Últimas

Segunda-Feira, 27 de Abril de 2009, 09h:38 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

RIBEIRÃO CASCALHEIRA

Diá perde cargo de prefeito de novo e recorre ao TRE

    O procurador do Estado licenciado e prefeito cassado de Ribeirão Cascalheira (a 877 km de Cuiabá), Francisco de Assis dos Santos, o Diá (PT), já ingressou com recurso para tentar reverter a desvantagem em mais um embate jurídico que resultou na sua "expulsão" da prefeitura. O petista foi empossado no início do ano após conseguir liminar de efeito suspensivo, mas acabou sendo afastado em seguida. O juiz da 53ª Zona Eleitoral, Valter Tomás da Costa, determinou a perda do mandato em 1º de abril. O magistrado acolheu a denúncia feita pelo Ministério Público Eleitoral, que apontou inúmeras irregularidades nas contas de campanha do procurador. “Não tenho medo da Justiça, essas denúncias não tem fundamento e já recorri junto ao TRE”, reage Diá.

   Segundo a nova acusação do MP, a prestação de contas do petista é contraditória. Faltariam recibos, já que o procurador efetuou pagamentos sem apresentar documentos que comprovassem os gastos. Além disso, Diá anexou listas com nomes de pessoas e CPFs de outras para comprovar contratações. No primeiro processo, o petista foi punido sob acusação de captação ilícita de sufrágio, ou seja, compra de votos. Teria utilizado um jornal para fazer uma enquete sobre a possível vitória nas urnas, se favorecendo dos resultados. Um eleitor adquiriu exemplares do jornal que seria distribuído. Diá nega. ”Essas ações tem como base de fundamento outros processos com denúncias forjadas. Tenho certeza que serei inocentado”.

  No lugar de Diá, assumiu o presidente da Câmara Daniel Beraldo (PDT). Ele permanece no posto como prefeito tampão até que o TRE julgue os recursos do petista. "Daniel faz parte do nosso arco de aliança e por isso está dando continuidade a minha administração", conta Diá. Caso as cassações sejam mantidas, o procurador poderá recorrer ainda ao TSE. Se não obtiver êxito devem ser convocadas novas eleições entre 20 a 40 dias. Diá teve 51,5% votos. Segundo a lei eleitoral, nesse caso, deve haver nova eleição. O segundo colocado, Adário Carneiro Filho (DEM), ficou com 41,9 %, enquanto Jeová Ferreira (PSB) amargou a terceira e última colocação 0,7% dos votos válidos. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Lauriena | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vamos torcer par que a justiça seja feita por inteira e emposse Adario e Wiser, para que a população não perca mais tempo com demagogia e decepção.

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...