Últimas

Terça-Feira, 11 de Setembro de 2007, 09h:11 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

SENADO

É absurdo revelar voto, diz Jonas sobre Renan

Senadores mato-grossenses Serys, Jonas e Jaime: mistério sobre Renan

     "Meu voto é secreto. Acho um absurdo revelar antes". Foi o que disse nesta terça ao RDNews o senador Jonas Pinheiro (DEM), ao ser perguntado, às vesperas da votação que irá decidir o futuro político do presidente do senado Renan Calheiros (PMDB-AL), como será a forma que vai votar no processo, se a favor ou contra a cassação. Segundo um dos três senadores mato-grossenses, a bancada dos Democratas irá se reunir ainda nesta terça (11) para tomar algumas decisões, inclusive sobre o caso Renan. Mas, os líderes da bancada já disseram que defendem a cassação. Já quanto a seu voto, ele não revela nem mesmo se já tomou alguma decisão.

      Outro democrata que também faz mistério quanto ao voto é o ex-prefeito de Várzea Grande e ex-governador Jaime Campos. Ele tem sido ser partidário e, a exemplo de Jonas, esquiva-se em antecipar o voto. A pestista Serys Marly já deixou claro que não declara seu  voto. Usa o mesmo argumento de Jonas Pinheiro, ou seja, de que a votação é secreta.

     A votação está marcada para esta quarta, às 11h, em sessão fechada. Se Renan for absolvido, enfrentará ainda outros dois processos que estão em tramitação por quebra de decoro parlamentar. O Psol já protocolou mais uma representação contra o senador alagoano. O Conselho de Ética aprovou na semana passada, por 11 a 4, em votação aberta, o pedido de cassação. Renan é acusado de ter despesas pessoais pagas por um lobista da empreiteira Mendes Júnior. (Simone Alves - RDNews)

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O voto é secreto para os senadores e senadoras com rabo preso com Renam. Agora vamos ver quem é quem, estamos de OLHO.

  • Amauri Santos Pinho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É uma vergonha os senadores não declararem o voto. Isso mostra, é óbvio, que serão a favor do trambiqueiro Renan Calheiros - resta saber o que ganharão em troca. Tal posição já era de se esperar de Jaime e Jonas, mas da petista Serys, a que se dizia defensora do povo, que se indignava com a podridão´política, já é demais. Que vergonha, dona Serys.

    Amauri Santos Pinho - economista

  • Valdir | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Nós, pobres eleitores somos obrigados a votar para escolher esses senhores, que se intitulam autoridades públicas.

    Já que podem escolher a forma de votar, porque não facultar o voto pelo povo. Estamos cansados de praticar democracia de faz-de-conta. Elegemos esses senhores, deputados federais e senadores, para ficarem trocando favores, farpas, brincando com o dinheiro público.

    O povo quer todos os corruptos fora do Congresso Nacional. Porém, o corporativismo torna esse desejo quase impossível. Qual o meio que dispomos? O voto !?! Sinceramente, precisamos de algo mais!

    Os poderes deveriam ser independentes entre si, porém na prática não é isso que vemos. O quarto poder (R$ R$ R$) compra a honra, a dignidade de todos esses políticos.

    Se o povo realmente mandasse, hoje teríamos Sr. Renan na cadeia, e aqueles que querem votar secretamente deveriam ter um processo de investigação em andamento, pois certamente tem medo de estar no lugar do Sr. Renan.

    Foi se o tempo que tínhamos orgulho no Congresso Brasileiro. Hoje não passa de uma casa de corruptos.

  • Felipe Rossato | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esses são os "representantes" do povo mato-grossense no Senado. O Sr. Jaime Campos, ao negar a dizer seu voto, desrespeita seu eleitor e, mais que isso, demonstra que não está nem um pouco preocupado com as vozes daqueles que o elegeram. Quem se recusa a dizer o voto revela postura que sugere a absolvição do individuo que preside o Congresso, enxovalhando o Senado Brasileiro, só que tem constrangimento de revelá-lo em público. Sejam verdadeiros, senhores senadores. Pq a verdade incomoda tanto para negar a dizê-la? Lamentável.

  • Jamil | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que inveja de Mato Grosso do Sul que possui Senadores como Delcídio Amaral e Marisa Serrano....

  • Marcio da Cunha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sabe lá Deus, o que esses moleques tem mais pra esconder que o povo não sabem.
    Tem mêdo do que ?
    Se não sabem bater o penalti, deixa o lugar pra outro.

  • ELIFAS JOSE RIBEIRO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Depois os representantes de MT reclamam que tem pouca representativdade na camara ou no senado é por essas e outras que eu não confio nos politicos de MT são uns pelegos.

  • Antonio Cavalcante Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não sei porque eles consideram um absurdo revelar os seus votos. Se o voto tem que ser secreto porque em época de eleição eles visitam as nossas casas pedindo os nossos votos? Se o voto é secreto, então eles não deveriam montar exércitos de cabos eleitorais mercenários para comprar os votos dos eleitores alienados.

    Não vejo nem um mau em declarar o meu voto. Tanto é verdade que desde já declaro: na próxima eleição votarei nulo, já que nulo, são todos eles.

  • Antonio Cavalcante Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não sei porque eles consideram um absurdo revelar os seus votos. Se o voto tem que ser secreto porque em época de eleição eles visitam as nossas casas pedindo os nossos votos? Se o voto é secreto, então eles não deveriam montar exércitos de cabos eleitorais mercenários para comprar os votos dos eleitores alienados.

    Não vejo nem um mau em declarar o meu voto. Tanto é verdade que desde já declaro: na próxima eleição votarei nulo, já que nulo, são todos eles.

  • Abinelio ferreira gusmão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tô vendo tudo, tô vendo tudo
    Mas, bico calado, faz de conta que sou mudo

    Um país que crianças elimina
    Que não ouve o clamor dos esquecidos
    Onde nunca os humildes são ouvidos
    E uma elite sem deus é quem domina
    Que permite um estupro em cada esquina
    E a certeza da dúvida infeliz
    Onde quem tem razão baixa a cerviz
    E massacram - se o negro e a mulher
    Pode ser o país de quem quiser
    Mas não é, com certeza, o meu país

    Um país onde as leis são descartáveis
    Por ausência de códigos corretos
    Com quarenta milhões de analfabetos
    E maior multidão de miseráveis
    Um país onde os homens confiáveis
    Não têm voz, não têm vez, nem diretriz
    Mas corruptos têm voz e vez e bis
    E o respaldo de estímulo incomum
    Pode ser o país de qualquer um
    Mas não é com certeza o meu país

    Um país que perdeu a identidade
    Sepultou o idioma português
    Aprendeu a falar pornofonês
    Aderindo à global vulgaridade
    Um país que não tem capacidade
    De saber o que pensa e o que diz
    Que não pode esconder a cicatriz
    De um povo de bem que vive mal
    Pode ser o país do carnaval
    Mas não é com certeza o meu país

    Um país que seus índios discrimina
    E as ciências e as artes não respeita
    Um país que ainda morre de maleita
    Por atraso geral da medicina
    Um país onde escola não ensina
    E hospital não dispõe de raio - x
    Onde a gente dos morros é feliz
    Se tem água de chuva e luz do sol
    Pode ser o país do futebol
    Mas não é com certeza o meu país

    Tô vendo tudo, tô vendo tudo
    Mas, bico calado, faz de conta que sou mudo

    Um país que é doente e não se cura
    Quer ficar sempre no terceiro mundo
    Que do poço fatal chegou ao fundo
    Sem saber emergir da noite escura
    Um país que engoliu a compostura
    Atendendo a políticos sutis
    Que dividem o brasil em mil brasis
    Pra melhor assaltar de ponta a ponta
    Pode ser o país do faz-de-conta
    Mas não é com certeza o meu país

    Tô vendo tudo, tô vendo tudo
    Mas, bico calado, faz de conta que sou mudo

Mais 20 respiradores para Cáceres

leonardo 400   O Ministério da Saúde enviou mais 20 respiradores para Cáceres, em atendimento ao pedido do médico  e deputado federal Leonardo (foto). Os equipamentos foram entregues na segunda (12) para a secretaria municipal de Saúde e serão instalados no Pronto Atendimento Municipal para tratar...

Isenção de IPVA a algumas categorias

max russi 400   A Assembleia Legislativa deve aprovar esta semana uma proposta do governo para, em tempos de pandemia, isentar algumas categorias do pagamento de Imposto de Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) do exercício de 2021. O projeto chega nesta quarta à Mesa Diretora, sob Max Russi (foto), e vai ser votado no...

CAA-MT fará vacinação contra H1N1

ittalo leite 400 caixa de assistencia   A Caixa de Assistência dos Advogados de Mato Grosso (CAA/MT), presidida por Ittalo Leite (foto), já deu início à Campanha de Vacinação Contra a gripe H1N1. Serão disponibilizadas seis mil doses da vacina para imunização contra a Influenza A e B,...

Governo compra 103 motos para PM

O governo estadual vai entregar nos próximos dias 103 motocicletas à Polícia Militar. Isso deveria ter ocorrido nesta segunda, mas foi adiado e ainda sem data definida. As motos serão utilizadas pelas equipes de policiais da Companhia Raio de Moto-Patrulhamento, Força Tática e pelo policiamento ordinário na Região Metropolitana de Cuiabá e em vários outros municípios. No primeiro lote, o governador Mauro...

Ex-prefeito, contratos e multa do TCE

jeovan faria 400   O ex-prefeito de Campinápolis, Jeovan Faria (foto), vai ter de pagar uma multa equivalente a 10 UPFs/MT, o que corresponde hoje a R$ 1,8 mil, como punição por contratação de pessoal por tempo determinado sem atender à necessidade temporária de excepcional interesse público....

Decon investiga "fura-fila" da vacina

O delegado Rogério Ferreira, da Especializada do Consumidor (Decon), instaurou o que se chama de Auto de Investigação Preliminar para apurar possíveis irregularidades no cumprimento da ordem de vacinação contra a Covid-19 dentro dos critérios estabelecidos pela Prefeitura de Cuiabá. Na prática, busca investigar possíveis situações de “fura-fila” e outras circunstâncias ilegais. Rogério...