Últimas

Quinta-Feira, 29 de Novembro de 2007, 07h:31 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

Artigo

Educação não é problema da empresa

     A propósito do artigo “Conversa de dois assuntos”, publicado ontem neste espaço, recebi algumas interessantes contribuições, especialmente no tocante á afirmação de que não é problema da empresa a educação que produza recursos humanos para a sua instalação em Mato Grosso. Recebi do professor Luiz Carlos de Figueiredo, do CEFET-MT o seguinte e-mail, cujos trechos transcrevo, pela impossibilidade de espaço para publicá-lo na íntegra:
     “Li seu artigo e me chamou atenção a frase em epígrafe.  O que passo a ofertar, longe da crítica e próximo debate, é uma visão ou opinião sobre esse assunto, tão crucial aos cidadãos, que é a trajetória do desenvolvimento tecnológico brasileiro.
     Seria o desequilíbrio social gerado pelo desemprego estrutural um problema da educação? Ou seria o processo de transferência de aprendizagem tecnológica um problema da educação? Bem, a iniqüidade  social é grave e atinge a todos, em especial às empresas que necessitam de consumidores para gerar excessos que vão ditar o dinamismo da produção. Isso de modo simplista responde à primeira indagação. Governo e firmas devem responder às demandas sociais de modo que a assimetria estrutural seja diminuída a uma dimensão que permita a sobrevivência da sociedade no modo de produção capitalista, de outro modo é a guerra, o caos da guerra explícita da violência urbana.
     “Desde a industrialização para substituição de importações, a ISI de Vargas a ao período militar, não surgiu uma política industrial que agregasse a educação como valor. É um disparate pensar a educação sem pensar o modo de produção, afinal nos educamos também para bem produzir. É por isso que assistimos a "mil" programas, sombreados, de qualificação profissional que não atendem a demanda empresarial. Portanto urge uma política industrial que transversalmente considere a formação dos quadros nacionais, inclusive gerenciais, porque também há falta de bacharéis qualificados, engenheiros por exemplo”. (...) “Os países asiáticos só aceitam a implantação das multinacionais  se também implementarem a transferência de aprendizagem tecnológica através de P&D. O Governo brasileiro não tem regulamentação para P&D nas empresas. Educação, mesmo se considerar a tecnológica ou técnica, não consegue atingir o conhecimento tecnológico pleno pelo simples fato de que parte desse conhecimento é tácito, implícito
      Os militares queriam que todos fossem técnicos, esse modelo trouxe para a Coréia do Sul problemas no seu desenvolvimento das ciências biológicas, humanas e sociais; a Nova Democracia não fez até agora as reformas estruturais necessárias, entre elas, a da instauração de uma política industrial. Parece-nos pesado demais exigir que a educação, um bem social da super-estrutura, tenha a chave que nos conduzirá nesse século ao desenvolvimento pleno. É hora de tratar a educação tecnológica ou técnica, e mesmo a educação básica, como política de estado e não tão somente agenda de governo, como amiúde se repete a cada governança’

Onofre Ribeiro é articulista deste jornal e da revista RDM (onofreribeiro@terra.com.br)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Emendas para todos os 24 deputados

Max 400 curtinha   O presidente da Assembleia, Max Russi (foto), em visita ao Grupo Rdnews, quando concedeu entrevista ao portal e à tv web Rdtv, defendeu as emendas impositivas, que são indicadas pelos deputados e pagas pelo governo, via orçamento. Lembra que são instrumentos importantes para fazer com que obras e...

Deputado defende cultos com até 600

sebastiao rezende 400   Num momento em que a segunda onda de contaminação pelo novo coronavírus avança em MT, levando o governo a retomar medidas restritivas para evitar colapso, já que cerca de 90% das UTIs estão lotadas, o deputado Sebastião Rezende (foto), da Igreja Assembleia de Deus, teve a...

"Batida" em apresentador por engano

ricardo martins 400   Durante a dupla operação deflagrada pela PF nesta terça em alguns municípios de MT, entre eles Cuiabá, agentes federais, por um equívoco no cumprimento de mandados, acabou batendo na porta do apresentador da TV Cidade Verde, Ricardo Martins (foto), que não tem a ver com o caso....

Paccola é cotado para diretor-geral

gianmarco paccola 400   O discreto e atuante delegado Gianmarco Paccola (foto), hoje diretor-geral-adjunto da Civil, já desponta nos bastidores como nome preferencial do Palácio Paiaguás para eventual substituição a Mário Demerval, que deve mesmo deixar o posto de diretor-geral para disputar as...

Luta pra isentar parte dos aposentados

eduardo botelho 400 curtinha   Primeiro-secretário da Assembleia, Eduardo Botelho (foto) disse que foi criada espécie de força-tarefa dos deputados para fechar um acordo com o governo, de modo a ajudar aposentados e pensionistas e portadores de doenças raras para isenção do pagamento da alíquota da...

Investimentos em segurança pública

alexandre bustamante 400   Alexandre Bustamante (foto), secretário estadual de Segurança Pública, é enfático ao afirmar que o Estado tem investido em equipamentos e infraestrutura para combater a criminalidade. Segundo ele, a maior prova disso são os projetos que integram o programa MT Mais. Ao todo, devem...