Últimas

Quinta-Feira, 05 de Julho de 2007, 08h:50 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

Artigo

Educação fraca ameaça futuro de brasileiros

     Estamos liderando o ranking de pior País em investimento na educação, especificamente relacionado à conclusão do ensino médio. Das quatro unidades pesquisadas, 3 da América do Sul e 1 da Europa, somos a ameaça de futuro melhor para a qualificação profissional de nossos cidadãos. E o pior, os atuais números do corpo docente brasileiro lecionando no ensino médio, o antigo 2º grau, não tem perspectivas futuras por conta de salários baixos e violência nas escolas. Ou seja, uma ameaça que desestimula os educadores da rede pública de ensino, consequentemente prejudicando esta via de acesso a cursos superiores. 
     Conclusão de relatório elaborado pela Câmara de Educação Básica (do governo federal), presidida pelo educador Mozart Neves Ramos aponta: Brasil 30%, Argentina 42%, Chile 49% e Alemanha 83% das estatísticas percentuais entre os quatro paises que concluíram o ensino médio. Estão envolvidos estudantes com mais de 25 anos.
     Dos estudos realizados nas redes públicas de ensino brasileiro há uma demanda estimulada pela falta de investimento no setor. Os números são exatos: faltam 245 mil professores para contemplar a malha estudantil. A deficiência está nas áreas de química, física, matemática e biologia.
     Não é uma novidade. Venho insistindo rotineiramente para que os poderes público e privado se voltem para a mitigação desta triste realidade. Repito insistentemente que a qualidade de ensino está condicionada a investimentos no corpo docente, assim como criação de alternativas que estimulem as crianças, jovens, adultos e idosos, partes do corpo dicente.
     Já informei, comuniquei, clamei, que tanto a União como seus entes devem refazer, reanalizar, repensar os valores percentuais destinados a investimentos no setor. Por último, numa súbita lembrança, afirmei que ‘se eu fosse governador’ investiria muito mais do que prevê a legislação. Paises de primeiro mundo fazem isso e cito a Alemanha e Japão. Não é à toa que na pesquisa da Câmara de Educação Básica, esta primeira lidera o ranking dos que concluíram o ensino médio. 
     A pesquisa relata que para transformar estes números são necessários, além dos milhares de professores para atender o ensino médio, salários mais condizentes e indução ao uso da internet e televisão na grade escolar pública. Pois bem, estamos no caminho certo em Mato Grosso. Iniciamos há quase cinco anos um projeto de inclusão digital às classes sociais menos favorecida, através da Fundação Apeîara, por acreditar que sempre houve uma lacuna a ser preenchida na educação mato-grossense, assim como no Brasil. A educação inclusiva desde cedo é parte integrante deste objetivo.
     Os números apresentados pela Câmara de Educação do governo federal me dão força, incentivo e me faz cada dia mais convicto de que devo continuar investindo na Educação.  

 
José Riva é deputado estadual por Mato Grosso

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Decreto "anula" o MPE em Juscimeira

moises 400 juscimeira curtinha   Em Juscimeira, o promotor de Justiça Adalberto Ferreira recorreu à Justiça de forma desnecessária. Pleiteou e conseguiu uma liminar para suspender um decreto do prefeito Moisés dos Santos que, segundo a ação, havia reduzido as medidas de isolamento social, permitindo...

Kero-Kero quer levar Abílio para Pode

wilson kero kero 400 curtinha   Na contagam regressiva do prazo para o troca-troca partidário - vence em 3 de abril para quem pretende ser candidato em outubro deste ano -, o vereador Wilson Kero-Kero (foto), do PSL e um dos opositores à gestão Emanuel Pinheiro em Cuiabá, está fortalecendo o Podemos. E se...

ECSP explica confusão com Marcrean

marcrean 400 curtinha   A Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP) emitiu nota sobre a suposta “carteirada” do vereador Marcrean Santos (foto) no HMC. Ele foi pivô de confusão e um vídeo viralizou nas redes sociais. Segundo a ECSP, o parlamentar foi até o local pedir informações...

PL quer suspender dívidas das cidades

max russi curtinha 400   Ex-prefeito de Jaciara, o deputado Max Russi (PSB) apresentou projeto que visa suspender os pagamentos das dívidas dos municípios com o Estado, durante o período de calamidade pública que foi decretado pelo governo por causa da pandemia do coronavírus. Max ressalta que MT não deve...

Articulação pra tentar voltar ao Procon

gisela simona 400 curtinha   Com adiamento e ainda sem nova data para a eleição suplementar ao Senado, Gisela Simona (Pros), que se afastou do Executivo para concorrer ao pleito, quer retornar ao cargo de secretária-adjunta de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon), vinculado à secretaria...

Senadora, ataques e defesa de Galvan

selma arruda 400 curtinha   Selma Arruda, senadora cassada por crimes eleitorais, um deles caixa 2, escreveu artigo entitulado "MP x Aprosoja. Afinal, quem tem razão", especialmente para defender o aliado político Antonio Galvan, presidente da Aprosoja. Ao concordar com plantio de soja dentro de período proibido pela...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.