Últimas

Domingo, 21 de Dezembro de 2008, 08h:51 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

ANÁLISE

Eleitor diz não à linha dura de Sachetti e Rossato

Fernando Ordakowski 

 Os prefeitos Adilton Sachetti, de Rondonópolis, e Dilceu Rossato, de Sorriso, têm algo em comum. Eram do PPS e, sob empurrão do governador Blairo Maggi, pularam para o PR. Empresários do agronegócios, os dois tentaram novo mandato e foram rejeitados pelos eleiores. O que os intriga é que as pesquisas apontam que fizeram boa administração e há reconhecimento disso do próprio eleitorado. Sendo assim, por quê, então, foram derrotados à reeleição?

   O governador Maggi tem a explicação. Segundo ele, não basta o gestor público ser linha dura, honesto, transparente e trabalhador. É preciso ser político e adotar a estratégia do tapinha nas costas. Sachetti e Rossato são tidos como administradores xucros e arrogantes e foram carimbados como representantes da elite. São daqueles que não fazem muita questão de cumprimentar o eleitor e respondem "não" antes mesmo de alguém encerrar algum pedido ou reivindicação.

  As urnas mostraram que esse perfil não cabe na política. Mesmo com grande estrutura de campanha, Sachetti pagou o preço com a derrota para Zé do Pátio, um deputado estadual identificado com as camadas populares. Em Sorriso, Rossato foi derrotado pelo empresário Chicão Bedin (PMDB), também com perfil mais populista.

  Outros prefeitos do "time" de Sachetti e Rossato conseguiram a reeleição, mas em meio a muito sufoco, como Dimorvan Alencar, de Campo Verde, e Getúlio Viana, de Primavera do Leste.

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Gustavo Machado | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Bom trabalho em obras super faturadas??? A economia desta cidade e muito grande entao qualquer prefeito q entrar aqui tem q fazer muito mesmo...

    E melhor tapinha nas costas do que na cara...

  • JOVAINE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sachetti e Rossato são honestos, transparentes e trabalhadores. E só perderam a eleição porque o cidadão e o eleitor gostam de tapinhas nas costas?

    Nossa quanta profundidade filosófica e sociológica nessa análise do Governador Blairo Maggi.

    Entre de muitas coisas erradas que os políticos fazem o fato de êles enchergarem somente o que querem é uma delas.

    O Governador deixou de verificar que o eleitor não admite mais o administrador que quer gerir o bem público como se fosse sua propriedade.

    O Governador não viu que o eleitor não admite mais o político que em conluio com meia dúzia de amigos, alguns só chegam aqui depois do político eleito, rateiam o orçamento das Prefeituras em licitações arranjadas.

    As universidades se pulverizaram pelo estado. É certo que muitas têm péssima qualidade de ensino. Todavia, mesmo assim, elas têm ajudado o cidadão a ter noção de administração, orçamento público e noções básicas de direito administrativo.

    Hoje, de cada 100 alunos que terminam o ensino médio, 50 se matricula em ato contínuo em uma faculdade.Desses 40 concluem o curso superior.

    Aqui não tem mais curral eleitoral, como o vice-governador afirmou em entrevista a este sítio, Governador.

  • antonio carlos caxias jr | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Governador já comete êrros de Político antigo e do tipo raposa ultrapassada, continua sem saber como deglutir as derrotas, insiste em dizer que não perdeu em Cuiabá, acha que os 40 % foi uma grande votação, etc... , mas a bem da verdade foi sim uma derrota das maiores, perdeu com governo Federal, Estadual e com uma das Federações mais importantes desse País, a FIEMT, de onde saiu o ungido da BOTINAGEM, em Rondonópolis não foi diferente, a diferença lá é que tinha por detrás do Zé uma das maiores Autoridades em POLÍTICA desse Estado,o ex Prefeito( por tres vezes), Deputado Federal(duas Vêzes), Senador da República, e Governador, o Advogado Carlos Gomes Bezerra, custumam dizer que ninguém chuta cachorro morto, e o Bezerão diziam na eleição passada que estava morto, e veio com a terceira maior votação para Dep Federal, agora realiza um feito dígno de elogios, fêz barba cabelo e bigode , nada mais nada menos que em Rondonópolis, Sinóp, Sorriso e mais duas dezena de Prefeituras de boa densidade Eleitoral, sem falar das Vices e dos inúmeros Vereadores, e sem força de Governo Estadual, por que nem com o atual vice- governador, o quase confiável Sinval Barbosa pode contar, e mostrou que não é com desdém ou desculpas espatafúrdias que se ganha ELEIÇÕES, e sem falar que os que falaram mal dêle só serviram para fortalecê-lo, e todos sabem que na eleição passada em Rondonópolis foi feito um ajeitamento do Gilmar Fabris para tomar a eleição do Zé, só que nessa foi contrário, o tiro saiu pela culatra, portanto Governador o Senhor tem muito a aprender, a Política não é uma Ciência Exata, pelo contrário é um embate diferente do outro, mas com êrros que se repetem, e o Senhor agora comete o pior dêles subestimar os ELEITORES, com desdém como esse do tapinha nas costas.
    Juízo Governador, o Senhor depois que perdeu o conselho do Jonas Pinheiro, só tem dado bola fora,sua Assessoria Política atual vai levar o Senhor ao fracasso nas Urnas se continuar dessa forma, em desencontro com a Leitura atual com relação aos Eleitores Matogrossenses. Em Política não se Brinca, se evolue e melhora-se ou
    DERROTA-SE. SMC

  • Gilmar Maldonado Roman | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Concordo plenamente com o que diz o Governador Blairo Maggi, quando expressa tapinha nas costas. O povo quer isso. Diferente da vontade do povo. Aliás, querer e vontade são diferentes. Prova é que os gestores acima elencados, fizeram a vontade do povo, trabalharam honestamente, aplicaram os recursos arrecadados para o povo, porém o povo achou que era pouco. Por isso não os reelegeram. Querer é sempre mais. só que o próprio povo não sabe o que quer!

  • Clodoeste Pereira da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Concordo plenamente com o conteúdo da reportagem , pena que esqueceram de colocar o Maurição no grupo dos que tiveram dificuldade para se reelegerem. Leia-se: Dimovam Alencar, Getúlio Viana e Maurício Cardoso Tonhá, Prefeito de Água Boa que não dá tapinhas nas costas, e apesar se ser competente administrador, tem o não na ponta da lingua.

    Clodoeste Pereira Kassu da Silva é vereador pelo PPS em
    Água Boa e Blogueiro www.aguaboanews.blogspot.com leitor assíduo desse site RDNews.

  • anna de assis | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Prá quem não mora nessas cidades governadas pelos botinudos é fácil apoiar o arrogante e prepotente Blairo Maggi.Dizer que o povo só quer tapinhas nas costas é minimizar a derrota.O buraco é mais em baixo.

  • edilson da silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    CARO GILMAR VC MORA EM UM MUNICIPIO LONGE DA RELAIDADE POR ISSO CONORDA COM O GOVERNADOR O GOVERNADOR NEM SABE O QUE FALA E UM FAMFARRAO DESAGEITADO MAS A HORA DELE TBM TA CHEGANDO SACHETTI EM ROO NAO FOI UM BOM GESTOR ELE E ARROGANTE MAU EDUCADO E NAZISTA NAO GOSTA DE FUNCIONARIO MUITO MENOS DE POBRES E O POVO E SABIO JA NAO E MAIS AQUELE QUE ERA FACIL SER ENGANADO SERIA IDIOTICE DIZER QUE O POVO GOSTA DE TAPINHAS NAS COSTAS OPOVO SO NAO GOSTA DE HIPOCRISIAS E MUITO MENOS POLITIQUEIROS DE PALNTAO QUE NAO TEM COMPROMISSO COM NINGUEM, AGORA SE ELE FEZ ALGO NAO PASSOU DA OBRIGACAO DELE ENQUANTO GESTOR,CARO GILMAR VAI BABAR OVO DA TURMA DA BUTINA TALVEZ ASSIM VC ARRUMA UMA BOQUINHA EM CBA DURANTE ESSES DOIS ULTIMOS ANOS POR QUE EM 2010 ELE TBM VAI RECEBER A RESPOSTA POR CHAAR O POVO DE IDIOTA E BESTA....

  • Alfredo Mota | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pois é Sra Jovaine, o que a senhora descreveu até a pouco é Dante de Oliveira e sua turma, sem tirar nem por!Negócios e superfaturamentos era com ele, onde Antero se locupletava com o resto da turma do tênis( lembra?).Senão vejamos: Carlos Avalone, Julio Strubing Miller, a dupla de gÇemeos Miller, o cabeção Luíz Soares, entre outros menos emplumados do PSDB, que, curiosamente estão sob a asa da Prefeitura de Cuiabá.Tente colocar qualquer um que não reze na cartilha deles para sentires aquela máxima : Pra os amigos tudo,para o inimigo, a lei.
    Acorde Jovaine, o tempo dos bobós já passou!Não gaste latim de segunda que não convence!

  • Marcos Rey | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Jovaine | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Alfredo você deve estar nessa turma que chegou após a lª eleição do Sachetti em Rondonópolis e agora vai ter que ir embora.

    Agora na 2ª eleição você ainda não assimilou a derrota. Vai lambendo a ferida que ela cicatriza.

    Você não pode querer medir as pessoas pela sua régua que deve ser a mesma desse pessoal que estão começando a aparecer na mídia.

    Diferente de você não acho que o Governador seja corrupto como você covardemente o faz de uma pessoa que já não está no nosso meio para rebatê-lo. O problema do Governador são as pessoas que o cercam. A pressão é muito grande (Bezerra, Welington, Pedro Henry,Carlos Brito, etc.) e só ler jornais - para ter governabilidade êle acaba cedendo, justamente o que descaracterizou o seu governo.

PTB perdeu uns, mas ganhou outros

emanuelzinho 400   Em Várzea Grande, enquanto alguns militantes do PTB, puxados pelo secretário jaymista Silvio Fidelis foram para os braços do candidato a prefeito Kalil Baracat (MDB), que tem Hazama (DEM) de vice, militantes de outras legendas decidiram abraçar a candidatura do petebista Emanuelzinho (foto). São...

PT de Cuiabá passivo; ROO, autêntico

kleber amorim 400 curtinha   O PT de Rondonópolis se organizou melhor, mobilizou a militância, se tornando mais autêntico do que o núcleo petista de Cuiabá. Para se ter ideia, o partido, numa posição de coragem e levando preocupação ao prefeito Zé do Pátio, que tinha...

DEM é "suprapartidário" em Cuiabá

wilson santos, 400 curtinha   Para uns, o DEM de Cuiabá se tornou "suprapartidário". Para outros, um partido de aluguel. Além de não ter cabeça de chapa para prefeito, o partido do governador Mauro e dos irmãos Júlio e Jayme Campos enfrenta uma situação inusitada de concorrentes...

Diretório do Podemos-VG dissolvido

mara podemos curtinha 400   A direção estadual do Podemos, sob o deputado José Medeiros, destituiu o diretório municipal de Várzea Grande e anulou o encaminhamento para apoio a Kalil Baracat a prefeito. Agora sob comando provisório da professora Wilcimara Carnelós, a Mara (foto), que está na...

Silvio provoca debandada no PTB-VG

silvio fidelis 400 curtinha   Silvio Fidélis (foto), afilhado político de Chico Galindo e que se tornou fiel escudeiro da prefeita várzea-grande Lucimar Campos, de cuja gestão é secretário de Educação, provocou debandada geral no PTB local. Inconformado com a decisão de Emanuelzinho de...

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.