Últimas

Segunda-Feira, 16 de Novembro de 2009, 21h:01 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

ELEIÇÃO NA ORDEM

Em debate na TV, Stábile e Scaravelli trocam acusações

  Os candidatos Cláudio Stábile e João Vicente Scaravelli travaram debate tenso, marcados por troca de acusações e denúncias no primeiro e único debate na TV acerca da sucessão na OAB-MT. A eleição acontece na próxima quinta (19). Mais de cinco mil advogados vão às urnas para eleger uma diretoria que conduzirá a entidade pelos próximos três anos.

   O apresentador Onofre Júnior abriu espaço no seu programa dominical Ponto de Vista, na TV Rondon (SBT), para o confronto de ideias e propostas. O debate de duas horas avançou além da meia-noite desta segunda (16). De um lado, Stábile defendeu a gestão Francisco Faiad, que está no segundo mandato como presidente da OAB, e "carimbou" o adversário como aliado que "converteu à oposição". Scaravelli, por sua vez, atacou. Acusou o concorrente de fazer uso da máquina na campanha e de pertencer a um grupo que usufrui politicamente da estrutura da Ordem.

   Fora do ataques mútuos, ambos prometeram defender as prerrogativas dos advogados e transformar a Ordem numa instituição mais participativa. Diferente de pleitos anteriores, que registraram uma "inflação" de candidatos, desta vez a briga eleitoral envolve dois nomes e rachou literalmente a categoria. Pesquisas internas revelam uma disputa equilibrada. Os dois candidatos montaram grande estrutura de campanha, similar a de deputado estadual. Diversos veículos foram adesivados com os chamados "santinhos" dos candidatos, que intensificaram também visitas aos municípios.

-----------------------------------------------------------------------
Clique no play e confira trechos do debate entre Stábile e Scaravelli

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Gláuco Benjamin Happykha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eh!...o candidato Stábile...eh!...lembra muito...eh!...o deputado...eh!....aquele....eh!.....o Sergio Ricardo!
    Tamanha segurança nas afirmações não deixam dúvidas sobre o melhor candidato. E a pergunta sobre os atos secretos da OAB, ficou sem resposta. O claudicante candidato de Faiad(o) achou que que a melhor defesa, era o ataque, que mais soou como achaque com a categoria.
    Agora é possível entender por que não foi escolhido para desembargador...Stábile não tem postura sequer para juíz.
    O estilo lembra mais Paulo Maluf que entra num debate sobraçando um calhamaço de papeis a título de dossiês. A estratégia é jogar um montão de papel na cara do do eleitor para não responder perguntas dirigidas que não foram previstas por Faiad/ Ussiel/Antero et Comitê...

  • Rita de Cássia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O professor Cláudio Stábile não gosta de briga e bate boca. Mas, teve que responder a altura as denúncias. Principalmente pq o seu adversário político está usando de meios ardilosos, mentirosos e escutas e gravações iliegais que a OAB, durante a sua história, sempre foi contra e repúdiou. Dá para perceber o desespero da chapa 02, com o seu descontrole, ao praticar atos atentatórios a dignidade humana e os direitos individuiais do cidadão. Triste para a imagem da OAB/MT. Por isso, votaremos em peso na chapa , para a valorização do advogado.

  • Data vênia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Qualquer um com um pouco de bom senso percebe que o candidato Stábile é superficial, sem tempêro e preparo: um autêntico chuchú ao molho pardo ( de eminência parda...).
    o Scarolla,digo, Scaravelli fez mais sucesso nesta cozinha de aprendizes de debates.
    Ora, e ainda aparecem causídicas tomando partido do insôsso candidato, alegando que o professor (!)não gosta de bate-bocas...A bem dizer, ninguém gosta de bate boca, simplesmente por que não ensejam respostas. Foi o que aconteceu com o claudicante Stábile: não havia o que retrucar contra as perguntas claramente formuladas pelo adversário. Como ele mesmo (Stábile)sabe que não há argumento, ele fica desarmado e portanto, não gosta de bate boca... O único que sai perdendo aqui senhorita, somos nós que somos obrigados a aturar velhas ladaínhas de sumidades a desfilar por jornais caros patrocinados pela OAB, melhor, por nossos proventos.
    É hora de dar um basta às stabilétes que fazem côro sem fundamentação sólida.As claudetes que me perdoem, mas inteligência é fundamental para nossa entidade: votemos em Scaravelli!

  • RONEI DUARTE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Infelizmente as eleições nas OABs estão seguindo os mesmos passos das eleições políticas partidárias. Quais sejam: candidatos majoritários extraídos do seio de uma cúpula elitizada,sem qualquer  tipo de vivência e experiência com a massa base dos seus representados,constituídos por uma maioria de causídicos proletários,que não conseguem sequer pagar em dia as suas anuídades,do total de 10 mil advogados apenas 4 mil estão em dias com as mensalidades. Realidade esta completamente desconhecida pelos senhores candidatos à presidentes. Excesso de gastos na divulgação e propaganda de um pseudo perfil combativo e atuante na defesa das prerrogativas da categoria.   E o pior de todos a utilização de retórica depreciativa do caráter do outro em detrimento de apresentação de propostas e metas para suas gestões.
    Os candidatos desconhecem a realidade de nós modestos advogados,especialmente nós criminalistas, que labutamos diariamente nos balcões das escrivanias,que adentramos nas cadeias e presídios sem que respeitem nossas prerrogativas de conversarmos em particular com nossos clientes, que somos obrigados a trabalhar e ambientes inóspitos que são as cadeias sem qualquer tipo de higiêne, com lixo e fedor de urina por todos os lados,que somos vítimas constantes de agressões e arbitrariedades e abusos de poder por parte de algumas desqualificadas autoridades da segurança pública e seus subordinados. Que nos obrigam a passar por vezes mais de 12 horas nas delegacias e CISCs para ouvir um acusado ou testemunha,ou na lavratura de um auto de prisão em flagrante!Que somos obrigados a usarmos crachás identificadores no Fórum e Tribunais,quando não vemos nenhum Juiz,Promotor de Justiça ou desembargador sendo obrigado a usar o seu! Que temos que consultar processos em terminais inoperantes ou sem papel! Que somos obrigados a usar um estacionamento distante a mais de 300 metros do Fórum, pois ninguém se preocupou em reservar estacionamentos para os advogados! Que somos obrigados a presenciar ser servido café,suco,aguá gelada e guaraná aos magistrados e promotores sem que a nós seja sequer oferecidos por gentileza. Que somos obrigados a aguardar o início das audiências,na sua maioria atrasadas, nos corredores dos fóruns passando o maior calor e juntos com partes e testemunhas adversas sem qualquer segurança! Que temos que disputar o mercado de trabalho com estagiários sem formação completa e com moral duvidosa, que abrem bancas e escritórios sem qualquer fiscalização por parte da OAB. Ou mesmo profissionais oriundos de outros Estados que sequer subscrevem na ordem de MT e atuam em centenas de processos,quando o permitido são apenas quatro. Além de outros profissionais que praticam a coaptação de clientes através da famigerada advocacia administrativa. São estes alguns dos problemas por nós enfrentados que sequer são abordados pelos nossos candidatos! E dizem que vão lutar em defesa de nossas prerrogativas e diretos!Eu pergunto quais...

  • Mário | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O sr. por nome de Gláuco Benjamin, não tem conhecimento de causas... No entanto, ele diz, desdiz e se contradiz a todo instante... Portanto, os seus comentários são levianos e sem embasamento!!!.

  • Amigo de Chapada | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • andré luiz pereira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É uma pena o baixo nível.
    E as questões da advocacia: No fórum a maioria estagiários atendendo, falta servidores no Poder Judiciário, greve no judiciário, cursos de atualização para os advogados, morosidade do judiciário, as escutas telefônicas ilegais, salários dos advogados públicos, filas nas escrivanias, péssimo atendimento nas escrivanias, ........... ?????????????????????????????????????????

    É só promessa. Não há diferença nenhuma entre eles. São dois grupos um não quer largar o osso. O outro quer tomar o osso.
    Ah! E os advogados? São obrigados a legitimar essa palhaçada no dia 19/11. E depois? Bem, depois continuama fingindo de amigos até daqui a três anos. Igualzinho eleição para vereador, por exemplo.

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

3 candidatos competitivos em Sinop

roberto dorner 400   Apesar da "inflação" de candidatos a prefeito de Sinop, com cinco no páreo, a disputa tende a se acirrar mesmo entre o empresário Roberto Dorner (foto), do Republicanos e apoiado pela prefeita Rosana Martinelli (PL), o ex-prefeito e deputado Juarez Costa, que atraiu 10 partidos para o palanque, e o...

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.