Últimas

Quinta-Feira, 19 de Junho de 2008, 12h:29 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

CONFRONTO

Edivá e Lúdio "brigam" por causa de senadora

  O vereador por Cuiabá Edivá Alves (PSDB) fez duros ataques à senadora Serys Marly (PT), que foi defendida pelo colega Lúdio Cabral (PT) em sessão tensa nesta quinta (19). Edivá cobra que Serys vote contra a Contribuição Social para a Saúde (CSS) e critica a mudança de postura da petista que, segundo ele, está votando contra o povo ao ser favorável à aprovação do novo imposto, que deve substituir a extinta CPMF. "Há muito tempo Serys não vem sendo a senadora de Mato Grosso. Tanto que trocou até de nome. De Serys Slhessarenko mudou para Serys Marly", disse o tucano.

   Edivá também acusa Serys de manter o coordenador do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), Antônio Cavalcante Filho, o Ceará, como funcionário "fantasma" de seu gabinete à época em que foi deputada estadual. "Cadê aquela Serys que fazia oposição e era duramente crítica. Agora virou uma barbie de vidro", enfatiza o líder do prefeito na Câmara em tom de ironia. Ele ameaça que vai denunciar ao povo o voto da senadora sobre o imposto. "Quero um voto de cara limpa. Serys não quero seu choro. Quero seu voto contra esse imposto (CSS)".

   Em resposta às críticas de Edivá, Lúdio vai à tribuna e diz que o colega tucano é contra a CSS, mas esquece que foi o PSDB quem criou a CPMF, que quando seria usada em prol da sociedade foi barrada no Congresso Nacional. "Quando Lula controlou a CPMF e iria usar seus recursos para a saúde, o DEM e o PSDB numa manobra maldosa votaram contra a CPMF para este ano". Já em relação à Serys, o parlamentar alega que Edivá se esquece que os recursos para a construção da Avenida das Torres, que se tornou menina-dos-olhos do prefeito da Capital Wilson Santos (PSDB), foi liberado através de emendas da senadora. "Serys colocou R$ 8 milhões em emendas para construir essa avenida".

  Lúdio diz que o parlamentar do PSDB deve levar  novos assuntos para serem debatidos no Legislativo, pois esses não têm fundamentação. "Edivá deve procurar assunto para trazer ao debate político porque esse sobre CSS não cola. Vamos deixar a CCS a cargo dos mato-grossenses que estão no Congresso para fazer justamente isso. Nós aqui temos que preocupar com o que acontece em Cuiabá".

   Por sua vez, o vereador Edivá retorna à tribuna e declara que não vai tirar as acusações feitas à senadora, já que, segundo ele, Serys não está fazendo mais do que a sua obrigação em trazer verbas para o Estado. "O dinheiro que a senadora tráz é do povo e não é do bolso dela". (Pollyana Araújo)

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • RENATO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Edivá...só uma pergunta.
    O QUE VC FEZ DE UTIL DURANTE O TEMPO QUE ESTEVE NA CAMARA MUNICIPAL ? AS ELEIÇÕES ESTÃO AÍ...ABRA OS OLHOS COMPANHEIRO.....

  • Junior Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A CPMF foi criada no governo do PSDB, porém no governo tucano foi muito bem empregada na saúde. A CPMF foi extinta porque não estava sendo mais empregada no setor saúde, e sim nas maracutais do PT (cartão corporativo, bolsaesmola, viagens, jetons, dinheiro nas cuecas, etc...), foi por isso Vereador Lúdio que a CPMF acabou, pois não estava servindso para o que foi criada, entendeu.
    Lúdio pára de ficar falando bobagnes e vai trabalhar. Você tem que cumprir o horário como médico no C.S. Osmar Cabral, isso é feio receber dinheiro público e trabalhar somente 1 ou 2 dias na semana. Se não dá conta, peça licença sem ônuas para contratar outro médico que atenda à população.....
    Fui...............

  • Paulo Sérgio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se o vereador acusou (no caso do Ceará) deve provar por que isso é muito sério. E responder por isso.
    Agora, que a Senadora mudou muito e faz um mandato mediocre é a mais pura verdade.
    Só pra lembrar ela ajudou a salvar o senador Renan. É justo que o ver. Edivá cobre da senadora o voto contra a CSS. O povo não aguenta mais impostos.

  • biologiamatogrossense@gmail.com | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pera aíiiiiiiiiiiiiiií!!!!!!!!!!!!!
    Esse Edivá também é conhecido entre os cuiabanos como trenquera, vamos falar sério a senadora fez algo que considero que valeu pelo mandato dela até agora, como diz o Dj maluco em sua música que homegeia o Sr. Thobas em Brasilia dono de uma bar lá frequentado pelas figuras politicas do congresso nacional, a nossa senadora fez um(a) PEC para acabar com os tribunais de Contas Estaduais transformando-os em Auditorias que é o correto, este projeto está em tramitassão no congresso, a nossa senadora está sim trabalhando e com fidalguia decerta forma só falta ela convidar o pessoal do contra para tomar um bebida no bar do sr. Thobas em Brasilia.
    rrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr

  • Edna Vargas | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É isso ai Edivá, briga mesmo com esses petistas encardidos pois só assim vc aparece na mídia. Mas e o Perminio heim? amarelou e não é mais candidato a reeleição? por que? vai ter que tirar dim dim do bolso né? tava mal acostumado o Mauricinho do PSDB, sempre fazendo campanha com o dinheiro público, e agora meô?E o CArlão o deserdou?Mas é melhor assim né Perminio ia perder mesmo, nada fez enqto vereador é melhor voltar p. casa graças a Deus, o povo não merece,

  • bel | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Isso mesmo Sr EDIVÁ o dinheiro que vem para o estado e mesmo do povo, para o povo é bom o Sr se lembrar bem disso....

  • Antonio Cavalcante Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não é preciso lembrar a esse vereadorzinho medíocre que ele não goza da malfadada imunidade parlamentar, como é o caso do Riva, Bosaipo, Chica e tantos outros.. Digo isso porque ele terá que se explicar na justiça às afirmações mentirosas e caluniosas de que fui, segundo ele: funcionário fantasma do gabinete da senadora Serys quando ela foi deputada estadual.

    Nunca fui funcionário da deputada ou da senadora. Nunca durante todos os seus mandatos dependi de um só centavo da parlamentar. Porem, ao MCCE, sempre que procurada ela tem contribuído.

    Entendo perfeitamente a raiva do vereadozinho comprador de votos, aliciador de estudantes, e de funcionários da educação. Entendo muito bem o seu desespero. Ele já percebeu que esse ano não será fácil se eleger comprando votos, usando a maquina administrativa ou abusando do poder político e econômico.

  • Assun ção | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O vereador Ediva precisa levar projetos à Câmara Municipal, em benefício da cuiabania e,não, ficar criticando ironicamente a Senadora Serys, a qual vem cumprindo com o seu mandato de senadora muito bem, trazendo verbas para Cuiaba e Mato Grsosso . Pelo que todo mundo sabe a Senadora, não usa mais o sobrenome de SLHESSARENKO, por motivo de sua separacao conjugal. Será que o vereadorzinho quer dar o sobrenome à Senadora? Vá procurar o que fazer seu tucaninho de bico curto.

  • MARCOS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    - PARA MIM O P.T. É O PARTIDO DOS TRAIRAS, POIS QUANDO ESTAVAM NAS ELEIÇÕES DIZIAM QUE ACABARIAM COM TANTOS IMPOSTOS INCLUSIVE COM A C.P.M.F, POIS ERA UM ABSURDO, METERAM O SARRAFO EM TODAS AS SUAS APARIÇÕES.
    - HOJE ESTÃO AI DANDO FACADAS NAS COSTAS DO POVO, QUEREM A C.S.S. POR QUE NÃO TEM COMO JUSTIFICAR OS SEUS GASTOS PESSOAIS ASSIM COMO FOI COM O CARTÃO CORPORATIVO, QUE É UMA ABERRAÇÃO GANHANDO O QUE GANHAM. E O I.O.F QUE METERAM NA GOELA ABAIXO NO POVO. AGORA ELEITORES NÃO ESQUEÇAM DISSO NAS PROXIMAS ELEIÇÕES. TAI NÃO VOTO NO P.T. NEM POR TRAIÇÃO. FORA CAMBADA.....

  • Manoel Antonio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    VERGONHOSO,


    QUE VERGONHOSO SENHORES PARLAMENTARES, ISSO É O TRABALHO DE VOCES? SERÁ QUE NÃO POSSUEM NADA QUE POSSA SE APROVEITAR DOS SENHORES, QUE SE DIZEM REPRESENTANTES DO POVO? TENHA SANTA PACIENCIA; SEJAM CRIATIVOS, PENSEM, RACIOCINEM, ELABOREM PROJETOS QUE REALMENTE ATENDAM AS NECESSIDADES DO POVO, DEIXEM DE BLABLABLA. NÃO TEM JEITO MESMO, MUDANÇAS JÁ E POR INTEIRO NESSA CAMARA, QUEM SABE ALGUEM COMECE SEMEAR SEMENTES DE BOA QUALIDADE NESSE LEGISLATIVO PARA DAR BONS FRUTOS.

3 deputados sob certa cordialidade

janaina riva 400 curtinha   Max Russi, Eduardo Botelho e Janaina Riva (foto), que mandam na Assembleia, demonstram entre eles um certo clima de cordialidade, mas chegaram a entrar em queda-de-braço até fechar um novo acordo político sobre a Mesa Diretora. Com a decisão do Supremo de veto a Botelho no comando do...

Expediente na AL só a partir do dia 8

max russi 400   Por causa do aumento da taxa de incidência de Covid-19 entre servidores e parlamentares, as atividades presenciais da Assembleia foram suspensas na quinta (25). O expediente só retoma em 8 de março. Neste período, estão sendo mantidas somente as atividades estritamente essenciais para o...

Estado paga os servidores nesta 6ª

mauro mendes 400 curtinha   Servidores do Estado recebem salário de fevereiro hoje, dentro do mês trabalho. É a sexta vez seguida que o governador Mauro Mendes consegue pagar a folha dos ativos, inativos e pensionistas antes da virada do mês, depois de promover reformas, redução da máquina e...

Sistema de saúde sob colapso em ROO

Em Rondonópolis, cidade-polo da região Sul, que abrange 17 municípios, não há mais leitos de UTI para socorrer pacientes em quadro grave de Covid-19. Todos os 30 do hospital Santa Casa estão ocupados, inclusive um leito de UTI reservado para atender outros casos, acabou destinado para paciente com o novo coronavírus. Há 10 leitos de UTI no Hospital Regional e todos também estão lotados. Várias pessoas em...

Deputado, Mesa da AL e incoerência

claudinei 400   Claudinei Lopes (foto), delegado de polícia que, na onda Bolsonaro, se elegeu deputado pelo PSL, em 2018, se mostra cada vez mais incoerente. É daqueles que gostam de levantar polêmicas e críticas, mas sem consistência. Ele se manifestou, por exemplo, contra a reeleição à Mesa...

Dilmar ensaia disputa para federal

dilmar dal bosco 400   Todos os deputados estaduais querem buscar a reeleição, com exceção de Dilmar Dal Bosco (foto), que está no terceiro mandato. Integrante da nova Mesa Diretora da Assembleia, como primeiro-vice-presidente, e líder do Governo Mauro, Dilmar não esconde o desejo de disputar cadeira...