Últimas

Sábado, 27 de Outubro de 2007, 18h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

CONVENÇÃO DO PR

Deucimar agora se alia a Rabello e ataca Santos

Vereador Deucimar Silva, que trocou DEM pelo PP, agora vira oposição

   O vereador Deucimar Silva, na lista dos três infiéis e sujeitos à cassação de mandato, defende o nome do deputado Walter Rabello para prefeito da Capital e ataca a administração Wilson Santos (PSDB), de quem era aliado até o mês passado. "Pelo que vejo nos bairros, o Rabello só perde a eleição se ele quiser", diz Deucimar, que deixou o DEM e agora, no PP, buscará um novo mandato. Em 2004, ele concorreu pelo PFL e teve 2.865 votos. Ficou na primeira suplência. Com a eleição de Guilherme Maluf para deputado estadual, Deucimar ganhou a condição de titular.

    Empresário e um dos fornecedores da Prefeitura da Capital, Deucimar chegou a ter o nome cotado para assumir uma secretaria na gestão Santos. Recusou a pasta de Meio Ambiente. Queria, no fundo, a de Transportes Urbanos, detentora de maior estrutura. As negociações não prosperaram. Hoje, o vereador assume que fará oposição. "Não dá para entender um cara como o prefeito Wilson Santos, que tem tanta habilidade e não cumpre nada do que fala. Wilson tem que ser mais rígido e cumprir o que ele promete", ataca o parlamentar progressista.

    Dissintonia

   Na avaliação de Deucimar, o prefeito não tem sintonia com a Câmara Municipal e citou como exemplo a polêmica em torno da aprovação da restrição do passe-livre para estudante. Entende que Santos "agiu com desrespeito para com a base de sustentação". "Ele (prefeito) reuniu os vereadores, combinou uma coisa e fez outra. É por isso que vou fazer oposição colocada à administração do Wilson Santos".

   Diz que "ninguém está contente com o prefeito na Câmara Municipal, nem mesmo o líder do Executivo, vereador Edivá Alves (PSDB). "Esse desgaste todo vai complicar a situação dele. O Wilson usou uma estratégia, que foi equivocada", conclui Deucimar, sobre o fato do prefeito vetar a proposta de restrição do passe-livre e, depois, assistir a sua bancada na Câmara derrubar o veto. Para o ex-democrata, "foi um jogo combinado". "Ele (prefeito) tentou usar os vereadores e o tiro saiu pela culatra porque quem detém o poder é o prefeito".

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • ana maria | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Este realmente é o país dos contrastes, como pode um vereador que se locupretou ´até ontem praticamente do poder (3anos ) , permaneceu usando e abusando atravéz das mazelas das negociações, dos malfadados bilhetinhos politicos a seus apaniguados, e outras coisitas más..HOJE se declara um opositor sem argumento acreditando ele e outros tantos vereadores nas mesmas condiçoes que vá enganar os eleitores se fingindo de opositor ..... PREPAREm-se esse partido PP está se munindo de VERADORES CARA DE PÁU haja óleo de PERÒBA>>>>> FElizmente hoje a mascara cai rápid o .......

  • ROBERTO DIAS AMORIM | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Infelizmente alguns vereadores não representam interesses da população, legislam em causa própria, e acima de tudo não tem fidelidade aos programas dos partidos, que . ora eles usam para se elegerem e depois saem, como de fossem eles os mais sabedores das suas reais conveniências. Não sabem o verdadeiro papel de um legislador, muito pelo contrário, usam de barganha, atropelam o processo quando migram de sigla partidaria, não consultando sua bases, e quando o executivo não atende seus interesses saem em defesa dos que querem o poder pelo poder, sem projetos nenhum para a população. Precisa falar mais?

  • jaime miguel dos anjos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse vereador é igual macaco, vive pulando de galho em galho, conforme sua conveniência pessoal. Ele deveria se olhar no espelho, verificar que têm telhado de vidro, ou será que ele não sabe das negociatas que envolveram para que sua empresa, a tal da LUPPA, fosse contratada para fazer a limpeza dos parques massairo okamura e mãe bonifácia?

  • Sebastião Arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Deucimar, A Marcia Campos vem aí. toma seu rumo.

  • antonio carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Mais um vassolo no PP, esse cara tinha que ir mesmo para o PP, no minimo foi alguma negociata como ele esta acostumado a fazer. Como no DEM não tem mensalão, (P. Henry) Sanguessuga (L. Rossi) Langerie (Riva) ele se sentiu sozinho e procurou o seu habitat natural, se o Wilson der um "cala boca" pra ele, amanhã ele vai falar que esse prefeito é o melhor do mundo. Outra coisa, daqui pra fente o prefeito tem é que formar sua pleading de veradores para ganhar as eleições e com certeza esse Deu Ci mal não é, nem de perto, o melhor nome.

  • julio augusto de olivbeira soares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Uma das principais críticas ao prefeito wilson santos foi que ele abandonou velhos aliados para se cercar de oportunistas que nada tinham a ver com seu projeto inicial de governo.pela atitude do vereador Deucimar e Leve levi só confirmou aquilo que se preveu.Ao ilustre edil Deucimar deixamos o conselho de cuidar melhor da sua empresa Luppa e seus contratos um tanto suspeito pois pela sua conduta certamente o povo vai demolir o seu caminho na vida pública pois estamos cansados de demagogia,queremos representantes que estejam realmente comprometidos com os nossos anceios .

  • Aurora | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Caros leitores é mesmo muita falta de informação destes comentaristas quando dizem da infidelidade partidária do vereador Deucimar. Ora, é só ler os jornais ou procurar saber um pouquinho do nosso vereador por Cuiabá, para saber q ele passou mais de 20 anos no PFL, hoje DEM, e lutou muito por este partido, mas talvez por motivos de reciprocidade de companheirismo e algumas ideologias controvertidas... Deucimar se viu sem saída.
    E qto a suplente assumir...........acho muito dificil....Deucimar tinha motivos de sobra para desfiliar-se do partido q fez parte de sua vida durante muitos anos.

  • silvio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    OLHA ESSE VEREADOR, TEM QUE APROVEITAR MESMO ESSE TEMPINHO DE MANDATO, DETONA O PREFEITO, ELE É A BOLA DA VEZ... MUDAR DE IDEAIS E PARTIDO DA NISSO.
    TROCOU OS DEMOCRATAS PELO PARTIDO POPULISTA (PP) É UM INFIEL.
    DEUCIMAR PEGA SEU BANQUINHO E SAI DE MANCINHO
    E A HORA DA SUPLENTE DO DEM

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...

França elegível; CNJ desatualizado

roberto franca 400 curtinha   O advogado Rodrigo Cirineu, que assumiu a assessoria jurídica da campanha a prefeito de Cuiabá de Roberto França (foto), assegura que o ex-prefeito está elegível. Explica que o cadastro de inelegibilidades do Conselho Nacional de Justiça, constantando ainda o nome de...