Últimas

Segunda-Feira, 07 de Dezembro de 2009, 15h:17 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

Rumo a 2010

Éder diz que Muller é "barriga de aluguel" de Santos

   O secretário estadual de Fazenda, Éder Moraes, acredita que o secretário municipal de Finanças Guilherme Muller é usado pelo prefeito cuiabano Wilson Santos (PSDB) como uma espécie de “barriga de aluguel”. Para ele, Muller é muito inocente e está sendo usado pelo prefeito. Ele faz duras críticas ao PSDB e diz que a Capital está ajudando o governador de São Paulo José Serra (PSDB) a prejudicar Mato Grosso. Serra, que é do mesmo partido de Santos, é pré-candidato à Presidência da República. Todas essas afirmações foram feitas em artigo intitulado: “A inocência do secretário de Finanças de Cuiabá”. A briga entre os dois secretários começou depois que Éder criticou as transações comerciais feitas via internet, argumentando que os recursos ficavam bloqueados em São Paulo, causador, segundo ele,  do desemprego no país. Muller resolveu se defender e atacou Éder, que agora responde.

  Segundo ele, o secretário de Cuiabá, na ânsia de defender o prefeito, apenas reafirma as considerações, conforme escreveu em outro artigo: Alerta aos Cuiabanos: Autofagia do PSDB. “Na ocasião, fizemos uma demonstração, de forma simples, do prejuízo que os paulistas Wilson Santos e José Serra estão causando aos cofres de Cuiabá e demais municípios mato-grossenses”, cutuca Éder. Ele acusa o governador de São Paulo de ser o responsável por “travar” resoluções e medidas do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz).

   No final, ele desafia o PSDB paulista e cuiabano a debater as questões relativas ao fisco em uma audiência pública. “Venham para o debate público. O secretário Guilherme Muller já aclamou como vencedor São Paulo e perdedor Mato Grosso. Vamos ver se isso se confirma? Quem está dissimulando e rasgando as regras do jogo é o Fisco Paulista, com consentimento da Prefeitura de Cuiabá, que assiste a tudo isso inerte e sem reagir contra José Serra” . (Patrícia Sanches)

    O artigo de Éder Moraes, intitulado: " A inocência do secretário de Finanças de Cuiabá " está postado na seção Artigos, logo acima, à esquerda.

Postar um novo comentário

Comentários (27)

  • orlando rondon | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A pergunta que devemos fazer é a seguinte: Se realmente acontece a autofagia do PSDB, com relaçao aos impostos, por qual motivo o secretariozinho Eder nao pede para o governadorzinho Blairo uma açao forte junto ao seu presidentizinho Lula, para que resolva as questoes tributarias?
    Resposta: Para o secretariozinho e mais facil aparecer na midia e ser mal educado com um professor da UFMT. Detalhe, o Eder nem curso superior tem.

  • Juca do Dom Aquino | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    O Eder está igual a Terezinha. Só fala besteira e asneira. Cala Boca Eder!
    A sua hora vai chegar.
    Como administrador ainda não mostrou trabalho. Como político msotra-se um vedadeiro desatre.
    Acaso já investigaram o CPF desse rapaz, para saber quem é Eder, o que ele fez na vida bregueça , antes de ser secretário ?

  • Martinsliberato | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Éder, há um equívoco do artigo ao afirmar que o CONFAZ pode resolver o problema. Não pode. A mudança da tributação depende de alteração constitucional, pois, atualmente, a Constituição estabelece que o ICMS incidente nas vendas diretas a consumidor final pertence ao estado de origem da mercadoria. Voce éder sabe disso. Essa briga é política e não jurídica. Abs.

  • José Antonio MIfares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Secretário Eder está apelando. Foi muito grosseiro ao tratar com um colega, servidor público. O prof. Guilherme Muller foi bastante técnico em seu artigo e não merecia a reprimenda do Eder Morais. Parece-me que o Eder está confundindo política tributária/fical com política partidária. Assim ele vai perder a sua credibilidade. Espero, para o bem do Estado, que ele não tenha sido picado pela mosca azul antes do tempo.

  • JOÃO GARNDAO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • jotinha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    È até bom o secretário Eder envolver com politicagem, só assim esqueçe dos contribuintes de MT. MT tem os maiscaros impostos mais caros do mundo.
    A resposta vem em 2010 aguarde.

  • AUGUSTO NETO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    SR. EDER SUA FRUSTAÇÃO E EVIDENTE ,SE NAO CONSEGUES SER CANDIDATO A NADA,SE NAO TENS APOIO DE NINGUEM PARA NENHUM CARGO ELETIVO...NINGUEM É CULPADO,,, RESPEITE AO PROXIMO,,SEJA DESCENTE CONSIGO MESMO,,SEU FOSSE SEU AMIGO TERIA VERGONHA DE VOSSAS ATITUDES

  • José de Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • danusa martinelli | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Timana | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

Briga eleitoral de parentes em General

renato vilela 400 general carneiro   A briga política, jurídica e eleitoral na pequena General Carneiro, de 14 mil habitantes, está acirrada e envolve, em palanques diferentes, grupos com vínculos familiares. São dois na disputa pela prefeitura. A ex-prefeita Magali Vilela desistiu de tentar de novo o teste das...

Ataques a EP e o revide dos amigos

fabinho 400 curtinha   O empresário Fábio Martins Defanti, o Fabinho Promoções (foto), que em 2016 disputou para vereador e perdeu, está sendo bombardeado de críticas em grupos de WhatsApp, inclusive pelos próprios amigos, por causa de comentários, gravados em dois vídeos, com um...

Luizão e 10 promessas em cartório

luizao 400   O empresário Luizão (foto), candidato a prefeito de Rondonópolis pelo Republicanos, registrou em cartório 10 comprimissos de gestão, garantindo, em caso de eleito, executá-los logo no primeiro mês de mandato. O primeiro deles é de zerar a fila de consultas, exames e cirurgias. E...

Ex-secretários de França sem mácula

roberto franca 400 curtinha   A assessoria jurídica da coligação de Roberto França (foto), que concorre à Prefeitura de Cuiabá pelo Patriota, classifica de mentirosa e irresponsável a notícia de que ex-secretários de França, da época em que comandou a Capital, de 1997 a...

Líderes de Lucas e apoios ao Senado

otaviano pivetta curtinha 400   As principais lideranças políticas da "República" de Lucas do Rio Verde estão divididas nos apoios sobre candidaturas ao Senado. O vice-governador Otaviano Pivetta (foto), recém-desfiliado do PDT, faz campanha pela coronel Rúbia Fernanda (Patriota), propagada como a candidata...

Reeleição difícil em Barra do Bugres

raimundo nonato 400   Aos 81 anos, o piauiense de Campo Maior, Raimundo Nonato (foto), busca renovar o mandato de prefeito de Barra do Bugres pelo DEM. Embora considerado carismático e populista, pioneiro no município e ajudado pela força da máquina pública, Nonato, que já foi prefeito nos anos 82 e 90,...

MAIS LIDAS