Últimas

Domingo, 19 de Agosto de 2007, 18h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

EXECUTIVO

Eder diz que Maggi faz reforma e critica professor

   O presidente da MT Fomento, Éder de Moraes Dias, um dos executivos do governo Blairo Maggi, contesta e crítica o estudo e as argumentações do professor universitário Vinícius de Carvalho Araújo, segundo as quais três governadores pós-divisão promoveram reforma administrativa, enquanto o atual fez o contrário - clique aqui e leia. "Não dá para falar em reforma administrativa ou do Estado, sob uma ótica tão parcial e ao mesmo tempo estrábica, como alguns se manifestam. Muitas vezes vestem uma carapuça por demais espessa que não  lhes permitem enxergar o óbvio", reage Eder, num recado direto ao especialista em políticas estratégicas.

    Para o presidente da MT Fomento, "falta na composição do intelecto já depalperado de algumas pessoas, sobra no conceito ja formado pela sociedade mato-grossense que, pela aprovação popular, vê as reformas efetivas implantadas pelo governo Maggi. Eder entende que o atual governo desenha uma reforma "positiva na vida das pessoas". Cita, como exemplo, a reforma na infra-estrutura residencial das camadas mais pobres e aponta ainda "modelo de gestão arrojado e de resultados, na reforma da malha viária e das escolas atrativas". Entendem que "são aspectos que refletem diretamente na vida do cidadão". Segundo Eder, "esta é a reforma que interessa às pessoas".

    A criação de novas empresas como a MT Fomento, a MTGás e a MT Fomento, na avaliação de Eder, "é o reflexo claro da implantacão e da colocação na prática do que preceitua uma administracão moderna". Afirma que não há Estado moderno sem que se ultrapasse as barreiras das burocracias e dos entraves arcaicos que norteiam muitas das acões ou regras do poder publico.

    Resultados

    De acordo com o presidente da Agência de Fomento, as chamadas empresas da administracão indireta são criadas para tornar o Estado mais ágil e fazer com que os resultados cheguem com mais eficiência e eficácia ao cidadão. "Portanto, ao se falar em reforma e contra-reforma  e necessário  primeiro fazer uma reforma intelectual e comecar a enxergar os fatos como eles são", afirma Eder, em reação ao estudo do professor Vinícius, autor da obra "O Estado da Reforma - Reflexões sobre a experiência de reforma do Estado em Mato Grosso".

   O aliado do governador Maggi afirma ainda que "governos anteriores privatizaram todos os bons ativos do Estado e ainda deixaram de promover ´substitutos´  para que pudesse servir melhor a população ou dotar o Estado de receitas efetivamente aplicadas na vida do cidadão". O governo Blairo Maggi, diz Eder, inovou tanto  que está privatizando o "passivo estatal ", algo inimaginável pelos ditos intelectos da reforma e contra-reforma. "Se isso não é quebra de paradigmas, o que poderá ser?", questiona.

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • Ana Maria | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu queira saber quantas Escolas Atrativas tem aqui em Cuiabá? Eu ando muito e, nunca, juro, nunca vi nenhuma.
    Quanto as privatizações foram um marco histórico de bom-senso que beneficiou até esse Governo , de quem esse senhor é empregado. Imaginem,do jeito que essa gauchada gasta, se o BEMAT ainda existisse?
    Quanto a aprovação popular, embora verídica, é um tema que me faz perder o sono! Numa população de maioria paupérrima, analfabeta e "comprável", ganhar eleições ficou tarefa fácil pra quem é milhonário, sabe Deus lá como! E, se não abrirmos os olhos, nós classe média que arcamos com impostos terríveis, ficaremos nas mãos, por muito e muito tempo, dessas pessoas que por pouca coisa , como uma casinha de 32 m2 lá no fim do mundo apoiam, votam e aprovam qualquer governo!

  • andremakenzi@uol.com.br | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabens , Éder Moraes , voce sempre se coloca na defesa intransigente do governo Maggi e o que é melhor sempre muito bem fundamentado e convidando a sociedade mato grossense para uma reflexão. Esta oposiçãozinha barata que está perdida, tenta , tenta , tenta mas sempre esbarra nas obras concretas do governo Maggi , que sem duvida nenhuma é um governo voltado para os pobres, basta ver a quantidade de casas populares, asfalto, não tomou nenhum emprestimo para endividar mato grosso, e sobretudo é diferente pois os anteriores governaram sem responsabilidade fiscal.

  • paulo henrique | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quanto mas "sabido" e sem representatividade mas cai na graça do Governador Blairo contra -reforma maggi, talvez seja pelo fato que essas pessoa morrem pelo cargo que ocupam e topam qualquer coisa para não perder a boquinha. esse Éder Moraes é um deles sai em defesa do seu senhor sem dar nehuma resposta a altura para contestar a tese do Professor .Éder vai estudar um pouquinho! vai!!

  • Adriano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Estranho seria a não defesa diante do estudo do Professor.
    Com reforma ou sem reforma o Governo Maggi vem sobrando diante de seus antecessores. Mas como brasileiro tem memória curta, a maioria não se lembra, né?
    Ninguém melhor que o Sr. Éder para fazer essa defesa, visto que é um dos mais preparados gestores do governo atual.
    O resto é conversa pra boi dormir de quem está com dor de cotovelo por estar fora da administração estadual e se depender de meu voto, continuará fora por muito tempo.

  • tamborelli@usp.com.br | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Venho observando este Presidente da MT FOMENTO de longa data , posso afirmar que é o homem ao qual o governador pode se orgulhar juntamente com o povo matogrossense , é pena que ele não queira entrar para uma disputa majoritária ,pois daria muito trabalho aos concorrentes.
    Parabens , EDER MORAES , voce é preparado e não teme desafios. Nosso povo e principalmente os menos favorecidos teem orgulho de voce e do seu trabalho , não é nenhum pseudo estrategista , fraco e sem ruma que vai atrapalhar o seu trabalho e do governo Maggi. PARABENS,PARABENS,PARABENS.....

  • GILSA@UNIC.COM.BR | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    TENHO DÓ , DAQUELES QUE SÃO OBRIGADO A ASSISTIR AULAS COM UM PROFESSOR TÃO DESPREPARADO, ESTE VINICIUS NÃO CONHECE MATO GROSSO E NEM TAO POUCO SEUS ADMINISTRADORES.
    FALAR DO GOVERNO MAGGI DESTA FORMA É INGRATIDÃO DA QUAL O POVO DE MATO GROSSO NÃO COMPARTILHA.
    SR. VINICIUS O SENHOR PERDEU UMA OTIMA OPORTUNIDADE DE FICAR CALADO.

  • Marcela | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse Éder é um farsante, posa de grande técnico mas não é nada, é um puxa-saco medíocre que se encastelou na MT Fomento e não resistiria a um debate sobre questões econômicas elementares. Vai estudar, almofadinha, pra depois debater com o professor. O governo Maggi não quebrou nenhum paradigma, é um governo medíocre que se aliou às forças mais retrógradas do estado e reproduziu as mesmas práticas nefastas (corrupção, favorecimento a empresas, empreguismo, incompetência gerencial, etc) dos governos anteriores. Me citem um paradigma que Blairo quebrou...ele quebrou foi a cara de quem votou nele esperando uma mudança verdadeira.

  • ROSALVODANTAS@HOTMAIL | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    esses pobres coitados que foram expulsos da vida publica pelo voto do povo, jamais voltarão a delapidar o patrimonio publico, Blairo Maggi , manda apurar e demiti , enquanto os governos do passado principalmente do sr. Dante de Oliveira instalaram o comite do mal , que fez escola até hoje basta ver o sr, Antero " o anti mato grosso" que so pensa no poder.

    Maggi voltará em 2014 para mais 08 anos de poder e gloria para os menos favorecidos. Essa Elite podre e burguesa que mamava no poder e que agora inverteram os papeis , pois a elite é que está indo as ruas protestar contra LULA
    com meia duzia de mal amadas ou mal amados , quem diria eimh!!!! VIVA OS TRABALHADORES E O GOVERNO BLAIRO MAGGI;

    parabens EDER MORAES pela coragem que sempre te acompanha, quem faz o bem sem olhar a quem , será recompensado por DEus. !!!!!

  • alessandro borges | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eder vc é muito esperto ou muito despreparado ,comparar reforma da maquina publica com investimento em infraestrutura é demais .

  • luis fernando botelho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...

DEM, bate-cabeça e plano B frustrado

fabinho garcia 400 curtinha   O ex-deputado federal e empresário Fábio Garcia (foto) acabou deixando o DEM órfão de candidatura a prefeito da Capital. Numa conversa com o governador Mauro, seu padrinho político, Fabinho o assegurou que iria sim disputar o Palácio Alencastro, mesmo pedindo trégua por...

Mauro sofre 2 derrotas para Emanuel

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto), principal estrela do DEM em MT, acabou amargando duas derrotas em Cuiabá para o prefeito Emanuel, neste ano, embora não tenha sido candidato nas urnas. Em princípio, buscou candidatura própria com o seu partido, mas todos os nomes possíveis, como de Gilberto, Gallo,...

Três derrotas do marqueteiro Antero

antero de barros curtinha 400   O ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros (foto) não levou sorte nas campanhas eleitorais as quais coordenou nestas eleições. Em Lucas do Rio Verde, empurrou à reeleição o prefeito Luiz Binotti que, mesmo com o poder da máquina, perdeu para o...

Lideranças jogaram duro contra EP

carlos favaro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro teve uma reeleição sofrida em Cuiabá. Lutou contra os principais líderes políticos, que se juntaram em torno da candidatura de Abílio, uns publicamente, outros nos bastidores. O governador Mauro Mendes, por exemplo, jogou pesado para tentar derrotá-lo....

MAIS LIDAS