Últimas

Quinta-Feira, 07 de Maio de 2009, 12h:02 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

RUMO A 2010

Eder faz mistério, mas não descarta disputar Paiaguás

   O secretário estadual de Fazenda Eder Moraes disse em entrevista na manhã desta quinta (7), durante o 1º Congresso de Vereadores de Mato Grosso, que não irá comentar nada sobre política até 2010. A menos, é claro, que alguém decida criticar seu "chefe", governador Blairo Maggi (PR). "Sempre que houver a necessidade de defender o governador eu o farei, porque faço parte da equipe dele", disse Eder.

   Sobre a possibilidade de disputar a sucessão de Maggi, o secretário prefere não não fazer planos, mas também não nega que é um dos nomes mais cogitados pelo chefe do Executivo. "Se for para ir para a vida política, obviamente será pelas mãos do governador, já que é com quem eu tenho mais ligação, mas não quero falar sobre isso, até mesmo porque são apenas projetos que podem ou não se concretizar. Caso não aconteça, não irá causar qualquer frustração", explica Eder.

   Mesmo assim, o secretário não descarta o fato de que conta com o apoio de diversas autoridades do Estado, como do presidente da Assembleia, deputado José Riva (PP), e do próprio Maggi. Seu nome ganhou mais força após o anúncio de desistência feito pelo republicano, que já afirmou que vai abandonar a vida política. Para entrar na disputa pelo Paiaguás, Eder terá um longo caminho à percorrer, mesmo contando com o apoio de algumas das mais importantes lideranças do Estado. Ocorre que o posto de pré-candidato ao governo estadual pelo PR já vem sendo "vislumbrado" pelo deputado Sergio Ricardo desde que teve seu nome postergado pela cúpula republicana no embate de 2008, à Prefeitura de Cuiabá. (Flávia Borges)

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ô coitado.. vai levar um cacete tão grande nas urnas...

  • Jacyara - A procura do Estadista. | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O deputado Riva, deu hoje o troco a sua excelencia, quando usando um possivel senso de humor, lançou o Dep.Riva ao senado lá em sua cidade.
    Lendo a noticia do olhar direto, gostaria de manifestar o meu olhar sobre este lançamento.
    Eder Morais se encontra no momento em rota de colizão, não só com os coronéis mas, tambem com a maioria dos secretários que estão governo e pertencem ao PR.
    Portanto neste momento por trás do gesto simpatico do dep.Riva, sua fina ironia lança Eder no colo dos seus destratores, libera a candidatura de Sérgio Ricardo pelo PR, ilimina definitivamente a chance de Eder ser candidato a governador e ainda por cima, mostra que é o unico que tem condição de brincar de cacique politico, fato que a sua inquestionavel força politica lhe confere.
    Não batam no dep.José Riva, um dia o troco vem.

  • jorge maciel | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ao cointrário do que alguns imaginam, Wilson Santos tem sim um adversário com todas as condições de detê-lo nesse sonho dele [pesadelo para o povo] governar o Estado. O Éder MOraes é jovem, inteligente, competente e sério. Os dois últimos quisitos, já nos dois primeiros ele empata com WS, são o predicados necesários para gierir um estado. Eder tem, Wilson jamais os terá.

  • tony rachid | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Como diz o antigo dito popular...: em casa sem gato os ratos se esbaldam... ninguém merece o Eder pra nada !!! fala sério !

  • Vitor | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Este secretário tem de ser candidato ao cargo de mais aparecido. Também ganha se o cargo for o de mais chato.
    Saia candidato ao Governo Éder.
    Você vai tomar um cacete.

  • Pai do Mato | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ... A menos, é claro, que alguém decida criticar seu chefe, governador Blairo Maggi (PR). Sempre que houver a necessidade de defender o governador eu o farei, porque faço parte da equipe dele

    LEGITIMO PUXA SACO

    Vai viver do que agora que seu patrão deixou a política?

    Um dica: vai trabalhar nos campos de soja dele..

  • Cuiabano Ligado | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sr. Eder de Morais, não o conheço pessolamente, mas tenho um grande respeito, pelo o trabalho que o Sr. esta fazendo.

    Não sei se o Sr. tem cacife pra peitar esses malas politicos de carreira (Wilson, Jaime, Sinval) essa turma que come e bebe politica o dia todo.

    Mas ua coisa pode ficar certo, se for candidato o pra governador, ja tem o meu vooto e da minha familia, nãs sei se dá, mas vai ajudar um pouquinho.

    obs. sai de perto de alguns secretarios do Blairo, que estão no final de Governo e estão mal intencionados (querendo meter a mão), viu o caso da GAZOLINA de Campo Grande?, sai fora, se não vc perde voto.

    Cuiabano Ligado

  • Paulo Salem | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eder, melhor vc ficar como gerente de banco, como antigamente. Pensa que fazer a secretaria arrecadar mais, em virtude de maior controle da fiscalização é mérito? Isso todo mundo consegue, pior é vc conseguir sobreviver no mercado com tão alta carga tributária e um estado voráz por mais e mais impostos. Queria ver vc do lado empresarial, pra conhecer seus talentos.

  • JOSE CARLOS DE ALMEIDA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Eder Moraes, a mosca azul pegou vce, ou sera pura vaidade sua, ou sede pelo poder, ou por dinheiro, como o senhor mente, mais mente na cara dura, olha vai cuidar da Sefaz, alias ela esta tao parada, os seus agentes estão de braços cruzados, e o senhor falando em mala preta, que coisa, larga de ser garganta, porque não manda prender os vendedoeres ambulantes do paraguai, os vendedores de cd e dvd, que estao em cada esquina de cuiaba, ali na porta do chopao tem um vendedor que montou ate uma mesa, que vergonha em secretário, e ai cade a fiscalização sua, cade a tais volantes de cuiaba, e do interior, larga de papo furado, e de desviar o verdadeiro foco da sonegação.

  • GILSON SILVA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Èder é muito pretencioso, pois se até o patrão dele já percebeu que é preferível terminar o mandato como governador de como derrotado. Agora aparece esse cidadão com essa ironia pra nossa cara.

PTB perdeu uns, mas ganhou outros

emanuelzinho 400   Em Várzea Grande, enquanto alguns militantes do PTB, puxados pelo secretário jaymista Silvio Fidelis foram para os braços do candidato a prefeito Kalil Baracat (MDB), que tem Hazama (DEM) de vice, militantes de outras legendas decidiram abraçar a candidatura do petebista Emanuelzinho (foto). São...

PT de Cuiabá passivo; ROO, autêntico

kleber amorim 400 curtinha   O PT de Rondonópolis se organizou melhor, mobilizou a militância, se tornando mais autêntico do que o núcleo petista de Cuiabá. Para se ter ideia, o partido, numa posição de coragem e levando preocupação ao prefeito Zé do Pátio, que tinha...

DEM é "suprapartidário" em Cuiabá

wilson santos, 400 curtinha   Para uns, o DEM de Cuiabá se tornou "suprapartidário". Para outros, um partido de aluguel. Além de não ter cabeça de chapa para prefeito, o partido do governador Mauro e dos irmãos Júlio e Jayme Campos enfrenta uma situação inusitada de concorrentes...

Diretório do Podemos-VG dissolvido

mara podemos curtinha 400   A direção estadual do Podemos, sob o deputado José Medeiros, destituiu o diretório municipal de Várzea Grande e anulou o encaminhamento para apoio a Kalil Baracat a prefeito. Agora sob comando provisório da professora Wilcimara Carnelós, a Mara (foto), que está na...

Silvio provoca debandada no PTB-VG

silvio fidelis 400 curtinha   Silvio Fidélis (foto), afilhado político de Chico Galindo e que se tornou fiel escudeiro da prefeita várzea-grande Lucimar Campos, de cuja gestão é secretário de Educação, provocou debandada geral no PTB local. Inconformado com a decisão de Emanuelzinho de...

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.