Últimas

Segunda-Feira, 07 de Maio de 2007, 11h:21 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

FINANCIAMENTO

Em Brasília, AMM debate Fundeb, Kandir e FPM

   O presidente da Associação Mato-Grossense dos Municípios (AMM), José Aparecido dos Santos, o Cidinho, participa nesta terça, em Brasília, de uma reunião com os demais presidentes de associações estaduais. O encontro foi convocado pelo Confederação Nacional dos Municípios (CNM). Serão discutidos três temas: a promessa feita pelo presidente Lula por ocasião da "marcha dos prefeitos" de aumentar em 1% os repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), as regras do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fudeb) e a Lei Kandir.

  "O governo fez ajustes (no Fundeb) para atender alguns Estados, como o Rio de Janeiro, e agora muitas prefeituras ficam prejudicadas. Não têm dinheiro nem para pagar os professores", reclama Cidinho, que representa os 141 municípios mato-grossenses.

  Os dirigentes do movimento municipalista vão se reunir também em Brasília com o ministro Fernando Haddad (Educação) e com o presidente da Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP). Temem que Lula não cumpra as promessas feitas. Uma ordem do Planalto já levou ao adiamento da votação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) para o aumento de 1% do FPM.

  O argumento utilizado pelos líderes governistas é o de que era necessário esclarecer dúvidas em relação ao prazo a partir do qual os créditos começariam a valer para as prefeituras. A decisão postergou os repasses e irritou deputados da base aliada e da oposição.

   Com a decisão do conselho curador do FGTS de reduzir a contrapartida dos municípios para empréstimos em obras de saneamento de 10% para 5%, diante de uma expectativa de até 0,1%, conforme Lula anunciou também na Marcha dos Prefeitos, os gestores sofreram dupla derrota.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

2 suplentes já estreiam em Cuiabá

alex rodrigues 400   Com menos de quatro meses de mandato, dois dos 25 vereadores cuiabanos reeleitos no ano passado já pediram licença para abrir espaço a suplentes. Diego Guimarães (Cidadania) se afastou por 30 dias. Em sua cadeira está Maysa Leão, do mesmo partido. Marcrean Santos (PP) pediu afastamento...

Governista 2 e o desafio da reeleição

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto), que conseguiu retornar à Assembleia "sangrando" nas urnas de 2018, impactado pelo desgaste pela defesa intransigente do Governo Pedro Taques, se prepara para atravessar outro purgatório no próximo ano, em busca de mais um mandato. O deputado tucano carrega desgaste...

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....