Últimas

Quinta-Feira, 25 de Outubro de 2007, 09h:41 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

EXECUTIVO

Desarticulado, Maggi retira projeto de incentivos

   O governo Blairo Maggi, mesmo com apoio da maioria na Assembléia, se mostra desarticulado. Na sessão desta quarta, por exemplo, o governador chegou a telefonar para os deputados Wagner Ramos e Sérgio Ricardo, presidente da AL, para pedir a desconsideração de um projeto do próprio Executivo, diante da resistência de alguns parlamentares e de um debate acirrado travado da tribuna acerca da política de incentivos fiscais.

   Maggi havia acatado a idéia de conceder renúncia fiscal para empresas de telecomunicações montar estrutura em 50 municípios que ainda não dispõem do serviço de telefonia móvel. Com isso, o Estado deixaria de arrecadar R$ 600 mil de ICMS por município, totalizando R$ 30 milhões. A proposta foi enviada à Assembléia, sob articulação do vice-governador Silval Barbosa (PMDB).

   O problema é que quando o projeto entrou em discussão, opositores "caíram de pau" no governo Maggi, que já está sob ameaça de uma CPI dos Incentivos Fiscais. Percival Muniz (PPS), por exemplo, observou que a renúncia fiscal para empresa de telefonia ampliar os serviços nos municípios seria ilegal, pois trata-se de uma concessionária com obrigação de fazê-los sem receber incentivos fiscais.

    Em meio à polêmica, Maggi telefonou para o presidente Sérgio e, em seguida, para Wagner Ramos, ambos do PR. Pediu para ambos anunciar que o assunto não tinha aval do governo e, assim, a proposta saiu da pauta. No fundo, o governador entendeu que estaria arrumando mais confusão por causa dos questionamentos sobre critérios para concessão de incentivos fiscais a centenas de empresas.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Dário | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É Blairo, não fuja da raia.
    Você ainda deve explicações a sociedade mato-grossense

  • Plinio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse governo que governa para os ricos e para si próprio (Amaggi), deveria sim conceder incentivos aos pequenos produtores, incentivo à agricultura familiar. Mas nisso ele não tem interesse. Não governa para os pobres, os pequenos.
    Essa CPI tem mesmo é que sair, só assim verão o quanto de incentivos foram dados para suas empresas e de seus amigos.
    Porque só os pequenos são obrigados a pagar impostos? tem muitos interesses obscuros nessas tramóias todas.

  • Claudio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O governador tinha que fazer o mesmo com os empresários da soja que estão tendo estas regalias... não é se fazer de vítima numa área que não é de seu interesse....

  • junior | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Leio diariamente as publicações da RD News e fico bastante satisfeito com o grau de imparcialidade e profissionalismo na transmissão da noticia. Vcs estão de Parabéns. A proposito, onde estão os ferremos defensores da turma da botina que se calaram diante dessa matéria. Será que ainda não encontraram argumentos ou desculpas que pudessem de justificar o "PROJETO EQUIVOCADO" que o governo encaminhou a Assembleia Legislativa? Realmente, o pior cego e aquele que não quer ver!!!!!

  • junior | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Romildo, realmente a turma da botina e seus correligionarios se calaram diante dessa públicação. Penso que para quem cala exite uma explicação: o silêncio externa a convicção de que a narrativa é verdadeira e inquestionavel. Daí adota-lo aguardando cair no esquecimento da sociedade, pois acreditam que esta tem memoria curta. CONSEQUÊNCIA: estabelecimento de um o processo continuo ano após ano num circulo vicioso, conveniente e acima de tudo impune. CHEGA DE RESIGNAÇÃO. SOLTEM-SE DESSAS AMARRAS IRMÃOS MATO-GROSSENSE!!!!

Para presidente, BRT é ultrapassado

juca 400 curtinha   Numa sintonia política com o prefeito Emanuel, o novo presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Juca do Guaraná (foto), disse ser contra a decisão do governo estadual de "enterrar" o projeto do VLT, cujas obras estão paralisadas desde 2014, para implantar o modal BRT na Região...

Prefeito vai homenagear 2 ex-aliados

ze do patio 400 curtinha   O ex-vereador, ex-deputado estadual e hoje prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio (foto), que está no terceiro mandato, vai homenagear dois aliados que faleceram recentemente, sendo eles o ex-vereador de três mandatos Juary Miranda, que foi líder do Executivo na Câmara...

Maluf deve consultar STF sobre Teis

guilherme maluf 400 curtinha   Assim que retornar de férias, o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Guilherme Maluf (foto), dará prosseguimento à análise do pedido de aposentadoria de Waldir Teis, que está afastado do Pleno há três anos e cinco meses, assim como outros três conselheiros...

Novo líder de Pátio na Câmara de ROO

reginaldo santos 400 curtinha   Reginaldo dos Santos (foto), que assume vaga na Câmara de Rondonópolis pela quarta vez, é o novo líder do prefeito Zé do Pátio, com a missão de fazer o trabalho de articulação e defesa do Executivo junto aos colegas do Legislativo. Na legislatura passada,...

Agro sugere Daniella de volta no Indea

daniella bueno 400 indea   Representantes do setor produtivo e um grupo de servidores sugeriram ao governador Mauro o nome da médica-veterinária e servidora de carreira Daniella Bueno (foto) para reassumir a presidência do Indea-MT. Aproveitaram a vulnerabilidade no cargo do presidente Marcos Catão Dornelas, denunciado...

Aumento para vereador só em 2022

Alguns vereadores em Cuiabá, tanto novatos quanto aqueles reeleitos, ficaram surpresos quando informados pela Mesa Diretora de que o aumento salarial de R$ 15,1 mil para R$ 18,9 mil, aprovado agora no final de dezembro, só começa a valer a partir de janeiro de 2022. Não entra em vigor de imediato, mesmo se tratando de nova legislatura, por causa da pandemia, que levou o governo federal a estabelecer, em lei, veto a qualquer tipo de reajuste para servidores até...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.