Últimas

Terça-Feira, 17 de Junho de 2008, 08h:43 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

Artigo

Direções petistas rejeitam o candidato do PT e apóiam o candidato do governador Blairo Maggi

   Respeitar o resultado das prévias e homologar o nome do escolhido é um valor da cultura petista, uma expressão da democracia partidária, uma manifestação de respeito a filiados e filiadas. Pois não é que em Cuiabá, dirigentes partidários se negaram a referendar o nome do candidato a prefeito José Afonso Portocarrero, vencedor das prévias e resolveu apoiar o candidato do PR (leia-se Blairo Maggi), contra o Estatuto, o Regulamento das Prévias, o parecer da Secretaria de Organização do DNPT e a vontade da maioria dos filiados!

   Vamos por parte. No tempo regulamentar nenhum filiado, nenhum grupo ou tendência propôs “apoio a candidato a prefeito de outro partido”, embora o CNB (também conhecido como Articulação ou Unidade na Luta) defendesse interna e publicamente o apoio ao candidato do PR (Blairo Maggi).

    A Comissão Executiva Municipal, seguindo o Regulamento das Prévias e Encontros, abriu prazo e foram inscritos dois nomes para disputar as prévias para escolher o candidato do PT a prefeito: José Afonso Portocarrero, apoiado por quatro grupos locais Utopia e Vida (ligado à Militância Socialista), Graúna, Base Viva e O Trabalho; e Alencar Farina, apoiado pela Articulação de Esquerda. O vencedor, sem contestações, foi José Afonso Portocarrero, com 53,3% dos votos válidos (parte deles de filiados ligados ao CNB que não tinha candidato).

   No dia do Encontro de Definição de Candidatos, 08/06, que deveria referendar o nome escolhido pelas prévias houve três fatos inusitados:

 a) a maioria dos delegados eleitos (140, ligados a Articulação de Esquerda, CNB, e Movimento PT) estavam presentes no local do Encontro, mas não se credenciaram, realizando uma manobra parlamentar de não dar quorum e assim fugir da responsabilidade de homologar, responsabilidade essa, segundo o Regulamento, transferida para a Comissão Executiva Estadual;

 b) antes de encerrar o horário de credenciamento dos delegados o Presidente do Diretório Municipal (ligado à AE) chamou uma reunião de representantes das “forças” internas e foi direto ao assunto: havia uma proposta, previamente acordada com o PR de Blairo Maggi e defendida pela AE e CNB: Portocarrero renunciaria e seria indicado vice na chapa PR/PT. Portocarrero mui dignamente falou que foi escolhido para ser candidato a prefeito e não a vice. Não renunciou;

 c) foi aberto e fechado o Encontro sem deixar ninguém falar. Os delegados inscritos, (77), defensores da candidatura própria, ficaram no plenário, indignados, gritando palavras de ordem e balançando as bandeiras do PT; os delegados não inscritos, ligados a AE e CNB, saíram calados, sem palavras de ordem e sem bandeiras e foram se reunir, para traçar os novos passos da manobra golpista.

   No dia seguinte, 09/06 pela manhã, fizeram aprovar na Comissão Executiva Municipal e à noite na Comissão Executiva Estadual (esta presidida pelo Deputado Federal Carlos Abicalil, do CNB), a coligação com o PR (Blairo Maggi) e a indicação de uma companheira ligada ao Movimento PT para vice. No dia 10/06, reuniram-se com o PR e selaram a coligação, mesmo sabendo que a decisão partidária estaria subjudice. Agora falam em antecipar a Convenção para o dia 22/06, antes do julgamento do recurso impetrado junto a Comissão Executiva Nacional que vai se reunir no dia 23/06.

   A meu ver há duas questões em jogo. Primeiro, a democracia interna, violada, ultrajada, menosprezada, desrespeitada pelos dirigentes partidários (das tendências majoritárias AE e CNB) ao sabotar o Encontro e ao não homologar, seja no Encontro seja na Executiva Estadual, o candidato escolhido pelas prévias, como indicou a Secretaria de Organização Nacional.

   Segundo. Se prevalecer a vontade anti-democrática destes dirigentes do PT, de se retirar o trabalhador candidato petista a prefeito de Cuiabá e apoiar o empresário candidato do PR, configura-se a abdicação de um projeto democrático e popular para a cidade e a subordinação do partido à hegemonia do Sr. Blairo Maggi. Vale dizer, o PT que já participa do governo estadual, se transforma de vez em base da sustentabilidade política do projeto do agronegócio para Mato Grosso e para a Amazônia, submetendo-se à lógica do capital globalizado, predatório, insustentável tanto do ponto de visto social quanto do ponto de vista ambiental. 

  Termino reproduzindo a fala do Presidente do Diretório Municipal do PT de Cuiabá, Vilson Aguiar, da Articulação de Esquerda, repetida até o dia 07/06 à noite: “não respeitar as prévias é golpe”! Pois não é? No dia 08/06 ele mudou de fala e de posição. Mas o jogo ainda não acabou!

Gilney Viana, ex-deputado federal e militante histórico do PT

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Elisângela conduz Secom da Câmara

elisangela tenorio 400 curtinha   A jornalista Elisângela Tenório (foto) está de volta ao comando da Comunicação Social da Câmara de Cuiabá. Ela ocupou o mesmo cargo na gestão Justino Malheiros, mas, na época, não teve à disposição estrutura para desevolver uma...

Logística em MT pra distribuir vacinas

mauro mendes 400 curtinha   O governo estadual já providenciou toda logística para levar as vacinas anti-Covid-19 aos municípios. O governador Mauro Mendes (foto) destaca que, em princípio, adquiriu 3,5 milhões de seringas. Os lotes de vacinas chegam a MT até a próxima quarta. Seguindo o Plano...

Emanuel no PTB e reeleição do filho

emanuelzinho 400   O PTB está sendo preparado para receber a filiação do prefeito Emanuel Pinheiro, que iniciou o segundo mandato em Cuiabá. Sem ambiente para seguir no MDB, onde passou a enfrentar resistência de toda a bancada do partido na Câmara Federal e na Assembleia, Emanuel recebeu convite de...

Ex-deputado "detona" Aliança por MT

victorio galli 400 curtinha   As deputadas federais Carla Zambelli e Bia Kicis, que estão na linha de frente pela criação do Aliança pelo Brasil, partido idealizado por Bolsonaro e ainda na fase de coleta de assinaturas para ser formalizado, foram informadas de que o ex-deputado federal Victório Galli...

Saúde em MT sob iminente colapso

Os números da pandemia da Covid-19 em MT são alarmantes. Entre sexta e este sábado foram registrados 1.050 novos casos de pessoas infectadas com o vírus e mais 21 mortes. Desde o início da pandemia, quase 5 mil mato-grossenses já morreram da doença. Em Cuiabá, o índice de ocupação de UTIs chega a 69%, superando o pior período da pandemia, registrado em agosto do ano passado. Em outras regiões do Estado, a...

Prefeito já teve 2 aliados executados

ze do patio 400 curtinha   O prefeito de terceiro mandato Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, já teve dois assessores próximos e de extrema confiança assassinados. Em setembro de 2012, João César Domingos, que era muito próximo de Pátio, havia atuado no Instituto de Pesquisa e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.