Últimas

Segunda-Feira, 17 de Dezembro de 2007, 11h:45 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

VARIEDADES

Em 72 horas no Paiaguás, Sérgio assina 10 atos

   Em apenas três dias (72 horas) no comando do Estado, Sérgio Ricardo (PR) sancionou nada menos que 10 projetos e decretos. Ele foi o terceiro presidente da Assembléia a assumir, de forma relâmpago, o governo do Estado os últimos 20 anos e deixou sua "marca". Sérgio ficou governador entre a última quinta (13) e sábado. Nesse interím o governador Blairo Maggi estava na Indonésia e o vice Silval Barbosa também viajou para o exterior.

   Como governador em exercício, Sergio sancionou, por exemplo, o projeto do colega deputado Sebastião Rezende (PR), que obriga todo estudante da rede estadual de ensino a ter o nome registrado no Órgão de Identificação Civil, a partir dos 16 anos. Também sob a assinatura de Sérgio, o governo declarou de utilidade pública o Instituto Jaime Veríssimo de Campos Júnior, o Jaiminho, numa alusão ao filho do senador Jaime Campos e que faleceu numa acidente automobilístico há dois anos.

   O projeto do deputado Maksuês Leite (PP) também se transformou em lei com uma canetada do governador em exercício. Agora, estão inseridos no contexto cultural do Estado os templos de qualquer culto. Sérgio Ricardo sancionou a Lei 8.770, a partir de um projeto do deputado petista Alexandre Cesar, declarando de utilidade pública a Associação Mato-Grossense Sobriedade e Vida Pastoral da Sobriedade Regional Oeste 02.

    Na sua passagem rápida pelo Palácio Paiaguás, o presidente do legislativo mato-grossense assinou ainda cinco suplementações para "engordar" os orçamentos fiscais e de seguridade social da máquina do Estado. Um dos créditos suplementares de R$ 1,3 milhão e contempla o Fundo Estadual de Segurança Pública, além de outros segmentos da área. Um outro de R$ 900 mil foi garantido à Agência Estadual de Regulamentação dos Serviços Públicos Delegados (Ager), além de R$ 2 milhões para a Procuradoria-Geral do Estado, R$ 3,4 milhões de crédito suplementar para o Detran e R$ 2,6 milhões para atender a secretaria de Fazenda.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

Vice que morreu na praia em Tangará

renato gouveia 400 curtinha   Assim que percebeu que não seria escolhido pelo prefeito Fabio Junqueira (MDB) como o candidato governista na briga pela Prefeitura de Tangará da Serra, ainda em junho, o vice-prefeito Renato Gouveia (foto), do PV, correu para os braços do tucano Vander Masson. Levou com ele uma chapa de 21...

Câmara chama secretária para vaga

chico 2000 curtinha   Após a destituição de Ralf Leite (MDB) da vaga de Chico 2000 (foto), licenciado, por força de decisão judicial, a Câmara de Cuiabá convocou a primeira suplente Luciana Zamproni (MDB) para assumir mandato temporário no Legislativo, menos de 30 dias. Ela atua como...

PTB perdeu uns, mas ganhou outros

emanuelzinho 400   Em Várzea Grande, enquanto alguns militantes do PTB, puxados pelo secretário jaymista Silvio Fidelis foram para os braços do candidato a prefeito Kalil Baracat (MDB), que tem Hazama (DEM) de vice, militantes de outras legendas decidiram abraçar a candidatura do petebista Emanuelzinho (foto). São...

PT de Cuiabá passivo; ROO, autêntico

kleber amorim 400 curtinha   O PT de Rondonópolis se organizou melhor, mobilizou a militância, se tornando mais autêntico do que o núcleo petista de Cuiabá. Para se ter ideia, o partido, numa posição de coragem e levando preocupação ao prefeito Zé do Pátio, que tinha...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.