Últimas

Sexta-Feira, 28 de Novembro de 2008, 12h:52 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

CÂMARA DE CUIABÁ

Deucimar disputa presidência e desafia Fabrício

  O vereador Deucimar Silva, mesmo sob risco de vir a perder a vaga para Marcus Fabrício caso os 155 votos registrados numa urna de lona venham a ser anulados, dos quais 4 do parlamentar progressista, anunciou que é candidato à presidência da Câmara Municipal de Cuiabá. Ele conta com respaldo da cúpula do seu partido, o PP. Pelos seus cálculos, pode conquistar até 10 dos 19 votos.


Deucimar Silva tem mesma votação de Fabrício e fica com vaga

   Com Deucimar no páreo, sobe para cinco o número de vereadores eleitos e reeleitos de olho na sucessão do presidente Lutero Ponce (PMDB). Se articulam nos bastidores os tucanos Edivá Alves, que tem aval do Palácio Alencastro, e Lueci Ramos, além do estreante Adevair Cabral (PDT) e dos reeleitos Clovis Hugueney, o Clovito (PTB) e Francisco Vuolo (PR).

   Deucimar avisa que não abre mão da disputa pela Mesa Diretora. Sua candidatura passou a incomodar Lutero que, para "minar" os planos do progressista, se juntou a Lueci Ramos, tucana rebelde que entrou na briga sob incentivo da ex-presidente do legisislativo cuiabano e hoje deputada estadual Chica Nunes (PSDB). Deucimar avisa que uma de suas principais metas, se eleito, é fazer uma devassa nas contas da Câmara, principalmente da gestão Lutero.

  O Legislativo recebe duodécimo mensal de R$ 1,6 milhão. Quase todo o repasse é consumido com folha de pagamento. São mais de 600 servidores. Há denúncias sobre atos de improbidade da Mesa Diretora. Cada parlamentar ganha R$ 7,6 mil mensais. Usufrui de vários privilégios, como verba para manutenção de gabinete e para contratação de assessores.

   Após ter o mandato cassado por infidelidade partidária (trocou o DEM pelo PP), Deucimar Silva assegurou seu retorno à cadeira de vereador com 3.524, mesma votação de Fabrício, que perdeu a vaga por ser mais jovem.

   O progressista tem na sua cota de apoio os três votos da bancada do PP, composta, além dele próprio, por Éverton Pop e por Levi de Andrade. A articulação é feita pelo cacique do partido, deputado José Riva. Deucimar quer cooptar também o próprio Vuolo, que se diz candidato a presidente da Câmara, e o também republicano Chico 2000. Sonha em atrair ainda o peemedebista Domingos Sávio, o petista Lúdio Cabral e os dois eleitos pelo PRTB, Néviton Fagundes e Ralf Leite. Por enquanto, o nome mais cotado entre os concorrentes é do tucano Edivá, que tem apoio do prefeito reeleito Wilson Santos.

    Briga por vaga

   Quanto ao embate jurídico por causa da confusão, a partir do pedido de Marcus Fabrício para anulação dos votos de uma urna da seção 139, Deucimar Silva enfatiza que ele próprio é o grande prejudicado porque se fosse contabilizar todos os votos das seis urnas teria 49 votos a mais, enquanto o seu colega de partido contaria com somente 14 a mais. "Ele (Fabrício) quer ganhar no tapetão, mas não adianta. Eu ganho dele em todas as circunstâncias, na proporcionalidade dos votos ou não".

  Deucimar já contratou uma banca de advogados. Ele considera um absurdo a tentativa do primeiro suplente em excluir votos registrados numa urna de lona, simplesmente porque o tiraria 4 votos, levando Fabrício a superá-lo em votação. Na última briga jurídica, o Pleno do TRE anulou a sentença de primeiro grau, que havia indeferido pedido feito por Fabrício para impugnar votos. Agora, a decisão fica com a Junta Apuradora, que vai acolher o não o pedido. Se forem anulados, Deucimar perde a vaga de vereador para Fabrício - saiba mais aqui.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Roberto | Sábado, 18 de Setembro de 2010, 15h36
    0
    0

    e a história se repete...

  • rodrigo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    aff so gente boa disputando a mamata eim!!!!!

  • Carlos Almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Deucimar e Marcos Fabrício dando um pelo o outro, não merece volta.

  • goncalo carmindo de moraes junior | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Enviei hje um comentario sobre o que vces do RDNEWS,escreveram sobre a Vereadora Lueci Ramos,sem ter assinatura d(o)a Jornalista que escreveu a materia. Gosto muito do site RDNEWS,um Site que tem credibilidade nas materias, mas infelismente nao sei o por que esta acontecendo com o RDNEWS, acho que estamos em uma Democracia e os comentarios que eu ja fiz nunca usei expressoes que desabonem a conduta de qualquer Cidadao neste Pais.A Imparcialidade vces tem como exemplo a Revista Veja.

Taisir coordena campanha de Eliene

taisir karim 400 curtinha   O ex-reitor da Unemat e uma das lideranças do PSD na região Oeste, Taisir Karim (foto), que chegou a se lançar de última hora como pré-candidato a prefeito de Cáceres, mas logo em seguida recuou, será o coordenador-geral da campanha de Eliene Liberato (PSB), atual...

Inaugurados 67 km de asfalto da 020

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes (foto) inaugurou nesta 5ª a pavimentação de 67,5 km da MT-020, entre Paranatinga e Canarana. Essa estrada faz parte do pacote de obras que foi retomado e já concluído nesta gestão. Foram investidos R$ 45 milhões do governo estadual. O...

Saggin critica "ditadura" e apoia Raye

paulo raye 400 curtinha   O empresário e advogado Sandro Saggin, que desistiu da candidatura a prefeito de Barra do Garças e agora apoia Paulo Raye (foto), do Pros, explica que em nenhum momento os diretórios estadual e nacional do Podemos, de cujo partido é filiado, encaminharam qualquer orientação aos...

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.