOMAR AS PROVIDENCIAS NECESSARIAS.

  • Marcelo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A culpa é nossa.....elegemos gente dessa estirpe e ainda nos vendemos, trocando nossos votos por qualquer bebefício.

    O eleitor troca seu voto, por cesta básica, dentadura, aperto de mão, marmitex, cinquentão e assim vai.

    Vamos lembrar sempre, o político que tem coragem de comprar nossos votos sempre serão os mesmos que estarão envolvidos em escândalos ou em utilização de recursos públicos para benefícios próprios.....

    Cada povo tem o governo que merece!

  • PEDRO BATISTA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Até quem fim alguem vem alertar as autoridades que é caolha só enxerga o que quer vamos ver se o MP vai ter coragem agora de ir fundo neste denucia ou vai só fazer de conta que envestiga gostaria ver voce RD que é um jornalista serio e de crebilidade junto aos seus leitores acompanhar isso ate o fim.

    Esse SINVAL Barbosa em, de bomsinho só se for para a familia dele a casa de retagarda dele fica atras da rodoviaria Chama-se IRMÃ DELIS, Falo porque já tive parente que ficou nesta casa depois teve que votar no candidato a prefeito do vice GOVERNADOR ESSA É A FORMA DESSE FUTURO CANDIDATO TRATAR O POVO. CADÊ VOCE MP.

  • jose humberto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Até que enfim uma matéria bem elabora no assunto saúde. Parabén ao RDNEWS pela matéria, e sugiro que esta matéria (assunto) deva ser mais explorado.
    A verdade é esta, mas há coisas pior por trás disso tudo. A super lotação do Pronto Socorro e a fila de espera é justamente por causa dessaa prática eleitoreira uqe trazem até ônibus cheios de pessoas do interior para procurar tratamento em Cuiabá, com a intenção de burlar e Central de Regulação. As cidades do interior tem vagas garantidas na Central de Regulação, cabe apenas a Secretaria de Saúde de Cada Município fazer a regulação, porém não fazem isso porque tem que colocar um padrinho da saúde do cidadão, fazendo com que esse cidadão sofra mais e por trás existe sempre um deputado bonzinho para tirar proveito e com isso promovendo a bagunça na rede do SUS.
    Porque os prefeito ao invés fazer contrato com casa de apoio de deputados de 10 a 15 mil reais por mês, não compra serviços de exames e consultas e disponibiliza para os seus munícipes ??? Não fazem isso porque é interessante para eles o acordo com os deputados e com isso muitas facilidades politicas e finaceiras....... Será que do valor repassado para a casa de apoio metade não fica com o Sr. Prefeito e Deputado para fazer caixa de campanha ??
    O assunto para resolver esse problema de ônibus e ambulâncias do interior fazendo assistencialismo tem um caminho correto para resolver: Basta o município do interior fazer uma PACTUAÇÃO com a Central de Regulação, onde a Central consegue comprar os serviços para o interior e atender os municipes aqui em Cuiabá, nisso o municipio que faz a pactuação paga pelos serviços que a Central contrata. Mas porque os prefeitos não se interessam em fazer isso ??? Provavelmente porque o dinheiro será investido integralmente em exames, consultas e procedimentos de saúde para o cidadão, e não terá a figura do assistencialismo e do apadrinhamento, e nem tampouco como fazer contrato de um certo valor no papel, e enviar menos que a metade. Vcs percebem como funciona essa prática ???? Explorem mais este assunto que vocês teram mais surpresas.......
    Sabe porque há 1 ano e meio atras existiam filas enormes na Central de Regulação (há filas ainda, porém muito menor que há 1 ano e maio atrás). O motivo da fila enorme era que antes existia um Deputado que comandava os exames, consultas, cirurgias, etc... da Central de Regulação, então quando chegava as ambulâncias do interior, despejavam as pessoas nas casas de apoio, uma pessoa ligada ao deutado Y ou X levava a demanda das necessidades na assembléia legislativa de MT e uma certa assistente Social loitada num Gabinete de um poderoso deputado comandava através de contato telefônico, as prioridades da Central de Regulação, com isso a fila para qualquer procedimento foi crescendo, sendo quase 100% desta lista dos pacientes de Cuiabá. Então percebam que o dinheiro do SUS-CUIABÀ estava sendo utilizado para ofertar procedimentos ao interior do estado com o comando de um certo deputado e grupo ligado a eles. Quando mudou a gestão e o gestor da saúde descobrir isso, barrou essa prática e os deputados que praticavam isso ficaram furiosos. Como não conseguiram fazer o que faziam, as filas começaram a andar e diminuir. sabe o que eles fizeram este ano ? Se infiltraram em Várzea Grande e estão comandando a maioria dos procedimentos através do SUS de VG. Por isso que a populaão de Várzea Grande está praticamente sem acesso ao serviço público de Saúde. Procurem investigar com o povo de Várzea Grande a dificuldade e a demora para se conseguir um procedimento de média e alta complexidade.....
    Parabéns pela Matéria, mas sugiro que aprofunde-se mais no assunto, a coisa é escabrosa.........................

  • joao | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Concordo com o meu amigo Milton Ribeiro, estes políticos maus intencionados aproveitam da humildades de certos eleitores e praticam a compra de votos antecipadamente.
    Isto é uma vergonha, ainda bem que já está nas mãos do Ministério Público, agora vai funcionar.
    Por isto que o prefeito de Cuiabá faz de tudo pela saúde e não dá conta de atender quem procura tramento.
    Vinte vans por dia deste lugares chegam e soltam os doentes nas calçadas e só voltam à noite para pega=los.


Chefe do Escritório de ROO em Cuiabá

mario marques 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, que iniciou neste mês o 3º mandato, mantém como parte da estrutura da administração um cargo de chefe do Escritório de Representação do município na Capital. E Pátio nomeou para esta...

Prefeito cria comitê pra debater modal

emanuel pinheiro 400 curtinha   Mesmo o governador Mauro Mendes já tendo anunciado que vai implantar o BRT na Região Metropolitana, em detrimento do VLT, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto) criou um comitê de análise técnica para, segundo ele, definir o modal de transporte para a região. Emanuel...

Desembargadores recebem 6 auxílios

maria helena povoas 400   O Tribunal de Justiça de MT, presidido pela desembargadora Maria Helena Póvoas (foto), vai pagar uma série de direitos e vantagens que "engordam" substancialmente o subsídio de seus magistrados e que foram programados pelo ex-presidente Carlos Alberto para liberá-los no orçamento...

Hospital cobra R$ 2,4 mi da prefeitura

luiz carlos pereira 400 tce   O Instituto de Saúde Santa Rosa recorreu ao TCE, na esperança de encontrar respaldo para receber R$ 2,4 milhões da secretaria de Saúde da Capital. Argumenta que a prefeitura, com quem mantém contrato desde 2019, está inadimplente, pois não teria pago integralmente os...

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

Afilhado de Bezerra nomeado adjunto

clovis cardoso 400   O MDB, sob o cacique político Carlos Bezerra, "emplacou" mais um filiado histórico em cargo relevante na gestão Mauro Mendes. O advogado e ex-superintendente regional do Incra-MT, Clovis Figueiredo Cardoso (foto), foi indicado e já nomeado para o cargo de secretário-adjunto de Agricultura...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.