Últimas

Segunda-Feira, 02 de Julho de 2007, 00h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

EXECUTIVO

Eder inicia viagem para negociar dívida pública

  O governador Blairo Maggi já assinou o ato que autoriza o presidente da Agência de Fomento do Estado, Eder de Moraes Dias, a se ausentar do país a partir desta quinta (5). Ele assumiu a missão de intermediar com bancos e fundos internacionais a privatização da dívida pública de Mato Grosso junto à União. Trata-se de um passivo de R$ 5,1 bilhões. As negociações preliminares com instituições financeiras nacionais e internacionais para alongamento da dívida estão sob análise do Ministério da Fazenda.

    No roteiro do interlocutor do governo estão Zurique, a maior cidade da Suiça, Pequim (China), Londres (Inglaterra), além de Japão e Estados Unidos. Eder inicia a viagem na quinta por Portugal, onde se reunirá com representantes de mercados emergentes mundiais. Nesta primeira etapa, a missão oficial se estende até o dia 10. As viagens de Eder não trazem ônus para o Estado. Serão bancadas pela iniciativa privada.

   A estratégia de Maggi é, em poder de propostas concretas da iniciativa privada sobre a cessão da dívida junto à União, procurar o presidente Lula para pedir a rolagem da amortização do passivo de 2027 para 2047. Acredita que está encontrando um mecanismo interessante para ampliar o poder de investimentos, pois hoje a dívida pública engole 23% da arrecadação do Estado. São R$ 650 milhões pagos anualmente.

  Eder está empolgado pelo fato de haver interesse de vários investidores na proposta. Ele explica que, a partir da privatização, as instituições financeiras assumiriam o pagamento à União, enquanto o Estado teria para si a vantagem de carência de dois ou três anos para o início do repasse ao credor, com taxa de juros menor que a atual. A expectativa do governo é que consiga, no fechar das negociações, um abate de R$ 300 milhões ao ano em desembolsos. O valor economizado será convertido a um fundo para obras em infra-estrutura.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

DEM-Cuiabá projeta até 4 vereadores

beto 400 curtinha   O presinte da Provisória do DEM da Capital e secretário estadual de Governo, Alberto Machado, o Beto 2 a 1 (foto), está animado com as chapas do partido construídas para o embate eleitoral. Já conta com 38 pré-candidatos a vereador e avalia que todos são competitivos. Uma das...

Chapa de Pivetta faltando um nome

adilton sachetti curtinha 400   O empresário Otaviano Pivetta continua avaliando um nome para composição de sua chapa ao Senado na suplementar de 26 de abril para a vaga da cassada Selma Arruda. A primeira-suplência deve ficar mesmo com o ex-prefeito rondonopolitano e ex-deputado federal Adilton Sachetti (foto), do PRB....

Senado, disputa interna e PT rachado

verinha_curtinha   O PT, que recebe hoje as inscrições de pré-candidatos ao Senado, deve ter apenas um nome na disputa interna, o do deputado e presidente estadual da sigla Valdir Barranco. A ex-vereadora Enelinda, com dificuldade, corre contra o tempo para se viabilizar. Enquanto isso, membros de outras correntes menos...

Falta na votação da emenda impositiva

jose medeiros 400 curtinha   O deputado José Medeiros (foto), vice-líder do Governo Bolsonaro na Câmara e pré-candidato a senador na suplementar de 26 de abril, explica que não procede a informação de que teria votado favorável à PEC 34/19, que assegura o orçamento impositivo de...

Feliz da vida na base e com emendas

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto) já chegou com moral no Governo Mauro Mendes. Depois de um ano fazendo oposição ao Palácio Paiaguás, o deputado tucano se tornou governista de carteirinha. E começa a colher os dividendos. Uma de suas emendas de R$ 300 mil para ajudar na...

Voto a favor e agora contra Congresso

O pitbull do governo Bolsonaro, deputado federal José Medeiros (foto), está pegando carona num protesto, marcado para 15 de março, onde não deveria porque os seus atos não correspondem ao discurso, ao menos segundo sustentam seus adversários políticos. Contam que Medeiros foi um dos parlamentares que aprovaram o orçamento impositivo de R$ 30 bilhões, vetado pelo presidente. Eis que agora, ele próprio, defende a...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.